Arena MRV: aumento dos custos por compensação não sairá do bolso do Atlético - FalaGalo

Arena MRV: aumento dos custos por compensação não sairá do bolso do Atlético

 

 

Angel Baldo, Silas Gouveia e Betinho Marques
Do Fala Galo
13/01/2020 – 07h
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

O Fala Galo apurou que o aumento de custos para intervenções viárias e compensações não afetará os cofres do Atlético.  Nos últimos dias muito foi falado sobre o acréscimo de valores que pode beirar os R$ 540 milhões de reais, o que geraria uma variação de 130 milhões para o primeiro orçamento (R$ 410 milhões).

Só em contrapartidas, estima-se um valor de 80 milhões a mais. Ainda é preciso considerar a inflação com base em um orçamento concebido há dois anos. Estima-se que o “delta” de inflação chegue a cerca de 10% até o fim da obra, o que geraria aproximadamente R$ 50 Milhões de acréscimo . Ou seja, 

410 (orçamento antigo) + 80 de compensações + 50 inflação = Aproximadamente 540 milhões. Variação de R$ 130 milhões acima!

O que o FG ainda apurou, é que também, a capacidade do estádio à época era de 41.800 para o cálculo, hoje trabalha-se na data atual com 46.000 espectadores. Desta forma, além de orçar de forma conservadora no plano de negócios (considerando piores condições), o estádio terá ainda mais cadeiras a comercializar e outras fontes de receita como o estacionamento e sua comercialização.

Por fim, a venda dos 49,9% valia R$ 250 milhões em 2017, agora beira os R$ 300 milhões de reais. Portanto, a variação passaria para uma equalização da seguinte forma:

Conta de padaria:  130 acima – 50 (da valorização dos 49,9% Diamond vendidos) – Venda de mais cadeiras a mais – Receitas com estacionamentos e outros = 0

Desta forma, como garantem os responsáveis pelo empreendimento: “São ajustes para daqui 30 meses termos a nossa casa. Não sairá nada dos cofres do Atlético. Arena vai ficar pronta sem nenhum recurso do clube, e quando estiver pronta mudará ainda mais o patamar do Atlético”.

Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

3 comentários em “Arena MRV: aumento dos custos por compensação não sairá do bolso do Atlético

  • 13 de janeiro de 2020 em 13:47
    Permalink

    Já escrevi aqui mesmo, não sou diretor nem conheço algum, porém desde o começo da gestão Sete Camara, tenho gostado de sua gestão, inclusive discutidos com alguns amigos, para terem paciência que o resultado do trabalho vai aparecer. Não é atoa que temos dois grandes Atleticanos, que estão apoiando e agora contribuindo, com o CAM. Temos que honrar” Eu Acredito”.
    Vou dar uma sugestão ao clube, sou Galo Na Véia Preto, no novo modelo, minha informação é que será reduzido a mensalidade. Minha opinião é tem para ajudar o Galo, não para ter ingresso.
    Para isso tem outras modalidades.
    O Galo Preto é para quem tem pouco recurso e quer contribuir para um Clube Maior.

    Resposta
  • 14 de janeiro de 2020 em 15:55
    Permalink

    Não concordo com o Sr. Claudionor ! A adm do Sette Camera é amadora . Como pode uma adm . Contratar o Levir Culpi sabendo que o mesmo era fim de linha . Como pode uma adm gastar com dois jogadores e nem se quer utiliza -la … o lateral e um meia … como pode um time como o Atlético servir de laboratório pra técnico? Na minha opinião o cara é quem esteja com ele é amadorismo puro . Outra coisa . O estádio foi aprovado sua construção e ninguém fala mais nada …

    Resposta
  • Pingback:Arena MRV: Valorização da venda parcial do Diamond finalizada em R$ 296,8 milhões - FalaGalo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *