Sem emoção: Galo avança na Libertadores – Por Jéssica Silva

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A tão esperada quarta-feira chegou e o Galo recebeu o Defensor, no Horto, para confirmar sua classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores da América. Muitos eram os palpites sobre a partida no pré-jogo da torcida e a expectativa era consolidar a vaga na próxima fase com um grande placar e um futebol vistoso. Que ilusão, meus amigos!

Levir Culpi optou por sacar Chará do time titular e acionar Zé Welison, indo à campo com três volantes. Com Adilson e o próprio Zé segurando as pontas lá atrás, Elias poderia ficar mais solto e se adiantar, mas também poderia ser uma mudança negativa. Entrar no jogo “se segurando” não faria o Defensor acreditar que o Galo se deu por satisfeito com a vitória no Uruguai? E o Galo, estaria mesmo satisfeito em jogar com o regulamento debaixo do braço? Felizmente, independente da postura atleticana a qualidade passou muito longe do time do técnico Jorge da Silva e a disparidade técnica entre as equipes se mostrou grande demais desde o primeiro confronto.

Durante o primeiro tempo o Galo conseguiu controlar bem o ritmo do jogo e até criou algumas oportunidades. Cazares, como vem sendo comum na atual temporada, começou a partida a todo vapor e assustou o Defensor logo de cara. Luan também se destacou positivamente e foi o responsável pela maior movimentação do Galo em campo abafando os adversários, buscando servir aos companheiros e jogando em ritmo acelerado.

Precisando de um verdadeiro milagre, o time uruguaio não ameaçou a meta de Victor e nem mesmo chegou perto de demonstrar que poderia igualar o resultado acumulado e compensar a derrota que sofreu em casa.

No finalzinho da primeira etapa o Galo teve boa falta ao seu favor, cobrada por Cazares, que mandou pra fora. Nos acréscimos, Luan fez um baita lançamento para Fábio Santos, mas o lateral desperdiçou no momento em que o juiz deu fim ao primeiro tempo. Galo ainda em vantagem mas o grito de gol não foi dado no Independência.

Imediatamente na volta do intervalo o Atlético já não se comportou muito bem. Aos 10 minutos, Zé Welison foi expulso após cometer uma falta dura.

Jogar com um a menos sempre é uma preocupação, porém, com a péssima partida que fazia Adilson, perder o camisa 14 deixaria o meio de campo atleticano pra lá de vulnerável, o que fez Elias deixar de jogar adiantado e voltar a ser volante. Mais do mesmo.

Com a desvantagem numérica, o sofrimento, nosso velho conhecido, poderia dar o ar da graça. Sabendo que o Galo gosta de complicar o que é simples, se preocupar para a sequência da partida não foi exagero da parte de nenhum atleticano.

A quantidade de erros cometidos pela equipe alvinegra no segundo tempo poderia nos custar a classificação, caso o Defensor fosse um pouco mais qualificado. Jogando com um a mais, o time uruguaio soube se posicionar e só não chegou a dar trabalho por falta de recursos.

Com uma folha de papel (graças ao amadorismo da Conmebol), a substituição de Luan por Jair foi anunciada e o Galo voltou a estar com três volantes. Aparentemente, a ideia inicial de Levir em se segurar passou a ser realmente necessária após a expulsão de Zé Welison e com isso teríamos tudo, menos um jogo bonito.

Ricardo Oliveira ainda foi substituído por Chará, o que foi anunciado também pela folhinha da competição mais importante do continente. Sinalizador não pode, bandeirão também não, mas papelão pode, hein?!

Uma meia tentativa ou outra, o Galo segurou sua classificação até o fim do segundo tempo e chegou à fase de grupos sem muita emoção.

Seis partidas sem vencer, um time limitadíssimo e jogadores medianos: esse é o Defensor, nosso adversário da noite de ontem. Como o Galo conseguiu uma vantagem de dois gols de diferença no Uruguai, o mínimo que se esperava era que o Atlético proporcionasse a todos nós um bom jogo em Belo Horizonte e conseguisse a classificação com propriedade. O objetivo foi alcançado, voltamos a disputar a Copa Libertadores, mas a nossa tão esperada volta à fase de grupos merecia um time jogando com mais sangue nos olhos.

A apatia do Atlético em campo não fez jus ao entusiasmo da torcida apaixonada que tem. A Massa lotou o Horto, fez rua de fogo, gritou aos quatro cantos que o continente é atleticano e com certeza deixou um frio na espinha dos adversários, o que também deveria ter sido feito pelo Galo.

Desde a escalação com a famosa retranca, a noite foi infeliz. Apesar da alegria da classificação, o sentimento é o mesmo que tomou conta de todos nós após o jogo contra o Danubio na fase anterior: frustração.

O fato de o Galo ter se classificado simplesmente por seguir o regulamento e empurrar com a barriga o resultado construído anteriormente é preocupante. Se contra um time desqualificado, adversário perfeito para golear e mostrar a que veio, o time de Levir Culpi se acovardou e fez uma apresentação pífia, o que esperar da sequência da competição, contra equipes que com certeza não facilitarão a vida do Galo? Na fase de grupos pode até ser que o time não sofra, levando em consideração os adversários. No entanto, a ideia é ir muito mais longe, mas com essa postura fica difícil sonhar.

A esperança é que tudo seja diferente a partir de agora, já que estamos de fato na Libertadores.

O ideal seria estar somente feliz com o objetivo alcançado, mas infelizmente a atuação do Atlético fez com que o brilho se apagasse e nenhum atleticano deixa de estar preocupado após o jogo de ontem.

Estreando (de verdade) na Libertadores, encaramos o Cerro Porteno-PAR, às 19:15, na quarta-feira de cinzas. Que o Galo possa jogar o futebol que faltou hoje, e consiga sua primeira vitória na fase de grupos merecendo o resultado para que nós, atleticanos, possamos ficar felizes em paz.

Sigam o Fala Galo nas redes:
falagalo.com.br
@falagalo13

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

26 comentários em “Sem emoção: Galo avança na Libertadores – Por Jéssica Silva

  • 28 de fevereiro de 2019 em 05:31
    Permalink

    Bom dia massa. Simplesmente o Levir foi corvade e retranqueiro ao entrar com 3 volantes. Aliás 2 porque o peladeiro do Elias não estava no campo. Se o defensor fosse uma equipe melhor o galo dava adeus da libertadores. Não iludo com este time do galo é para piorar o Levir agora deu um de professor pardal,e outra péssima notícia que não vai contratar reforços para libertadores enfim estamos lixados sem um lateral esquerdo. E um atacante veloz e um camisa 10.Vai galoooooooooo.

    Resposta
    • 28 de fevereiro de 2019 em 07:48
      Permalink

      Bom dia Joaquim-Portugal e amigos do Galo. Concordo integralmente com voce e confesso que ontem ainda durante o jogo, não tive dúvidas que teríamos um futebol e um resultado melhor se tivéssemos entrado em campo com o time alternativo. Em um jogo que vale classificação e milhões de reais, o técnico Levir foi irresponsável ao escalar o time com três jogadores no meio. Pelo amor de Deus, não inventa Levir!!!!!

      Resposta
    • 28 de fevereiro de 2019 em 07:55
      Permalink

      Bom dia, Joaquim!
      O “caso amoroso” envolvendo Levir e Elias, é preocupante. É caso de polícia!

      Resposta
      • 28 de fevereiro de 2019 em 10:52
        Permalink

        Olà Galo Roberto.E para piorar,estao renovando o contrato do Elias.È revoltante ver a forma como jogam Elias,Patrick e Fàbio Santos e nunca saem.nem peço mais reforços,pois nao irao jogar mesmo(vide caso do Guga).e sem esquema de jogo temo pela nossa sorte o ano inteiro,pois a cada jogo a esperança vai indo embora aos poucos.

        Resposta
        • 28 de fevereiro de 2019 em 12:44
          Permalink

          Pois é, Rogério. Acho que vamos ser campeões da Libertadores (será?), ou eliminados com os protegidos de Levir (Fábio Santos, Elias e Patric), pois nem o Guga, infinitamente melhor até mesmo que o Emerson, é páreo (na cabeça do burro teimoso) pra barrar Patric.

          Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 05:41
    Permalink

    Concordo com o que disse e quero só acrescentar uma coisa. Este time que classificou ontem não é o time do Galo, tão pouco é o time do Levir. Este time é o time de uma parcela de comentaristas de futebol que andam falando por aí de uma coisa que parece futebol, mas não é. Este negócio chato de “controlar o jogo”, “jogo seguro”, “saber sofrer” é coisa de quem não gosta de futebol e que alguns times praticam por aí. A essência do futebol é o gol e jogar futebol é ir em busca dele do início ao fim do jogo. Encheram a cabeça do Levir com esta história e aí ele deu uma fraquejada. Espero sinceramente que tenha sido só um deslize e que o time volte a jogar o verdadeiro futebol que vinha praticando.

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 07:48
    Permalink

    Bom dia Atleticanos! Começo hoje com a ironia:
    “Puxa conseguimos uma vaga na libertadores; classificamos passando por duríssimos adversários muito melhores que nos tecnicamente. Com esse time jogando um futebol belo e competitivo, aliado a um técnico que sabe escalar e montar um esquema de jogo que contorna a superioridade técnica do adversário, recheados de craques, estamos com um pé na taça.”
    Francamente, as quatro partidas dessa pré-libertadores já demonstraram o suficiente: não temos a mínima condição para almejar nada, seja em libertadores ou no brasileirão. O time é limitadíssimo, volúvel quanto ao empenho e busca pela vitória, com laterais fracos, meio de campo desanimador e técnico sem ousadia, teimoso e algo mais que prefiro não escrever. É incrível que logo no início de 2019 já se vislumbra um ano melancólico para o Atlético.
    Enfim que partida medíocre e time esquálido que o Atlético brinda o torcedor em 2019. É para deixar no desalento o mais otimista dos torcedores. Saudações Atleticanas

    Resposta
    • 28 de fevereiro de 2019 em 07:51
      Permalink

      Concordo Afrânio, acho que ontem o Levir errou tudo, deveria ter entrado com o time alternativo. A sorte do burro vai acabar.

      Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 07:52
    Permalink

    Bom dia, Jessica!
    Tudo isso que você disse, e descreveu muito bem, se deveu ao fato de o senhor Levir ter extrapolado em suas invencionices e teimosias. Ontem ele se superou nas burrices e mostrou que é muito sortudo mesmo. Azarados somos nós os torcedores, que esperamos a semana inteira pra ver o Galo se classificar bonito, dando show de bola, e o que vimos foi um show de horrores.

    Fora Patric!
    Fora Fábio Santos!
    Fora Elias!
    Fora Chara!
    José Wellison, só campeonato mineiro!
    Levir, seu burro! Vai à M…

    Resposta
    • 28 de fevereiro de 2019 em 08:14
      Permalink

      Galo Roberto de Oliveira. Estamos na mão do Levir e sua teimosia e burrice. Depois do xou de horrores ontem não iludo com este time. E para piorar não vai ter reforços .agora aguentar patrick. Elias e Fábio Santos no time aí é demais.

      Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 07:58
    Permalink

    Salve massa!

    Covardia, incompetência e idiotice! Palavras que exprimem as atitudes de nosso entregador de camisas. Aliás ontem o BURRO (com sorte, por enquanto) abusou do direito de fazer merda. Primeiro ao escalar a equipe com 3 volantes, depois ao não sacar J. Wellerson, já amarelado, tirou Luan um dos que se salvavam em campo, e não satisfeito manteve o inútil e grosso Adilson também amarelado, mesmo sabendo que este jogador é estabanado e facilmente poderia levar outro cartão vermelho. Este entregador de camisas colocou em risco nossa classificação, que poderia ser um dos maiores vexames da equipe.
    Novamente, no segundo tempo fizemos um jogo de covardes, jogando atrás e dando bicões, até quando? E o que falar de Elias? Se o cara não joga no meio que dirá na ponta. Alô diretoria! Existe cláusula no contrato deste crápula para que ele seja titular e não seja substituído?
    E F. Santos e suas gracinhas? O que dizer de Adilson um jogador cintura dura, e sem nenhuma técnica? Aliás jogamos com 3 volantes mas sempre a equipe adversária teve alguém na frente da área livre pra chutar. O que estes caras estavam fazendo lá então?
    Para piorar, ontem nosso idiota do presidente veio com a notícia de que não fará contratações para esta da liberta? Será que este cara está neste mundo?
    E como tudo que está ruim pode piorar, vem a notícia da renovação do bunda de bigorna. Aff!!!
    Que noite de horrores!!!!

    Té + e FORA triunvirato ELIAS, FÁBIO SANTOS E PATRIC!!!!

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 08:15
    Permalink

    Acho devaneio de muitos achar que entrar com três meias mais marcadores o time é retranqueiro. Meus caros, na Europa isso tendência, muito pelo fato de praticamente inexistir camisas 10. Esse esquema precisa de treino, coisa que o levir não faz com esse time.
    Questiono tbem, que muitos comentaristas e torcedores falam que o Adilson tá mal, mas é oq mais marca no meio, vide o jogo de ontem, embora tenha errado muitos passes.
    Pra fechar, time precisava reforçar, todavia, mais uma vez a diretoria deixou pra última hora.
    Seja oq Deus quiser.
    Abraços

    Resposta
    • 28 de fevereiro de 2019 em 10:58
      Permalink

      Charles,concordo com voce sobre o Adilson.na outra questao è que na Europa nao existe Elias,por isto dà certo.

      Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 08:34
    Permalink

    Bom dia, Levi é teimoso, ontem foi covarde e jogou com o regulamento. Primeiro ponto, conseguiu a classificação. Por que jogou dessa forma agora é o pior time do mundo? Se fosse outro time melhor, tinha siso desclassificado, agora temos várias mães Dinás? Me digam qual time esta praticando um futebol de alto nível no Brasil? Santos, era esse para a imprensa, com seu técnico ousado e estudioso e onde esta agora? São Paulo? melhor nem comentar. Pra mim a noticia triste e preocupante é Elias vira bunda, titularissimo, Patric esforçado e só. Fábio Santos, só quer mostrar sua tatuagem e o Cazares se achando o cracaço, enfeita tanto e na hora de decidir prefere desperdiçar a jogada. Tá na cara que o time se poupou pra fase de grupos que ja começa na quarta feira, aí sim, com certeza o time terá outro espirito. Preocupante mesmo é não contratar um LE, 10 e velocista, no mais o objetivo foi alcançado. Querem ver alto nivel só se for na Premiere League ou na Europa.

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 08:38
    Permalink

    O Galo sempre andou de mãos dadas com a apatia quando joga contra times menores. E esse, meus amigos, é o principal motivo pelo qual não voltamos a ganhar o brasileirão.

    Não há nada de errado em administrar um resultado, PORÉM, o Galo deveria ter matado o jogo logo no primeiro tempo. Não teve sofrimento ontem, mas se o adversário fosse um pouco mais qualificado, provavelmente iria nos complicar aqui.

    O time (tanto jogadores quanto o Levir) precisam ter mais seriedade. Tivemos dificuldades e erros infantis com adversários muito mais inferiores. Ganhar de 1 a 0 em fase de grupos não é bom, é preciso fazer saldo. Ou joga sério, ou não passaremos nem da primeira fase.

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 08:51
    Permalink

    Ótimo texto Jéssica você tem razão em tudo, mas hoje não vou corneta jogou mal passou e ponto.
    Para quem não viu deixo o link da rua de fogo um espetáculo!!
    https://www.youtube.com/watch?v=ybDEgVxmKcE
    Nossa torcida merece que a diretoria faça um esforço e traga o Roger Guedes de volta.
    Galooooooo!!

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 09:00
    Permalink

    Bom dia a todos.
    Durante um bom tempo sempre vi comentários que vários torcedores que posta comentários aqui e em outros blogs falando o desejo de ver o Galo jogar com 3 volantes, 2 mais de contenção e o Elias mais adiantado com a entrada do Zé Welisson. Várias pessoas criticaram o Chara pelo custo e o futebol apresentando e estavam até pedindo sua saída do time titular. Pois bem, foi feito e as criticas vieram do mesmo jeito. Eu já vi time ser campeão jogando por uma bola ou segurando empate, hoje isso não conta para os torcedores deles, conta que foram campeões. Tenho consciência que o time deles é inferior mais não podemos negar que são como o próprio nome diz defensores. Os cara morde o tempo inteiro, sempre fechando com 2 ou 3 na marcação. Isso dificultou a vida dos jogadores do Galo. Elias apareceu no jogo, Patric foi bem. Pra mim o Adilson e o Ricardo Oliveira que errou tudo ontem que destoou um pouco. Talvez prejudicado pelo esquema tático. Mais isso é futebol, tem time que nem passou essa fase, outros caiu na sula americana na primeira fase, time que passou nos pênaltis…
    Resultado final foi 2 x 0 gente. Não temos porque lamentar não, objetivo alcançado. Vamos aguardar, torcer e incentivar quem ta la. Essas reclamações até quando ganha enche o saco. Hoje futebol ta muito nivelado, vamos chorar quando tiver motivo, mais hj não…
    GALOOOO

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 10:06
    Permalink

    Até que enfim melhorou o estilo da colunista. Frases resumidas, ao invés de ficar contando passo a passo tudo o que vimos no jogo e um pouco de opinião pessoal, embora eu tenha divergências.
    Não gosto desse Levir defensivo. Mas não é pra esse pessimismo que a torcida insiste em impor ao Galo, mais uma vez imitando o lado de lá. Galo é Galo com quem estiver em campo. Contrata o mixirica aposentado e continuo achando que o Galo vai ser campeão. Esse realismo não pode existir numa coluna torcedora. Isso é lá pros chatos do SporTV e da ESPN.
    Não falar bem do Patrick ontem também é um pecado. O que esse cara se doa a essa camisa é uma loucura.
    O grande erro de ontem foi não substituir o José WELISSON no intervalo quando já tinha um amarelo. Podia ser o goleiro reserva e colocar o Vitor na linha, mas tinha que substituir.
    Vamos Galo. VAI pra cima deles.

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 10:18
    Permalink

    Eta, e muito triste este monte de comentários das marias na pagina do galao, estamos classificados viu,amanha e outro dia OK galo.

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 11:04
    Permalink

    Caros,
    É CERTO. Foi erro absurdo trazer o comediante ultrapassado prá dirigir nosso Galo. Ñ vai haver MUDANÇAS. ? . Treineiro limitadíssimo, sempre foi cultor da perna de pau, amante de sistemas de jg confuso: “Meu time é Emerson Conceição + 10”. Será q treina o plantel? Tb treinar o q?
    Ñ adianta só esperança, acreditar e bizarrices tais. É preciso trabalhar, enxergar, ter clareza e agir. O time do Galo é fraco em tds os setores. Alguns são perna de pau autênticos, pq vestem a camisa? Time aí ñ aguenta pressão, ñ, irmãos, tamos avisados desde o ano passado. Pq esperar a desclassificação ao invés de REAGIR, qualificando o FRACO E OMISSO plantel?
    Já sentimos o futuro, só o otário do verdadeiro e o crentelho safado, ñ. Esses veem o mundo pelo prisma do cabresto. A fama precede o Burro: ou embarca pro Japão, abandonando covarde, ou vai ser homenageado pela torcida depois de sofrer uma goleada daqui a pouco. Isso é algo q ñ muda, nunca.
    Obs.: Vcs acreditam mesmo q o time tá escondendo o jg prá fase de grupo?
    Abs.: Vcs acreditam q a fé, o Eu Acredito vai aceitar ser acionado assim, de graça, prá esse bando aí?
    ATENÇAO: Vamos falar de estádio, de patrocínio na camisa, vamos falar de “amor incondicional”…é o q nos resta?
    QUANDO TEREMOS TIME NOVAMENTE? SOMOS UM CLUBE DE FUTEBOL OU O Q?
    Queremos o br19!
    GALO SEMPRE!

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 11:21
    Permalink

    Vá com calma, Levir. Não adianta jogar bonito e perder. Se puder jogar bonito e ganhar, melhor, mas se tiver que escolher, opte por ganhar. Não caia nos arroubos da imprensa ou na sanha de torcedores tresloucados. TEMOS UM TIME, no máximo, MEDIANO, que não permite dar espetáculos, portanto, mantenha os pés no chão. Táticas do tipo “galo doido” só dão certo quanto o plantel é qualificado, como em 2013, o que não é o caso atual. E lembre-se: ataques ganham jogos; DEFESAS GANHAM CAMPEONATOS. E como diria o Muricy: Quem quiser ver espetáculo, vá ao teatro!

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 12:51
    Permalink

    Boa tarde a todos!
    Gente, não sou nenhum amante do Elias, mas ontem jogou com raça e determinação. Vocês tão pegando muito nos pés dos nossos mais experientes jogadores por pura picuinha e chatice como disse o Kalil. Dispensa o Elias, o Fábio Santos e vão aparecer aí no mínimo uns 5 times da prateleira de cima os querendo. Vocês acham que qualquer adversário que vier jogar aqui tem que golear? Já disse e repito que futebol são 11 contra 11 e disputado nas quatro linhas. Temos que criticar é a diretoria que é uma pasmaceira quando se trata de contratações. Desde o início do ano estamos pedindo mais um lateral esquerdo, outro meia camisa 10 e um atacante velocista do lado de campo e nada. Somos obrigados a tolerar, uma vez que a grana tá curta e não podemos competir com ninguém e nem fazer leilão na contratação de jogadores. Já perdemos o lateral do Ceará para o Santos, assim como o outro lateral Jorge ex flamengo, que também deve assinar com o Santos. Sabem que os caras estão disponíveis, mas não tentam nada e ficam enrolando. Se falta grana, tenta pelo menos arrumar um investidor para ajudar nas contratações.
    A nossa torcida aqui, tem que parar de ficar pedindo a cabeças de certos jogadores, pois isto já virou perseguição e mania de alguns. Tem jogadores aí que é pura enganação, não tem experiência nenhuma de libertadores e ficam alguns de vocês pedindo para serem escalados. Calma, pois isto podem queima-los, como foi ontem com o José Wellison, que muitos aqui pediram para tirar o Elias e colocar ele, sendo que hoje já li aqui, que o Levir escalou errado e que eu também admito, mas não é no lugar do Elias. A escalação deveria ter sido a mesma do jogo passado, com exceção do Adilson que não está na sua plenitude da forma física, mas nem por isto devemos queima-lo. Não adianta ficar pedindo para tirar este ou aquele, sem termos outro jogador a altura com experiência e acostumado a disputar esta competição. Ou contrata outros jogadores para substituir estes que alguns aqui estão pedindo ou mantemos os mesmos, pois os que temos na reserva. não tem nenhuma tarimba, experiência e culhão para serem titulares e fim de papo.
    Saudações atleticanas a todos!

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 13:40
    Permalink

    Não gostei do texto. Galo jogou como o regulamento permitia. Era partida eliminatoria e a vntagem era enorme, para que correr mais riscos? Agora se fosse valendo 03 pontos eu entendo que a postura deveria ser outra mesmo. Mas o importante é que estamos nos grupos e agora podem esperar um Galo muito mais arisco a começar pela quarta feira de cinzas!!!!!

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 14:41
    Permalink

    Caros co-torcedores!
    Desde que anunciada a saída de T Larghi para a contração de L Culpi, discuto com atleticanos mais próximos sobre este treinador ancião que ora se apresenta em nosso time do coração.
    O atual tem 38 (trinta e oito) anos de carreira como treinador, jamais levantou um título de série A, nem no Japão.  Venceu duas ou três copas do Brasil com times prontos… sempre arrumou confusão com jogadores importantes  em qualquer equipe que ele esteja, só no Galo, Renato Gaúcho, R Menezes, D Tardelli, Jô, Ronaldinho , e outros.
    O que esperar do Galo na LA 2019 com esse técnico? Temos um jovem promissor pra ala direita, mas o treinador insiste em Patrick. E para completar meu descontamento, ontem me preparei para assistir a uma goleada do Galo, mas fui acordado do sonho, ao ver a escalação. E isso não foi o pior. Hoje leio em todos os veículos de comunicação esportiva, uma narrativa de superação do nosso time. Eu esperava no mínimo, uma reprimenda da diretoria, pelos constantes atos de negligência  de nossa Comissão Técnica (Leia se Levi Culpi) vem comentendo. Resumindo, o Galo pode não ter um dos melhores times, mas certeza que ten um técnico muito aquém de nossa grandeza! Precisamos escolher melhor nossos ídolos e para os medíocres, dê lhes o microfone, pois sempre haverá quem se deleite com as entrevistas de um cabotino travestido de treinador de futebol.

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 17:31
    Permalink

    Boa tarde, concordo com o Márcio Silva. Gente, é Libertadores, não é Campeonato Mineiro. O Galo entrou em campo com 2×0 a favor, pra que arriscar? No segundo jogo contra o Danúbio, com 3×0 no primeiro tempo, tomamos sufoco e quase ficamos de fora. Ontem administrou o jogo, sem tomar susto e levamos a classificação mesmo com um jogador a menos. Que chateação realmente, após o jogo ver muitos torcedores criticando o time, técnico. Mania de criticar, estamos classificados, isto é o que importa. Contra o Cerro tenho certeza que o rítimo será outro, a agressividade voltará. Vamos apoiar o time, incentivar como foi foi feito. Até o Patrick, tão criticado, tem feito a sua parte. Pra cima deles Galo.

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 23:18
    Permalink

    Boa Noite,

    Dizem que a idade traz experiência, no caso do Levi, covardia.
    Time com três volantes a lá Felipão, pode ser ofensivo, porém, os mesmos tem que ser qualificados, imagine no lugar do Elias, o Jair ou o Gustavo Blanco, aí sim, daria certo.
    Pedimos o José Welison e ele ontem pisou na bola e deu subsídio ao Levi para não mexer na dupla Adilson/Elias.
    Questão de Lógica: Se no Uruguai jogamos sem três volantes, mesmo com o time da casa tendo de fazer resultado e fizemos 2 gols, aqui a situação era a mesma, e porque utilizar de outra estratégia sendo que a anterior já havia dado certo.
    Seria coisa de burro ou de invencionice deste mesmo burro.
    Como sempre digo, ontem ficou bem claro que da forma que o time foi armado o Ricardo Oliveira não recebeu nenhuma assistência e se tornou nulo dentro de campo.
    Centroavante vive de assistência.
    Boa notícia, jogos no Mineirão, quatro já confirmados, então, que a massa faça sua parte e encha o estádio.
    Por final, nosso time alternativo teria ganho pelo menos de uns 2 gols ontem.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *