Guilherme Arana: solução a caminho! - FalaGalo

Guilherme Arana: solução a caminho!

 

 

Lucas Malveira
24/01/2020 – 10h
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

Clique e siga nosso Facebook

Se um bom time começa por uma boa defesa isso engloba ter um bom lateral-esquerdo. Nos últimos anos, porém, esse é um dos principais entraves para a tranquilidade do atleticano. A posição em que já tivemos vários craques, como Paulo Roberto Prestes e Jorge Valença, é hoje sinônimo de pesadelo para à massa, que vê em Guilherme Arana a solução dos problemas. O lateral-esquerdo desembarca em BH na próxima terça-feira, para realizar exames e assinar contrato com o Atlético.

Para os que acham que o problema é atual, não se enganem. Para exemplificar o cenário vexatório das contratações do Atlético para a posição, vamos a nomes e números de alguns jogadores (dos cerca de 30) que passaram pelo clube nos últimos 15 anos.

Léo de Deus (2004), Esquerdinha (2005), Bruno Barros (2008), Luis Gustavo (2008), Wellington Saci (2009), Triguinho (2012), Pedro Botelho (2015) e Mansur (2016) são algumas demonstrações claras de apostas e erros para solução da problemática supracitada, visto que fazem parte de um grupo de mais de 70% dos laterais-esquerdos que completaram, no máximo, 15 jogos no clube a partir de 2004. Após esse período, apenas Thiago Feltri (137 jogos), Rubens Cardoso (99 jogos), Júnior César (71 jogos), Leandro (57 jogos), Emerson Conceição (27 jogos), Douglas Santos (102 jogos) e Fábio Santos (com 204 atualmente) tem mais de 20 partidas pelo clube (jogadores como Júnior e Richarlyson dividiram funções de meio-campo e defesa, logo, não entraram na lista).

Reflexo da desorganização e da falta de planejamento da equipe, a vasta lista pode ser pausada com a chegada de Guilherme Arana. A negociação quase sacramentada (falta exames médicos e assinatura) com o Sevilla pode dar ao Atlético o lateral eleito o melhor da posição no Brasil, em 2017, ano em que Arana foi campeão brasileiro atuando pelo Corinthians. A solidez defensiva tão desejada pela torcida pode, enfim, ser alcançada a partir de 2020, junto à tranquilidade da certeza de que não teremos um lateral com, no máximo, 15 atuações, como ocorreu com os mais de 70% que passaram por aqui ao longo das últimas duas décadas.

6 comentários em “Guilherme Arana: solução a caminho!

  • 24 de janeiro de 2020 em 14:35
    Permalink

    À época, o Paulo Roberto Prestes não era considerado nenhum craque.
    Ao contrário, era até fraco. Mas, muitos ex jogadores hoje são chamados de craques, sem o merecerem – Marques, Guilherme (centroavante), Valdir do bigode – Até o horroroso Tobias foi chamado de grande jogador em uma rádio.

    Resposta
  • 24 de janeiro de 2020 em 15:50
    Permalink

    Boa tarde Massa Atleticana!
    Como se diz, “a esperança é a última que morre”…e se ela estiver morrendo temos que dar um jeito de ressuscita-la senão perde-se o sentido da existência.
    Entendo ser o que se aplica ao Galo e ao Atleticano, não podemos deixar de acreditar que teremos dias melhores, independente do gênio que eventualmente ocupe a cadeira de presidente da nação alvinegra.
    o fato que me deixa intrigado é o Brasil deixar de ser um celeiro de craques e se tornar um produtor de pernas de pau e chutadores de tijolos. me pergunto, o que aconteceu?
    Estamos tendo de importar possíveis futuros jogadores, ou seja, apostar alto e na incerteza.
    Por estas e por outras não devemos deixar de acreditar…
    Saudações Alvinegras.

    Resposta
  • 24 de janeiro de 2020 em 16:23
    Permalink

    Fico só observando o galo contratando jogadores jovens que saíram do país e não deram certo com a esperança de vendelos novamente com lucros, se o cara foi vendido como promessa e não vingou, as grandes jovens promessas do futebol vão para os grandes clubes e não volta antes do 30 anos quem vai ser chegar lá fora e joga

    Resposta
  • 24 de janeiro de 2020 em 16:52
    Permalink

    Marques carregava aquele ataque sozinho,em um time horrível.por isso o coloco num nível alto na história do futebol.vc jogar muito no Santos de 62,inter de 75,galo e Flamengo de 80,são Paulo de 92,palmeiras de 97,Cruzeiro de 03,e Flamengo atual é fácil.

    Resposta
  • 24 de janeiro de 2020 em 18:18
    Permalink

    Prezados,
    Jogador sem mercado na Europa, ser craque? Sei lá.

    Resposta
  • 24 de janeiro de 2020 em 19:10
    Permalink

    Gostei e concordo com os dizeres deste colunista; e tomara que o Guilherme Arana venha e seja a solução, Fábio Santos jogou muito no Corinthians e São Paulo, já veio para o galo acomodado e hoje já não tem muito preparo não.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *