De mão cheia: Galo goleia o Tupynambás e é líder do Campeonato Mineiro - FalaGalo

De mão cheia: Galo goleia o Tupynambás e é líder do Campeonato Mineiro

 

 

Jéssica Silva
26/01/2020 – 19h22
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

O jogo entre Atlético e Tupynambás, disputado na Arena Independência, marcou o encontro entre o treinador Rafael Dudamel e a Massa Atleticana. Atuando diante do torcedor, o Galo aplicou uma bela goleada no time visitante e venceu a partida pelo placar de cinco a zero.

O novo comandante alvinegro já demonstrou ter interesse em utilizar o Campeonato Mineiro para testar jogadores. É verdade que o nível do estadual não serve como parâmetro para as demais competições, mas a atuação que vimos esta tarde no Horto foi muito agradável e trouxe otimismo.

Gabriel voltou ao Atlético após um ano emprestado ao Botafogo. Já na primeira rodada do Campeonato Mineiro, contra o Uberlândia, o zagueiro havia feito uma boa partida. Contra o Tupynambás, o defensor abriu o placar no Horto com um gol de cabeça que coroou sua boa atuação.

Mailton, jovem lateral, foi destaque no Independência. Escalado para substituir Patric, o garoto foi decisivo e participou de três dos cinco gols atleticanos. Além de marcar o segundo gol do Galo, o ex-Operário se movimentou bem, serviu seus companheiros e mostrou ter tudo para tomar conta da lateral direita e nos livrar das incertas atuações de Patric. Se sua apresentação diante do Tupynambás foi o cartão de visita para o que está por vir, o lateral foi um baita acerto do Atlético.

Apesar de pouco tempo de treinamento, o time de Rafael Dudamel se mostra encaixado e com ações rápidas. Vencer um adversário frágil como o Tupynambás e com uma vantagem numérica, já que os visitantes tiveram uma expulsão já no início do primeiro tempo, é algo que já se esperava do Atlético. No entanto, ver que os jogadores não se deram por satisfeitos com o placar até o apito final nos faz pensar que nesta temporada pode haver mais gana de vencer por parte dos atletas alvinegros e também do comandante.

Mesmo com uma vantagem de dois a zero no placar, o Galo voltou para o segundo tempo a fim de jogo. Fábio Santos, de pênalti, marcou seu segundo gol na temporada e o terceiro do Atlético na partida. O time de Dudamel dominava o Tupynambás e o placar elástico não foi nada surpreendente.

Zagueiro e laterais já haviam balançado as redes, mas ainda faltava o gol de quem está ali para isso: Franco Di Santo. Em uma tarde de gols, não poderia faltar o tento da referência do ataque e o camisa 26 guardou o seu após um rebote. Bruno Silva, que acabara de entrar em campo, recebeu bom lançamento de Mailton e marcou um belo gol, fechando a conta no Horto.

 

O Galo fez seu dever de casa. Não encontrou dificuldades para trocar passes, se infiltrar na área adversária e envolver os visitantes. Se aproveitou da fragilidade do Tupynambás e de sua desvantagem numérica, construindo um ótimo placar e se mantendo na liderança do campeonato estadual.

Tarde de uma bela estreia de Mailton na lateral direita e de Dudamel diante da Massa Atleticana, além da atuação segura dos atletas alvinegros. Que o Galo possa manter as boas apresentações no Mineiro, ganhando cada vez mais confiança e evoluindo sempre, a fim de estar preparado para os grandes desafios da temporada. Uma grande vitória em campeonato estadual não é garantia de um ano vitorioso, mas nos permite sonhar com dias melhores.

ATLÉTICO 5 X 0 TUPYNAMBÁS

Atlético:
Michael; Mailton, Igor Rabello, Gabriel e Fábio Santos; Zé Welison, Jair (Ricardo Oliveira, aos 35/2°T) e Allan; Edinho, Hyoran (Bruninho, aos 22/2°T) e Franco Di Santo (Bruno Silva, aos 15/2°T)
Técnico: Rafael Dudamel

Tupynambás:
Renan Rinaldi (Bruno, aos 8/1°T); Henrique, Adriano, Diego Augusto e Lúcio; Léo Salino, Allan e Sávio; Vanger (Graffite, aos 31/1°T), Ygor e Ademilson (Sílvio Gomes, aos 25/2°T)
Técnico: Zé Luís (interino)

Gols: Gabriel, aos 32/1°T; Mailton, aos 40/1°T; Fábio Santos, aos 3/2°T; Franco Di Santo, aos 12/1°T; Bruno Silva, aos 22/2°T
Cartão amarelo: Vanger, aos 25/1°T
Cartão vermelho: Henrique, aos 27/1°T

Motivo: 2ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte
Público: 13.065
Renda: R$ 151.890,00
Data e horário: domingo, dia 26 de janeiro, às 16h

Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Marcus Vinícius Gomes

3 comentários em “De mão cheia: Galo goleia o Tupynambás e é líder do Campeonato Mineiro

  • 27 de janeiro de 2020 em 04:45
    Permalink

    Bela vitória do Galo!
    Apesar de não ter gostado da não escalação de Marquinhos, não tem como cornetar Dudamel.
    Que Mailton não seja vendido precocemente a exemplo de Emerson. Mais 10 anos de Patric, não dá. Na verdade nem um dia a mais.

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2020 em 09:37
    Permalink

    Cara da goleada não da pra falar nada que o time é muito fraco. Na verdade do interior tirando Caldense e URT que sempre tem equipes mais estruturadas, ja que o Vila acabou, as demais são fraquíssimas. Do jogo deu pra ver que falta um armador, o Galo quase não criou, os gols não sairam de jogadas trabalhadas mas sim da fragilidade do adversario. Algumas peças mostram que são fracas para ficarem no elenco. Casos de Pastor, Di Santo, Edinho, Bruninho e ainda bem que não entrou Bolt. Da pra fazer uma economia boa com esses ai e trazer um armador e um atacante que chegue pra fazer diferença.

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2020 em 09:45
    Permalink

    bom dia massa. o mailton fez em 90 minutos que o patrick em 10 anos não fez. foi bom a Vitória mas jogamos com uma equipe fraca nada de iludir com este time. se não vier os camisas 6.9.10 esquece títulos em 2020.ontem mostrou que pastor pipoqueiro e Di Santo não serve nem para ficar no banco de reservas. vá galooo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *