Se a liderança é ali, é para lá que eu vou! Arquibancada Feminina

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Por: Carol Castilho

 

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Youtube: youtube.com.br/falagalo13

 

O que você estava fazendo há 32 anos? Bom, eu nem era nascida, a minha mãe nem pensava em ter filhos. Ela sempre conta que a sua paixão pelo futebol começou na Copa de 1982, na Espanha. Como ela sempre diz, com a Seleção Canarinho com Luisinho, Cerezo e Éder, só para entrar neste clima de Copa América. Como o tempo voa…

Há 32 anos o Galo vencia o CSA por 2 a 0 fora de casa, no Estádio Rei Pelé, um jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. Nós atleticanos esperamos que a história se repita neste domingo. O Atlético recebe o time alagoano, ás 19 horas, no Horto.

O Galo pode provar a sua força no caldeirão e dormir na liderança do Brasileirão 2019.

O pré-jogo de hoje será com a ‘Arquibancada Feminina’, as torcedoras Cecília Oliveira e Tâmara Santos vão nos contar suas expectativas para o jogo e as principais notícias do elenco atleticano desta semana.

Curta mais uma edição da ARQUIBANCADA FEMININA.

CONFIRA!

 

Um jogo sem tradição. Enquanto o time alagoano está lá em baixo na tabela, o Atlético entra em campo com um único objetivo: a liderança.

A torcedora Tâmara Santos, de 22 anos, nos fala o que espera da partida, mas não acredita que será um jogo fácil:
“Apesar do desanimador início de temporada, o time vem se virando bem e a arrancada nas rodadas iniciais foram fundamentais para a nossa posição hoje. O CSA é um dos times mais fracos da competição e jogaremos em casa, mas sabemos que isso não quer dizer muita coisa. Esse mesmo CSA conseguiu um empate contra o líder Palmeiras e tem se mostrado valente. Não acredito que será um jogo fácil, mas estou confiante na vitória. O time precisa estar muito focado e procurar ser mais efetivo, principalmente pelo fato de que o goleiro do CSA, Jordi, tem feito boas partidas, fechando o gol e evitando goleadas. Além disso, vale a pena dar atenção especial ao Matheus Sávio, que é um excelente jogador e pode nos dar dor de cabeça. Outra mudança importante para a partida será a volta de Réver. Com isso, ganhamos uma segurança um pouco maior no setor defensivo. O esquema do time vai estar bastante ofensivo com Alerrandro, Cazares, Luan e Chará. O último, apesar de ter ficado de fora da lista da Colômbia para a Copa América, tem feito bons jogos e será peça importante na ligação do ataque. Indo pela lógica, acredito que o jogo será bem animado e o time entrará com uma postura diferente do que vem mostrado. Com as mudanças, deve ir para cima e arrisco um placar de 3×1. Pelo Galo, Alerrandro marcando duas vezes e Cazares. Pelo lado do CSA, Matheus Sávio”.

ARQUIBANCADA FEMININA

Ricardo Oliveira não treinou com a equipe, muito provavelmente não entrará em campo, pois ainda sente muitas dores. De imediato, quem ocupa a vaga é o garoto Alerrandro. Será a chance de cravar a titularidade?

Cecília Oliveira, 33 anos, professora.
“Sou fã do Ricardo Oliveira, o acho um excelente jogador. Porém, futebol é momento e neste momento Alerrandro está pedindo passagem. Se ele jogar o que jogou nas últimas partidas e as bolas chegarem, tem tudo pra fazer gols, sim, no plural, e quem sabe conseguir uma vaga no time titular”.

Tâmara Santos, 22 anos, estudante de engenharia
“Um ponto importante na partida é a titularidade do jovem Alerrandro, que apesar de ter feito um 2018 abaixo do esperado, nesse ano tem voado e mostrado ter competência o suficiente para ser titular. Ao meu ver, Ricardo Oliveira precisa ficar esperto com o garoto, sua titularidade está mais que ameaçada. Essa é a chance do Alerrandro se consolidar de vez”.

Nesta busca por treinadores, Abel Braga caiu no Flamengo, que acabou de acertar com Jorge Jesus. Abel é um bom nome para técnico do Atlético, ou seria melhor efetivar Rodrigo Santana?

Cecília Oliveira:
“No ano passado, quando Larghi caiu, eu queria muito o Abel no Galo. Hoje não mais. Acredito que o Santana ainda esteja ‘verde’, porém, para contratar um técnico teria que ser com um estilo mais parecido com o dele, para que possam trabalhar juntos. Entre Abel e Santana, hoje eu sou mais o Santana”.

Tâmara Santos:
“A parada para a Copa América está se aproximando, com isso, a ansiedade para saber quem será o novo técnico alvinegro aumenta. Abel Braga se demitiu do Flamengo, que acabou contratando o cogitado Jorge Jesus, e muitos estão o tratando como possibilidade. Sou fã do técnico como pessoa, tem uma carreira vitoriosa, mas sua passagem pelo Flamengo mostrou que ele não aguenta mais a pressão do futebol. Abel sofreu muito nos últimos anos, em sua vida pessoal, e acredito que está na hora de deixar o futebol de lado e se cuidar, aposentar enquanto é respeitado. O Atlético precisa de um técnico jovem, que implante uma nova filosofia que combine com as ideias da diretoria, principalmente com as do Rui Costa. Espero que a demora para contratar seja pela busca certeira e que não se repitam os mesmos erros do passado, confiando o planejamento nos mesmos medalhões que já estão ultrapassados. Na pior das hipóteses, o melhor caminho é dar um voto de confiança ao Rodrigo e efetivá-lo até dezembro, gastando tempo e dinheiro para reforçar o elenco, que é bem carente”.

 

O contrato de Denílson terminou na Arábia Saudita e o jogador retornou ao Galo. Tem algum espaço no time atual?

Cecília Oliveira:
“Denílson foi um dos tantos erros de Alexandre Gallo no ano passado. Não tem espaço no Galo. Para mim, não é jogador para o Atlético”.

Tâmara Santos:
“Sobre o Denílson, não acredito que tenha espaço aqui, mas é uma boa moeda de troca, já que teve uma boa passagem na Arábia. Porém, o jogador precisa passar por tratamento devido a uma lesão, o que complica um pouco futuras negociações. Vamos aguardar pra ver”.

 

Leonardo Silva, o “Testa de Ferro” da Libertadores 2013, renovou por mais seis meses . Você acredita que ele ainda tem gás para acompanhar o Galo no restante da temporada?

 

Cecília Oliveira:
“Fico feliz com a renovação do Léo Silva, pois acredito que sua renovação reforce o elenco do Galo. Não acho que ele ainda aguente jogar regularmente, mas quando foi requisitado este ano entrou bem. Além disso, é uma liderança dentro e fora de campo”.

Tâmara Santos:
“Sobre o Léo, fico feliz por ter mais seis meses de contrato e espero que ele faça uma digna partida de despedida ao lado do Réver. É muito importante ter um jogador do quilate do Léo no nosso banco, o que não dá é para contar somente com ele durante uma temporada inteira”.

 

Lucas Hernández é o primeiro reforço de Rui Costa no Galo. Meninas, o que vocês acharam desta contratação?

 

Tâmara Santos:
“Por falar em contratações, graças a Deus a diretoria conseguiu contratar um lateral-esquerdo e teremos uma opção para bancar Fábio Santos. Lucas Hernández é o novo jogador do Galo, o lateral é bastante competente no ataque, tem uma visão de jogo muito boa, joga com muita raça e chuta muito bem de fora da área, já fez inclusive alguns golaços assim. O time ganha na bola parada e na velocidade do contra-ataque. Em contrapartida, ele não parece ser tão bom defensivamente, é um ponto que precisa ser trabalhado na medida da necessidade. No geral, achei uma contratação bastante interessante e espero que ele ganhe a titularidade.”

Cecília Oliveira:
“Gostei muito da contratação do Lucas Hernández. Gostei de como o Rui Costa trabalhou, quietinho na dele, quase como um mineiro que come quieto. Confesso que não conheço muito sobre nosso novo jogador, porém, li muitas coisas boas sobre ele. E é aquilo, futebol é momento. Fábio Santos é um grande jogador que passa por um momento ruim, então, a chegada de um jogador da posição pode pressioná-lo ao ponto de fazer com que ele melhore sua produção. E quem ganha com isso é o Galo. Hoje, pra mim, Hernández chegaria pra ser titular.”

 

Quero agradecer a colaboração das torcedoras Tâmara Santos e Cecília Oliveira. Meninas, muito obrigada pelo tempo reservado e análises feitas.

Então, torcedora, curtiu a participação? Você também pode participar da nossa ARQUIBANCADA FEMININA, basta entrar em contato pelas redes sociais do Fala Galo.

 

Revisado: Jéssica Silva

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

38 comentários em “Se a liderança é ali, é para lá que eu vou! Arquibancada Feminina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *