Atlético vai contabilizando vexames na temporada

 

 

Carol Castilho
Do Fala Galo, em Belo Horizonte
04/10/2019 – 08h

A vida do Atlético no Campeonato Brasileiro 2019 não está nada fácil!

O alvinegro tem apenas um campeonato para se concentrar e mesmo assim está com dificuldades. Apresentando um “futebol” medíocre na última quarta-feira, perdeu de virada por 2 a 1 para o Vasco, na Arena Independência.

É impressionante como o Galo acaba com a nossa autoestima de torcedor! Vejam bem, antes da parada para a Copa América o jovem técnico do Atlético, Rodrigo Santana, vivia dizendo que tudo seria diferente e que seria crucial para a recuperação da equipe. Realmente está sendo diferente, só que está de mal a pior. Das últimas oito partidas o Galo só venceu uma, nem podemos zoar o rival em paz porque, para ser bem sincera, eu estou temendo pelo que vem pela frente. Algo tem que ser feito urgentemente!

Você acha que neste segundo turno o Galo pode brigar para não cair?

Enfim…. Vamos saber o que as mulheres do Galo têm a dizer sobre essa situação que estamos vivendo. As torcedoras Mariana Araújo, Bruna Vargas e Samira Silva analisam o momento do Atlético.

Iago Maidana tenta avançar, mas é desarmado / Foto: Cantini
ARQUIBANCADA FEMININA! 

Bruna Vargas, de 19 anos, faz uma análise do 1 ° tempo: “O Atlético sofreu muito com o Vasco desde os minutos iniciais da partida, se mostrando um time muito desorganizado e lento. A falta de criatividade vem sendo cada vez mais visível e o adversário se aproveita disso, anulando todas as jogadas que o alvinegro articula. Assim, o Atlético acaba sendo pressionado por qualquer time, em pleno Independência. Apesar de o 0x0 ter sido o placar dos primeiros 45 minutos, o jogo se encaminhava para a vitória do time carioca”.

A estudante acredita que o técnico do Galo se perdeu com o time que tem em mãos: “O Atlético não mostra esquema tático, padrão de jogo e depende muito do brilho individual de alguns jogadores. Além disso, o treinador insiste em peças que não resultam em nada e se mostra muito incoerente a cada escalação ou substituição, alternando peças e evidenciando o desespero em relação ao elenco que tem em mãos. O comandante alvinegro tem 51,8% de aproveitamento, sendo maior apenas que o de Rogério Micale nesses últimos anos” finalizou.

Mariana Araújo, de 29 anos, faz uma análise do 2° tempo: “O Galo retornou ao campo tentando achar seu gol e controlar a partida, apesar da desorganização tática desde o primeiro tempo. Particularmente, a sensação que tive era que o time estava pouco entrosado e com uma falta técnica absurda, parece que é um combinado de jogadores escolhidos para entrar em campo cinco minutos antes da partida. O Atlético é um time torto, que tenta buscar os ataques exageradamente pelas laterais, porém, isso não tem funcionado há tempos. Após achar seu gol, tomou o empate em um lance absurdo do Patric, o que deixou o time mais desorganizado ainda. O Galo ficou sem saídas, as mexidas do Rodrigo, mais uma vez sem sentido, não alteraram um possível esquema tático, levando o Galo a mesmice e, consequentemente, a mais uma derrota.”

MELHORES EM CAMPO: “Difícil falar em melhores em campo depois dessa partida bisonha, mas para mim Igor Rabello foi quem menos prejudicou e tentou algo.”

PIORES EM CAMPO: “Já os piores poderiam nomear vários, porém Patric foi simplesmente patético na sua atuação. Já disse e repito: grande ser humano, péssimo jogador de futebol. Não tem justificativo ser o lateral titular do Clube Atlético Mineiro”.

Para a advogada, o Atlético precisa de renovação: “Sem chance. Um time para ser campeão, antes de qualquer coisa precisa de profissionais que queiram vencer, que tenham vontade de fazer história e se entreguem em campo para isso, alinhado a técnica e a um conjunto forte, porém, isso tudo falta aos jogadores e ao atual elenco do Galo. A verdade é que o Atlético não tem time nem para ser campeão mineiro, precisa urgente de renovação.”

Os jogadores do Atlético reclamaram muito deste lance, onde o atleta do Vasco coloca a mão na bola / Foto: GE

Samira Silva, de 19 anos, acredita que o Galo não brigará para não cair para a 2 ° divisão: “Acho que devido à boa campanha que fizemos no início do campeonato, ele não tem tanto risco assim (mas tudo pode acontecer) de brigar para não cair, mas acredito que não alcance o objetivo, que era conseguir uma vaga no G6″.

Para a torcedora, Rodrigo Santana pode cair: “Infelizmente, acho que é um dos técnicos promissores que vai cair por incompetência da própria diretoria e do elenco que tem em mãos. E também sabemos o histórico frequente de quedas de treinadores que o clube tem.”

 

GOSTOU? Siga nossas redes sociais. Clique nos links abaixo e fique por dentro dos bastidores do Atlético.

Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
YouTube: youtube.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Site: falagalo.com.br
Edição: Jéssica Silva
Edição de imagem: André Cantini