Vergonhoso: Atlético chega à 6ª derrota seguida no Brasileirão

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Jéssica Silva
Do Fala Galo, em Montes Claro
24/09/2019 – 2h

Há seis jogos o Atlético não sabe o que é vencer no Campeonato Brasileiro. Na Ressacada o adversário era o Avaí, um time que ainda não havia vencido diante de sua torcida nesta edição do Brasileirão. Fazendo mais uma partida desorganizada, apagada e omissa, o Galo conseguiu a proeza de perder para o lanterna do campeonato e renovou as preocupações de sua torcida.

Dizer que a equipe do Avaí é limitada não seria necessário, mas é importante ressaltar que o momento do Atlético o vem fazendo perder para qualquer equipe, independente de qualidade técnica, colocação na tabela ou plantel. A falta de entrosamento do time – o que não se deve às alterações feitas por Rodrigo Santana para esta partida, já que o problema com o treinador vai muito além disso, é nítida em cada jogada que não nos leva a nada, cada passe errado e em cada lance entregue aos adversários de mão beijada.

Atletas do Avaí comemoram o único da partida / Foto: GE

O Avaí é uma equipe que normalmente não ameaça, porém, entrou em campo para buscar o resultado. Apesar de suas limitações, o Atlético poderia ter vencido o time do treinador Alberto Valentim se houvesse se empenhado para isso, mas a omissão que tomou conta do time atleticano já há algum tempo não nos permite ver em jogador algum a vontade de fazer do Galo um time vitorioso.

Algumas das derrotas atleticanas dessa dolorosa sequência vieram após erros individuais e momentos de desatenção que presentearam os adversários, mas contra o Avaí o Galo demonstrou uma falta de vontade absurda e perdeu sem fazer a única coisa que deveria: jogar bola. Como o time limitado tecnicamente que é, o mínimo que o Atlético deveria fazer era correr, mas nem isso nós pudemos ver em campo.

O gol do Avaí saiu após uma cobrança de escanteio, o que não surpreende, já que a defesa atleticana sempre deixa espaços para qualquer adversário. O prejuízo no primeiro tempo poderia ter sido ainda maior, mas Cleiton, o único que ainda se salva, defendeu a cobrança do pênalti que foi marcado corretamente para o Avaí e deu ao restante do time a chance de batalhar por uma vitória, chance essa que foi inacreditavelmente desperdiçada. O Galo não conseguiu desenvolver sequer uma jogada durante toda a partida e não chegou nem perto de ameaçar de verdade o time da casa.

O segundo tempo não foi diferente do primeiro, exceto pelo fato de ser lucro não ter visto o Atlético sofrer mais gols. A aceitação do resultado ruim até contra um adversário como o Avaí já é algo que faz parte dos jogadores atleticanos e da comissão técnica. Obviamente, a diretoria do clube também não parece se preocupar com o rumo que o Galo vem tomando em tudo o que disputa.
Lucas Hernández conseguiu o que parecia impossível: igualar sua atuação com as do lateral Fábio Santos. Guga, que já foi muito promissor, também fez com que Patric deixasse saudade.

Léo Silva, indiscutivelmente ídolo, fez uma partida deplorável que quase chega a manchar tudo de bom que ele já fez com a camisa centenária do Atlético. Não é possível que não hajam opções melhores nas categorias de base do Galo, pois os jogadores à disposição de Rodrigo Santana para mesclar reservas e titulares não fazem diferença alguma na atitude do time.

Não se trata somente de limitação física ou técnica, o problema do Atlético é uma falta de vontade injustificável. Cada um ali, seja da diretoria, comissão técnica ou do grupo de jogadores deveria ter o mínimo de comprometimento com o seu trabalho, assim como qualquer ser humano que precisa desempenhar alguma função para sobreviver. Nem no caso de não serem bem pagos essa falta de empenho poderia ser justificada, mas se tratando do ramo de futebol que movimenta milhões, essa preguiça não é e nunca será aceitável.

A partida difícil de ser acompanhada e o péssimo resultado não são saldo do time alternativo que entrou em campo, mas sim do momento do Atlético e da má fase que toma conta de qualquer jogador, seja ele reserva ou titular. Derrota após derrota os atletas não parecem saber o que é cobrança, pois os insucessos não parecem gerar na equipe uma revolta, nem mesmo a vontade de dar a volta por cima. O Atlético vem sendo tratado como uma equipe que pode perder por estar habituada a isso, o que torcedor nenhum jamais aceitará, principalmente porque se trata de um grande clube, cuja camisa merece respeito.

A salvação da temporada pode ser a Copa Sul-Americana, mas como acreditar em uma vitória com propriedade na quinta-feira se o que temos é um time movido a preguiça? Para uma equipe que conseguiu fazer a pior sequência do Atlético no Brasileirão na era dos pontos corridos destruir o sonho de vencer a competição continental não é algo muito difícil.

Cleiton pegou um pênalti e evitou uma derrota maior / Foto: Cantini

Falta dedo na cara do jogador por parte da diretoria. Falta bronca do treinador ao atleta que não se doa até o último minuto. Falta cobrança entre todos os setores do clube, inclusive que cada um ali cobre de si mesmo para que sejam melhores em suas funções. O que não falta e nunca há de faltar é apoio do torcedor para a instituição Clube Atlético Mineiro, mas isso não quer dizer que nós não merecemos respeito e empenho dos representantes atleticanos. O mínimo que se espera é comprometimento e vontade de vencer, mas isso o time de Rodrigo Santana não demonstra há muito tempo.

A crise da queda livre no Brasileirão pode ser amenizada com a classificação para a final da Copa Sul-Americana, mas a vaga na decisão só virá se o time entender que o seu principal problema não está no talento que falta, na perna que não corre um pouco mais, nem na dificuldade que o adversário pode trazer. O principal problema dos jogadores do Atlético hoje em dia é a falta de respeito ao que está em jogo e tudo o que representa vestir essa camisa e pisar no gramado. Como torcedores nós nos fazemos presentes, mas o real problema só será resolvido de dentro para fora, o que é algo que vai além do que um torcedor apaixonado pode fazer.
Isso é com diretoria, comissão técnica e jogadores, cada um com a sua parcela de responsabilidade.
É aí que mora o perigo e é assim que nós acumulamos noites mal dormidas.

 

AVAÍ 1 X 0 ATLÉTICO

Avaí: Vladimir; Léo, Betão, Ricardo e Igor Fernandes; Pedro Castro, Matheus Barbosa (João Paulo, aos 27/2°T) e Richard Franco; Caio Paulista, Jonathan e Lourenço (Mosquera, aos 22/2°T)
Técnico: Alberto Valentim

Atlético: Cleiton; Guga, Leonardo Silva, Igor Rabello e Hernández; Martínez e Nathan; Geuvânio (Luan, aos 17/2°T), Cazares (Otero, aos 33/2°T) e Bruninho (Maicon Bolt, aos 17/2°T); Alerrandro
Técnico: Rodrigo Santana

Gol: Jonathan, aos 26/1°T
Cartões amarelos: Leonardo Silva, aos 32/1°T; Léo, aos 34/1°T; Lourenço, aos 22/2°T; Ricardo, aos 49/2°T

Motivo: 20ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: estádio Ressacada, em Florianópolis
Público: 7.463
Renda: R$ 153.583,00
Data e horário: segunda-feira, 23 de setembro, às 20h
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Jean Márcio dos Santos (RN)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves (RN)

 

 

GOSTOU? Siga nossas redes sociais. Clique nos links abaixo e fique por dentro dos bastidores do Atlético.

Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
YouTube: youtube.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Site: falagalo.com.br
Edição: Jéssica Silva
Edição de imagem: André Cantini 

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

17 comentários em “Vergonhoso: Atlético chega à 6ª derrota seguida no Brasileirão

  • 24 de setembro de 2019 em 08:17
    Permalink

    O Bonde da alegria no Galo continua a gestão austeridade que só voa de voo fretado, hotel 5 estrelas, spa de luxo para esses PIPOQUEIROS que só sabem perder, uma DIRETORIA OMISSA, INCOMPETENTE, UMA COMISSÃO TÉCNICA FRACA, UM BANDO DE JOGADORES FROUXOS É NISSO QUE ESSA DIRETORIA TRANSFORMOU NOSSO GALO, UMA VERGONHA!!!!

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 08:23
    Permalink

    Bom dia amigo excelente texto, resumiu bem o retrato atual desse time. Faltou mencionar o medo de ver o time despencar na tabela, e a realidade de muito em breve estar lutando contra o rebaixamento. Realmente não consigo enxergar esse elenco atual conseguindo mais 5 vitórias nesse returno. Vai ser u Deus nos acuda de agora pra frente!
    Você foi cirúrgico ao falar do Guga ontem, realmente Patrick você é titular absoluto!
    Agora me digam será que o Luan realmente é pior que Vina, Cazares, Nathan, Chará e cia…,ou será que ruim é esse aprendiz de técnico sem humildade e que ta se achando um Guardiolla.
    Alerrandro meu filho, vai estudar enquanto ainda é novo porque seu futebol é muito fraco.
    Enfim agora é torcer pros 45 pontos chegar porque sulamericana ja deixou de ser prioridade.

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 08:27
    Permalink

    vergonha e humilhação que estes peladeiros é diretoria amadora faz nos passa. uma pergunta para vocês do blog porque a torcida organizada está calada?elas foi comprada e fica de boca aberta assistindo esta diretoria amadora e este aprendiz de treinador e peladeiros a acabando com o galo. estamos a caminho da segunda divisão. time ridículo este do galo é bandos de peladeiros. aff

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 08:43
    Permalink

    Bom dia massa, temos que olhar para nossos erros, tanto técnico quanto tático, no jogo de ontem ficou visível qua temos que esperar a maturação de alguns jogadores da base, temos bom elenco mas ainda estamos em formação de um time competitivo, era jogo para Otero, Luan, Bolt, Ricardo Oliveira, o Avai tem jogadores rodados, temos que saber escolher melhor viu ser Rodrigo, saber escalar e substituir é o básico do comando técnico da equipe, temos que separar diretoria com time, diretor não erra gols, diretoria faz planejamento a longo prazo, paga as contas busca parceiros, olha a qualidade dos gramados, dá sustentação aos jogadores e comissão, A massa apoia ou não.

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 09:29
    Permalink

    Quem renovou o contrato de Léo Silva? O mesmo que quer renovar com Elias?

    Galoucura, KD você? Vai ficar só no blá, blá, blá, blá? Vai ficar também somente “atenta ao mercado”?

    Fora Santanás!!!
    Fora Rui Bosta!!
    Fora Sette encruzilhadas!!!

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 09:31
    Permalink

    a caminho da segundona e após a construção do tal estadio vai enriquecer tres empresários espertos e o galo vai quebrar e acabar como aconteceu com o Sete de Setembro . ABRIR MÃO DOS ALUGUEIS
    DO SHOPPING EM TROCA DE UM ESTADIO NUM LOCAL SEM NENHUM ACESSO E EM UMA CIDADE ONDE JÁ EXISTE O MINEIRÃO É DE UMA IMENSA BURRICE . Estamos vendo o fim do Atletico. A imprensa conivente e comprada não fala nada

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 10:04
    Permalink

    INFELIZMENTE o Galo já e previsível muito tempo , está turma que aí está não precisa esperar muita coisa.
    Vixe que vergonha.

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 10:05
    Permalink

    Bom dia !

    Não faço parte de nenhuma Torcida Organizada ! Aliás fiz parte nos anos 80 de um grupo de amigos que amavam o Galo e que hoje já não estão mais aqui na terra ” Super Força Viva” época que já mais esquecerei. Mas em fim ! Não podemos como atleticanos esperar que torcida organizada seja a unica responsável pela cobrança dessa e de outras administrações ridículas, incompetentes, abusivas que vem menos prezado o Atlético a décadas. Todos nos Atleticanos de todas as esferas, idade,pensamento,credo,condição social. Temos por obrigação a defender e cobrar atitude. Não é só ir no estadio vaiar,nem tão pouco quebrar patrimônio. Mas com bastante inteligência, exigir mudanças para JÁ ! Ou sera que estamos mortos e que o Galo já acabou ! Acorda massa nos temos o poder de mudar tudo isso ! O povo, somente o povo pode mudar isso !!!!!

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 10:23
    Permalink

    Quando começou o campeonato brasileiro eu como torcedor realista disse que este time do atlético Mineiro era muito ruim que brigaria para não cair, infelizmente já estou começando acreditar nisso, não importa se é time reserva, a grandeza da torcida do galo, o time sub 20 era para ganhar do Havaí, insistem com jogadores tipo Leo Silva que não está nem aguentando correr mais. Estão contando com a Sulamericana, com este time ruim não acredito em virada, é mais o Corinthians virar pra 3 no Equador do que o atlético ganhar de 1 é um time muito ruim.

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 10:42
    Permalink

    Bom dia Massa.

    Jéssica, seu texto foi perfeito. Tudo o que pensei ontem à noite, após essa vergonhosa derrota, foi escrito por você.
    Pra mim, a prioridade é conquistar 45 pontos (será que este elenco conseguirá vencer 6 partidas?), já estou ficando assombrado pelo Z4.
    No momento, esse elenco não passa a menor confiança que irá ao Paraguai disputar a final da SulA, quem dirá vencer esta competição. Pode acontecer, mas na minha opinião é improvável.

    Abraços.

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 10:51
    Permalink

    Vergonha de ver um timeco jogar , sem nenhuma estrategia , sem técnica ,sem futebol , esta igual time de várzea , vamos lutar para não sermos rebaixado e vamos ser eliminados da Sul Americana ( ou quer dizer” segunda divisão da libertadores ” , como presidente já disse ) , temos que tomar vergonha deixar de ir ao estadio deixar vazio , deixar e assistir os jogos ( desta forma que esta jogando não sei se usaria expressão jogos para mim e uma pelada ) da minha época era melhor ver Lagoinha conta IAPI , do que ver o jogo de ontem , estou com VERGONHA deste timeco .

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 11:01
    Permalink

    Alerrandro era artilheiro do mineiro, aí o inventor, na reta final do campeonato, tira o moleque e volta com a múmia cone 2. O resultado disso foi que o cone 1 alcançou a artilharia e o time perdeu o campeonato. Já era pra ter demitido esse energúmeno treinador nessa ocasião.
    O time estava lá em cima na tabela do brasileirão. Aí o inventor energúmeno resolve entrar com “time alternativo”. O resultado é uma série terrível de derrotas, e ressuscitando tudo quanto é adversário que vê pela frente.
    Luan, contestado por muitos, é sem dúvida nosso melhor lateral direito, melhor lateral esquerdo, melhor volante de contenção, melhor segundo volante, melhor armador, melhor atacante pela direita e melhor atacante pela esquerda. Mas o energúmeno treinador prefere sacar Luan pra ficar tem casos de amor com vinaloka, Elias bunda gorda, Fábio Santos da perninha tatuada, cachazares fdp, Ruincardo Oliveira…o resultado disso, é que na sexta terá morrido abraçado com essa turma.

    Resposta
    • 24 de setembro de 2019 em 11:02
      Permalink

      Ah…ainda sobre Luan, sendo assim, até eu cantaria o hino do curica, do carniça, do gaymio…

      Resposta
    • 24 de setembro de 2019 em 18:31
      Permalink

      Acho que o Luan é na média nosso melhor jogador, estão fritando ele para sair barato, anotem aí, onde for jogar vai arrebentar.

      Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 11:14
    Permalink

    O maior culpado pelo momento vivido pelo clube, tem um responsável. O presidente! Esse está mais preocupado com o filho na fórmula 2, do que com o clube. Um bando de incompetentes! O Atlético no período de 2012 a 2015 se tornou o clube mais vencedor das Américas. Hoje, é um clube a deriva…Sem comando…sem nada! A imprensa caga de medo em criticar o presidente, pois, o mesmo, tem o hábito em processar os que são antagonistas as suas ideias.

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 11:14
    Permalink

    Bom Dia.O grande problema do Galo è o entregador de camisas(continuo acreditando que nâo è ele que escala o time).Como bem frisou Galo Roberto,quando um jogador,principalmente da base,começa a mostrar serviço e ameaça os donos do vestiàrio,leo silva,elias,fsantos e pastor dos infernos,ele logo saca do time.na ùnica vez em que vi o Neto jogar achei que teriamos um volante de qualidade:nem no elenco està mais. O Alerrandro era artilheiro e foi para o banco.Desisto de vez atè para continuar escrevendo.

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 19:07
    Permalink

    MAICON BOLT , SIM , ELE MESMO , O SUPER CRAQUE , BOLT GANHA 400.000 MIL REAIS POR MÊS.
    COMO PODE TANTA IRRESPONSABILIDADE , CONTRATAR UM PERNA DE PAU DESSE POR ESSE VALOR.??
    QUEM CONTRATOU MARTÍNEZ E HERNANDES POR 20 MILHÕES ??? ESSES DOIS NUNCA FORAM JOGAFORES DE FUTEBOL.
    ESSES SÃO SÓ ALGUNS DOS MOTIVOS DA ENLAMEADA SITUAÇÃO DO GALO.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *