Vamos à Sul-Americana: Galo vence o Zamora!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Muitos dos planos do Galo durante a temporada não deram certo, mas a escolha de mandar um time suplente para a Venezuela, visando a classificação para a Copa Sul-Americana sem desgastar o time titular para o Campeonato Brasileiro, acabou como o esperado.

O dedo de Rodrigo Santana no time do Atlético, de uma maneira geral, vem sendo importantíssimo para uma mudança na postura dos jogadores durante as partidas, mesmo com todas as limitações que temos.

Contra o Zamora o Galo começou bem o jogo, se aproveitando da fragilidade do adversário e conseguiu sair na frente rapidamente. É claro que as dificuldades aconteceram, muitas delas até desnecessárias, mas o objetivo final foi alcançado.

O considerado time reserva nos trouxe algumas afirmações positivas, como a segurança de Cleiton. O jovem goleiro fez boas defesas, sofreu o gol de pênalti após a batida calculada do capitão do Zamora, mas nada que apagasse sua boa atuação.

Outro ponto positivo foi ver Alerrandro agindo de fato como um centroavante, se aproveitando das chances que vieram – seja dos pés de Fábio Santos ou de Patric, e fazendo o oposto do que faz o titular da posição.
Ricardo Oliveira perde muitas oportunidades, isso quando não desaparece em campo. Com isso, pensar em uma chance para o atacante da base entre os onze titulares não parece loucura.

Apesar do passe para o primeiro gol, mais uma vez Fábio Santos não atuou bem, afinal, ficar na média não é o bastante. É desesperador que seja ele quem sempre ocupa a posição, em qualquer circunstância. Isso só reforça o que é dito há muito tempo: um lateral esquerdo talvez seja a nossa principal necessidade.

Réver não fez uma apresentação muito proveitosa, sendo até irrelevante em campo.
Igor Rabello mais uma vez não fez uma partida correspondente ao que esperávamos dele, agiu sem muita segurança e foi imprudente no lance do pênalti. Qualidade nós sabemos que o zagueiro tem, mas com a camisa do Galo ela ainda não se fez presente, mesmo que já tenha passado da hora de o camisa 16 mostrar a que veio.

Completando a defesa, Patric também deu um passe para gol e se esforçou como sempre, mas qualidade é algo que sempre faltou ao lateral e que aparentemente ele não vai adquirir com o tempo.

De uma maneira geral, o Atlético se organizou bem no primeiro tempo, mas perdeu o fôlego na etapa complementar. Talvez isso se deva ao fato de Rodrigo Santana ter optado por recuar o time, priorizando o resultado já construído, não a ampliação do mesmo.

Recuar a equipe é o mesmo que chamar o adversário para cima, sendo assim, até mesmo o fraco time do Zamora cria confiança em uma situação como essa. O Galo foi sufocado em determinados momentos, perdeu as ações no meio de campo, o que reforça que um camisa dez faz muita falta, e sofreu quando não havia necessidade, o que nos faz pensar que apesar de toda sua competência, Rodrigo Santana também comete alguns erros, o que é perfeitamente normal, mas pode não ser perdoado pelo imediatismo com o qual trabalha a diretoria alvinegra.

Cada vez mais a efetivação do então técnico interino se mostra ser uma boa opção. O problema é que conhecendo a diretoria que temos e o trabalho que a mesma desempenha, o jovem treinador, por mais qualificado que seja, pode ser “queimado” pela gestão do Atlético.

O time precisa de reforços, para quem quer que seja o comandante, e é importante saber que os resultados ruins vão acontecer.
A permanência do comandante no cargo, seja ele Rodrigo Santana ou não, será fruto da confiança da diretoria em seus próprios projetos, o que não aconteceu em toda a gestão de Sérgio Sette Câmara. Talvez justamente por isso seja tão complicado fazer campanha para a efetivação do atual técnico que é um bom profissional, íntegro e dedicado e talvez não mereça assumir tamanha bronca.

Se a diretoria atleticana passar a enxergar que tempo de trabalho é a chave para o sucesso, vale dizer que o investimento precisa acontecer no elenco, pois o comandante já está aí, pronto para desempenhar muito bem a sua função.

A classificação para a Copa Sul-Americana jamais deve ser desprezada. É uma disputa internacional que, se vencida, trará prestígio ao clube, uma boa premiação e uma vaga direta na Copa Libertadores do ano que vem.
Ao contrário do que foi dito por Sette Câmara há pouco tempo, é uma competição da qual se deve fazer questão de participar, principalmente levando em consideração a situação em que se encontra o Atlético.

Por não ter elenco nem fôlego até então para conquistar o Campeonato Brasileiro, com alguns reforços pontuais o Galo pode chegar a brigar por uma competição de mata-mata, considerando que é um tiro mais curto.

É mais provável que nosso possível sucesso venha nas próximas temporadas, mas para isso a mudança na postura dos profissionais responsáveis pela gestão do Atlético deve acontecer de imediato.

Hoje, graças ao trabalho de Rodrigo Santana, acompanhar o Galo está mais fácil, já que os resultados estão vindo.
O que falta agora é que um bom desempenho e atuações regulares acompanhem os resultados positivos e os objetivos alcançados, para que possamos sonhar com algo melhor daqui para frente.

FICHA TÉCNICA:
ZAMORA 1 x 2 ATLÉTICO-MG
Motivo: 6ª rodada do Grupo E da Copa Libertadores
Local: Estádio Agustín Tovar, em Barinas (Venezuela)
Data: 7 de maio de 2019 (de Brasília)

Árbitro: Carlos Maria Herrera Bernal (COL) Assistentes: Alexander Guzman (COL) e Dionisio Ruiz (COL)

Gols: Alerrandro – 24’/1ºT (0-1); Alerrandro – 35’/1ºT (0-2); Ignacio González – 15’/2ºT (1-2)
Cartão amarelo: Kevin de La Hoz, Maiker González (Zamora); Adilson, Nathan (Atlético-MG)

Zamora: Joel Graterol; Kevin de La Hoz, Ignacio González, Carlos Castro e Maiker González (Edixon Mena); Oscar Hernandez, Erickson Gallardo, Pedro Ramírez e Jader Maza; Antonio Romero e Guillermo Paiva (Gustavo Rojas).
Técnico: José Alí Cañas

Atlético-MG: Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson, Jair, Nathan (Zé Welison) e Vinicius Goes; Maicon Bolt e Alerrandro (Luan).
Técnico: Rodrigo Santana (interino)

 

POR: Jéssica Silva

ASSISTA O NOSSO PÓS-JOGO: www.youtube.com/watch?v=qZg3GXkRyv8

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

11 comentários em “Vamos à Sul-Americana: Galo vence o Zamora!

  • 8 de maio de 2019 em 00:31
    Permalink

    Não concordo.
    Acho que um time como o Galo não pode jogar um segundo tempo como esse de hoje. Simplesmente vergonhoso. Só chutão pra frente, e chutão sem direção nenhuma, devolvendo a bola pro adversário. Um time como o galo precisa colocar a bola no chão e sair jogando, se impondo como time maior e melhor que é. Pra mim esse treinador já não serve. Quero ver o galo jogando futebol. O que eu vi hoje no segundo tempo é o oposto do que quero ver. E outra coisa, você acha que esse treinador vai ter peito pra por o Oliveira no banco? De exigir a contratação de um lateral esquerdo? Não vai!! Eu gostaria de ver o Osório no galo, justamente por ser um técnico que faz o time jogar, propor jogo.

    Resposta
    • 8 de maio de 2019 em 10:56
      Permalink

      Claro todo mundo tem a sua opinião. Mas é por torcedores assim que o Galo esta nesse troca troca de tecnico. Querer é uma coisa, poder é outra. O Levir quis que a equipe saisse tocando, indo pra cima do adversario. O resultado todo mundo viu. Voce tem que atuar conforme o que tem. Voce acha que Ozorio iria fazer Patric, Fabio Santos, jair, Rever e cia sair tocando bonito e indo pra cima do adversario?
      E se o time esta na austeridade financeira que contradição é essa seria trazer Ozorio? E esse mesmo Ozorio se vier vai ter a cabeça pedida assim que o time mudar o jeito de jogar e começar a perder de 3, 4. Essa dualidade de torcedor é o que atrapalha a quem não tem pulso de tomar uma decisão e ir com ela até o fim. No caso, o presidente. Mas claro, torcedor é torcedor.

      Resposta
  • 8 de maio de 2019 em 07:23
    Permalink

    Bom dia Atleticanos, para quem viu o jogo de ontem contra o poderoso Zamora, pode ter a dimensão exata do que se pode esperar dese elenco formado na gestão 7C. O time mantem seu futebol sofrível e sempre passa sufoco seja contra o adversário que for por mais frágil e desqualificado que seja.
    Todos sabemos que o elenco é fraco e precisa de reforços, que a diretoria não tem mostrado nada de qualidade na gestão do futebol e na administração do clube
    O que estamos vendo em 2019 parece ser o vídeo tape de 2018:
    a) contratações de “reforços” apenas avolumam a barca e não tem agregada nada de qualidade;
    b) treinador interino e quebra galho;
    c) resultados pífios e futebol de baixíssima qualidade;
    d) um bom início no brasileirão, mas com um elenco cercado pela desconfiança e limitações abissais; e) uma diretoria sem rumo e sem planejamento, perdida em sua arrogância e empáfia.
    Para um Atlético vencedor, estruturado e bem administrado as mudanças tem de ser geral, rápidas e radicais. Saudações Atleticanas

    Resposta
  • 8 de maio de 2019 em 08:12
    Permalink

    Bom dia Massa!

    Muito feliz pelo resultado, não pelo jogo em si. O primeiro tempo foi ótimo, o segundo foi terrível. De novo vimos um time irregular, muito lento, sem criatividade, acuado e jogando um futebol mequetrefe. Pelo menos ganhou, isso é o que importa no momento.

    De positivo, vimos que Claiton e Alerrandro podem ser titulares desse time tranquilamente. A atuação dos dois foi boa, pra mim os melhores em campo. Piores do que os que estão jogando eles não são.

    Os resultados têm sido bons até o momento, mas não podemos achar que o interino é a solução definitiva dos nossos problemas, porque não é. Já vimos esse filme ano passado, e o final não é feliz.

    Agora é vencer o parmera é confirmar a boa fase. Vai Galo!!!!

    Ps: O time precisa de reforços URGENTE! Esse elenco limitado não vai aguentar o segundo semestre. E a novela pra trazer treinador, acaba quando?

    Resposta
    • 8 de maio de 2019 em 08:21
      Permalink

      Bom dia,
      Faço minha as tuas palavras!!
      Vai Galoooo!
      Abraço

      Resposta
  • 8 de maio de 2019 em 08:47
    Permalink

    Precisa de quatro ou cinco reforços urgente.
    E Cleiton já pode se preparar, vai ser titular em breve.

    Resposta
  • 8 de maio de 2019 em 09:19
    Permalink

    Bom dia Jessica e Atleticanos!

    Concordo plenamente com os comentários até aqui postados pelos demais atleticanos, e acho que a Jessica está sendo um tanto quanto benevolente em seu comentário. Penso que já não nos contentamos com o resultado em si, pois este mesmo time já mostrou em passado recente que é muito fraco. Razão pela qual também não concordo com a efetivação do Rodrigo Santana, não porque não tenha mostrado valor, porem o momento não é pra ele. Correto seria coloca-lo junto de um técnico mais cascudo, mais experiente e fazer um trabalho de médio a longo prazo, em fim capacitá-lo! Com este plantel se for efetivado será dispensado em no máximo 4 meses. Vale lembrar que este time ganhou até agora de times inferiores tecnicamente e as próximas rodadas dirão o que nos espera. E pra variar a nossa diretoria senta e espera as coisas acontecerem, pra ai então tomar medidas tapa buraco. O tal diretor de futebol já está ai a quase um mês, e não chegou até agora técnico ou jogadores pra qualificar o plantel, evidenciando claramente a estratégia suicida da diretoria para o galo em 2019. Cabe a nós torcedores não cometer os mesmos erros de anos anteriores e acreditar que é possível almejar títulos com este time e esta diretoria.

    Resposta
    • 8 de maio de 2019 em 10:20
      Permalink

      Perfeito Paulo, também acho que o Rodrigo vai ser queimado se for efetivado, ainda mais com esse time feio. Seria melhor ele ficar de auxiliar do técnico efetivo, aprendendo, se capacitando e ganhando experiência. Vejam o Beccacece, ficou anos como auxiliar do Sampaoli, e hoje é um técnico competente e cobiçado por vários clubes.

      Saudações Atleticanas!

      Resposta
  • 8 de maio de 2019 em 09:40
    Permalink

    Bom dia massa. o mais importante foi a Vitória e classificação para sulamericana,mesmo a diretoria não querendo a classificação. alerrando e Cleiton de titular já ninguém merece Victor frangueiro e pastor pipoqueiro. bolt e Vinícius não são jogadores para o galo são simplesmente peladeiros e são jogadores de equipe de série D. diretoria acorda precisamos de reforços para ontem. Vai galooooooooo.

    Resposta
  • 8 de maio de 2019 em 10:35
    Permalink

    Bom dia amigos do Galo. Apesar da fala do atual diretor de futebol, Rui Costa, o que estamos vendo são outras equipes se movimentando e agilizando negociações para reforçar suas equipes e por aqui nada. Não há tempo para tanta calma, Copa do Brasil, Sulamericana, e Brasileiro já têm calendário, a demanda por reforços do NOSSO GALO é antiga e as carências todos nós sabemos quais são: lateral esquerdo(para ontem), meia de criação, um cabeça de área que imponha respeito e tenha as características do Chicão e Leandro Donizete. Conforme noticiado ontem pela Fox, o Róger Guedes quer voltar para o Brasil, Santos e São Paulo estão correndo atrás deste jogador, mas é bom lembrar que ele disse que queria voltar para o NOSSO GALO.Se virá Rui Costa, arruma algum patrocinador que banque a volta deste jogador, ele deu certo por aqui e vai elevar o patamar do GALO.

    Resposta
  • 8 de maio de 2019 em 10:39
    Permalink

    4 vitórias nos últimos 4 jogos, SENSACIONAL!!!!
    Estamos classificados na Sul Americana e somos líder 100% do Brasileiro com esse time de paneleiros e pipoqueiros isso é surreal tá bom demais.
    O jogo ontem serviu para fazermos algumas observações:
    *O Alerrandro provou ontem que o pipoqueiro do Ricardo Oliveira pode ir para o Santos.
    *Adilson, Zé Welison e Jair dão conta sem o pipoqueiro do Elias pode liberar ele para o Internacional.
    *O pipoqueiro do Cazares também pode ser vendido não vai fazer falta nenhuma, temos que contratar um camisa 10 urgente.
    *O Fábio Santos por enquanto fica mas temos que contratar um lateral esquerdo urgente.
    *Maicon Bolt horrível pior que o Terans não tem futebol para jogar no Galo sou muito mais o Alessandro Vinicius tem que dar oportunidade ao moleque.
    *O Cleiton mostrou que tem qualidade e se o Victor não ficar esperto vai comer banco.
    *O Rodrigo Santana vai se preparando para assumir o Galo mais a frente agora não é o momento de efetivar ele, precisamos de um técnico top.
    NÃO CONFIO NESSE TIME PIPOQUEIRO MAS VOU COMEMORAR MUITO CADA VITÓRIA E QUE VENHA O PORCO!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *