Zagueiros: adaptações dos jogadores e mais testes com novas peças - FalaGalo

Zagueiros: adaptações dos jogadores e mais testes com novas peças

 

 

Cássio Lima
09/01/2020 – 17h23
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

Clique e siga nosso Facebook

Diante do começo de temporada do Galo, podemos perceber alguns setores que inicialmente estavam prontos se tornarem um possível problema para a continuidade da temporada.
Nesse caso em especial, vamos falar sobre os zagueiros e a divergência dentro de campo em que se encontram.

Inicialmente, o técnico Dudamel optou por uma zaga titular formada por Gabriel e Réver, se contradizendo ao período de teste, campeonato mineiro, ou seja, muito cedo para definição de jogadores titular e causando estranheza na torcida, visto que esperam uma zaga formada por Igor Rabello e Gabriel. O quarto zagueiro do elenco, Iago Maidana, por exemplo, foi testado somente na quarta partida do campeonato mineiro com um time já intitulado “reserva”.

A partir desse ponto, analisamos então os zagueiros do time atleticano. Gabriel que voltou do Botafogo foi o jogador que mais chamou atenção do treinador e foi titular absoluto na maioria das partidas desde sua estreia, mas mesmo com o período de adaptações de Dudamel, já falhou em algumas situações, como a “parede” no centroavante adversário e um ar de insegurança é passado para o torcedor. Réver, pela sua idade, dentro de campo se mostrou inapto para situações de maior rapidez e consequentemente tempo de bola, inclusive, desde o ano passado tem sofrido com um histórico de lesões. Rabello que é uma das peças que a torcida mais gosta, tem uma deficiência aérea grande, assim como Maidana, que, além disso, também é falho tecnicamente com a bola no chão.

Os defeitos às vezes ficam mais evidentes devido as consequências dos lances na partida, um gol sofrido, bolas aéreas em disputa perdidas, lances de infiltração dos atacantes adversários que geram situações perigosas de gol. Porém, não somente de falhas os zagueiros atleticanos convivem, também possuem qualidades. Gabriel é rápido e consegue ser efetivo nas bolas aéreas. Réver carrega consigo a experiência dos anos vividos no futebol. Rabello é muito bom em bolas no chão, xerife nesse quesito, não costuma ter falhas. Maidana é a maior incógnita nessa zaga atleticana, se mostrou falho em diversas situações, tanto em bolsa aéreas como bolas ao chão.

Nesse ponto, observamos a falta de encaixe entre os atuais jogadores do elenco. Por isso, a zaga mais pedida atualmente é Gabriel e Rabello, que conseguem se complementar melhor diante das peças hoje. Formaria uma zaga jovem, com cobertura aérea e velocidade de Gabriel e a qualidade técnica de Rabello com a bola ao chão, rebatidas e parede para os atacantes.
Hoje no futebol é de difícil acesso encontrar jogadores completos para as funções que necessitam de parceiros dentro de campo, como os zagueiros por exemplo. O encaixe perfeito entre os jogadores desta posição demanda não somente características pessoais, mas de esquemas táticos que consigam se adaptar em funções em campo junto a outras peças de outras posições no jogo.

Desta forma, conseguimos pensar no elenco atual com uma estrutura de jogadores que já tem suas qualidades e defeitos definidos e consequentemente sofrer adaptações de acordo com a ideia do treinador venezuelano. Além disso, para o restante da temporada seria eficaz, por exemplo, ter testado Vitor Mendes que foi de empréstimo ao Guarani ou jogadores da base, como Léo Griggio, que treinou junto as profissionais, para quem sabe dentro de campo mostrar serviço e ganharem credibilidade com o técnico alvinegro.

Portanto, alguns questionamentos sobre os atuais zagueiros alvinegros pairan no ar: os quatro zagueiros do elenco profissional conseguirão manter um ritmo se jogo, sem lesões e com as mínimas falhas? Se consequentemente uma lesão for constata em algum zagueiro, os jovens terão a oportunidade de aparecem com a camisa alvinegra?

Dessa maneira, concluímos que, como em todos os anos, a base pede passagem e precisa de oportunidades para o atual elenco, caso contrário, é imprescindível pensar em uma contratação de um jogador que tenha o status de titular para chegar ao time atleticano e formar uma dupla de zaga com a melhor opção para adaptação entre a parte defensiva do campo.

Um comentário em “Zagueiros: adaptações dos jogadores e mais testes com novas peças

  • 9 de fevereiro de 2020 em 23:24
    Permalink

    Como ler e ouvir tanta asneira sem fundamento! Haja paciência! O Gabriel sim poderia ter sido mais ativo no lance do primeiro gol do time Argentino, mas generalizar como fez este blog é no mínimo, insanidade! Aliás, descredibilidade!!! Acorda FALA GALO!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *