No sufoco: Atlético joga mal, mas avança na Copa do Brasil - FalaGalo

No sufoco: Atlético joga mal, mas avança na Copa do Brasil

 

 

Jéssica Silva
13/01/2020 – 00h22
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

Clique e siga nosso Facebook

Classificado, mas não merecedor.

O Atlético se classificou para a próxima fase da Copa do Brasil jogando diante do Campinense, no Estádio Amigão, em Campina Grande. Apesar da classificação, não há nada que deva ser comemorado, já que para avançar na competição nacional o time comandado por Dudamel contou com a sorte de medir forças com uma equipe limitadíssima. Voltando a apresentar um futebol improdutivo e desorganizado, o Galo fez mais uma partida preocupante, o que coloca em questão até onde vai a paciência do torcedor com uma equipe nada competitiva.

Créditos: Footstats.net

É verdade que ainda estamos no mês de fevereiro, disputando as fases iniciais das competições. Porém, não é possível ignorar o fato de que o time atleticano não demonstra evolução alguma e parece não treinar, já que consegue a proeza de ser sufocado por adversários muito desqualificados, tecnicamente falando. Jogando na Paraíba, o Galo não conseguiu se impor diante de uma equipe de série D, com uma folha salarial de R$100 mil. O empate em zero a zero é consequência da falta de qualidade do Campinense, não de mérito do Atlético, e é aí que está o problema.

Assim como aconteceu em quase todas as partidas do Campeonato Mineiro e no jogo contra o Unión, pela Sul-Americana, a defesa alvinegra se mostrou totalmente perdida e flertou com o perigo de ser vazada pelo modesto Campinense, o que só não aconteceu por pouco, já que a equipe do treinador Oliveira Canindé finalizou com facilidade durante toda a partida.

Além da defesa desconcertada, o meio-campo inoperante e o ataque praticamente nulo também contribuíram para uma partida horrorosa. Durante noventa minutos, o Atlético não foi capaz de ameaçar o adversário com propriedade sequer uma vez e, do início ao fim do jogo, o torcedor atleticano foi incomodado com a possibilidade de ver o Campinense abrir o placar e alcançar a classificação, já que o Galo definitivamente não seria capaz de balançar as redes.

O rodízio promovido por Rafael Dudamel é necessário até certo ponto, pois é de grande importância definir o quanto antes uma equipe para ser considerada titular, composta pelo que há de melhor no plantel. O novo comandante alvinegro precisa entender a necessidade de dar ao Atlético um padrão de jogo, a fim de chegar ao ponto de alcançar uma classificação por merecimento, não por ter sorte em encontrar adversários sem tanta qualidade pelo caminho. É inadmissível que uma equipe da grandeza que tem o Galo se classifique diante do Campinense somente graças ao regulamento.

Há nomes que podem contribuir positivamente para dar uma cara ao Atlético em breve como Nathan, Allan e Marquinhos, que entraram bem no jogo disputado no Amigão, e até Diego Tardelli, que acaba de voltar ao Galo para comandar o ataque atleticano. Ainda contamos com peças que são presenças irrelevantes em campo, mas se tiver a sabedoria de saber separar o joio do trigo, Dudamel pode alcançar um padrão e conquistar a confiança do atleticano.

Com jogos pelo estadual e pela Copa do Brasil pela frente, além da difícil disputa por uma vaga na próxima fase da Copa Sul-Americana, o Galo precisa evoluir o quanto antes. O Atlético hoje é um time confuso, o que deve ser resolvido rapidamente, pois as competições não esperam e o clube não pode mais se dar ao luxo de ser um mero coadjuvante durante toda a temporada. Diante de tantos erros, cometidos principalmente pelo treinador venezuelano que ainda não mostrou a que veio, é bom lembrar que camisa pesa, mas não vence jogo.

CAMPINENSE 0 X 0 ATLÉTICO

Campinense
Adilson; Alex Maranhão, Vitão, Uesles e Matheus Camargo; Peu, Allefe (Vargas, aos 13’ do 2ºT), Gabriel Vieira e Romário; Rafael Ibiapino (Zé Paulo, aos 23’ do 2ºT) e Fábio Júnior
Técnico: Oliveira Canindé

Atlético
Michael; Mailton, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Welison, Jair (Allan, aos 14’ do 2ºT) e Dylan Borrero (Nathan, aos 30’ do 2ºT); Edinho (Marquinhos, aos 19’ do 2ºT), Hyoran e Franco Di Santo
Técnico: Rafael Dudamel

Cartões amarelos: Uesles, aos 32’ do 1ºT (CAM); Igor Rabello, aos 43’ do 1ºT, e Zé Welison, aos 12’ do 2ºT (ATL)

Motivo: 1ª fase da Copa do Brasil
Local: Estádio Amigão, em Campina Grande, na Paraíba
Data e horário: quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020, às 21h30

Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Janystony Rabelo de Melo (PI)

12 comentários em “No sufoco: Atlético joga mal, mas avança na Copa do Brasil

  • 13 de fevereiro de 2020 em 09:37
    Permalink

    Perfeito comentário.
    Se não conseguir dar um minimo de padrão nas próximas partidas (03, 04) pode dar adeus…… Vamos buscar outo técnico enquanto a tempo, mesmo fora de 01 competição, o ano esta apenas começando.
    Outro ponto é o que fazem os auxiliares, e membros da diretoria como Marques e Eder, pessoas que já jogaram e sabiam jogar bola. Como deixar em campo ou manter pernas de paus como Ze Wellison, Rever (ex jogador), Di santo…..
    A esperança e que acerte o esquema tático e entre jogadores em melhores condição (Arana, Gabriel, Tardelli, etc…). Muda Galo, se não vai ser mais um ano de vexame..

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 10:48
    Permalink

    COMO JÁ FOI DITO ESSE ELENCO MONTADO POR SETTE CÂMARA , ALEXANDRE GALLO E RUI COSTA É O PIOR DA SÉRIE A DO BRASIL.
    UM CIRCO DE HORRORES.
    UM AMONTOADO DE PERNAS DE PAU , SEM SABER O QUE FAZER EM CAMPO .
    O PIOR QUE ALÉM DE PÉSSIMOS JOGADORES ESSE ELENCO ESTÁ TOTALMENTE SEM PREPARO FÍSICO.
    UM TIME DESSE ENVERGONHA A TODOS NÓS ATLETICANOS.
    O ATLÉTICO CONTINUA UMA BAGUNÇA TOTAL , SEM COMANDO , NINGUÉM COBRA NINGUÉM.
    FORA SETTE CÂMARA.
    FORA SETTE CÂMARA.
    FORA SETTE CÂMARA.
    FORA SETTE CÂMARA.
    FORA SETTE CÂMARA.
    FORA RUI COSTA.
    FORA RUI COSTA.
    FORA RUI COSTA.
    FORA RUI COSTA.
    FORA RUI COSTA.
    ESSA DIRETORIA É A PIOR DA HISTÓRIA DO GALO.

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 11:09
    Permalink

    Nâo dà para aceitar um jogador como o edinho.como è ruim!fàbio santos,zè welison,di santo(desculpas apenas por nâo receber um cruzamento pelo menos razoavel).DEU VERGONHA ASSISTIR AO JOGO CONTRA O COIMBRA.O DE ONTEM FOI PIOR!MEU NOME ESTA AI,VOU ESTAR AQUI SEMPRE:POR ISTO VOU DIZER,SE NÂO MUDAR CEM POR CENTO,VAMOS VOLTAR A SÈRIE B ANO QUE VEM!

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 11:41
    Permalink

    alguém pode me dizer se o Dadumel ê mesmo treinador de futebol. 7 jogos e até agora vê um xou de horrores parecia um junta junta de peladeiros. rever. Fábio Santos. edinho. José welison nem servem para ser reservas e.este treinador fraco e burro continuar com estes peladeiros de titulares. vergonha.

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 14:50
    Permalink

    Este é o pior time do Galo que eu já vi jogar em minha vida inteira! Zé Uélison, Edinho, Jair, Di Santo etc., estes caras não são jogadores de futebol de jeito nenhum. Estão mais para açougueiro, taxista, porteiro, cozinheiro etc. O Di Santo com certeza está cheio de lombrigas…Que time feio meu Deus..é segundona com certeza. Se o Cruzeiro não subir, em 2021 teremos clássico mineiro na série B.

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 15:37
    Permalink

    Eu faco o que o Dudamel fez sem cobrar nada do Galo.

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 16:16
    Permalink

    Um treinador que insiste com jogadores como Zé Welison, Fábio Santos, Edinho, Hyoran e Di Santo, das 3, uma:
    1) É burro pra caceta
    2) Não entende bulhufas de futebol
    3) Está “comparsado” com a quadrilha de empresários que empurra esses lixos nos clubes.

    Ah…e aquela de além de escalar Patric de titular no jogo passado, e ainda por cima dando-lhe a braçadeira de capitão, foi um mijo na cara dos torcedores, revelando assim que ignora o sentimento da Massa.

    Fora Dudamel!
    Fora Sette!
    Fora Rui Costalixo!!
    Cadeia pra Marques!!!

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 16:43
    Permalink

    O galo merecia perder o jogo. A meu ver escalação equivocada, Jair e Zé Welisom aí invés de Jair como primeiro volante e Allan como segundo e Nathan completando. Marquinhos no lugar do Edinho. Piorando o cara saca o Jair e deixa o Zé Welisom em campo quando ele deveria ser substituído. Só falta preservar no fim de semana.

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 16:48
    Permalink

    Circo de horrores : Dudamerda, Rever, Igor Rabelo, José Welisson, Edinho, Di Santo (esse cara é jogador ?,….sinceramente que já estou com saudade do Carlos, o pior jogador do mundo).
    Ou manda essa turma embora logo, ou vamos visitar o Cruzeiro na série B.
    Toma vergonha diretoria !!!!!!!!!

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 17:52
    Permalink

    Na verdade, eu nunca esperei muita coisa de um técnico venezuelano. A Venezuela, sempre que eu assistia aos jogos, jogava com todos os jogadores atrás da linha da bola. Esse é o estilo do treinador: marcar e não tomar gols. Só que isso é o contrário da história da galo. É uma falta de respeito com a torcida escalar o Zé Wellison de volante. Quem já viu Pierre, Leandro Donizete e, sobretudo, Toninho Cerezo, merece ver a diretoria banindo esse cara do galo. Em Sabará tem jogador de várzea bem melhor do que ele.

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 19:55
    Permalink

    Que experiência esse Gargamel tem como técnico, treinou a Venezuela e lá tem futebol. Que diretoria amadora e este 7 Camara e Rui Costa. Não tem ninguém no clube para falar para este apreendiz de técnico que os jogadores, Réver, Zé Welison, Fábio Santos, Edinho e Di Santo (este é o mais horrível), não dá. Ontem torci para este time sem vergonha perder, para ver se está diretoria de merda ser presssionada e está comissão técnica sair. Sulamericana já foi e a Copa do Brasil não passa dá proxíma fase.

    Resposta
  • 13 de fevereiro de 2020 em 20:18
    Permalink

    SAUDADES DE TELÊ!O time não faz coletivo,nem jogo-treino!Aparentemente…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *