Mesmo com possível procura do Flamengo, Atlético-MG não teme perder Sampaoli neste momento

Foto: Bruno Cantini

Samuel Resende
17/07/2020 – 15h53
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

Clique e siga nosso Facebook

Com a eminente saída de Jorge Jesus para o Benfica, de Portugal, o Flamengo perderia seu treinador, atual campeão da Libertadores e do Campeonato Brasileiro. Assim, terá de ir ao mercado em busca de um substituto, que poderia ser Jorge Sampaoli. No entanto, o Atlético não teme perder seu treinador para o clube carioca neste momento.

As exigências do treinador foram quase todas atendidas com a ajuda dos investidores Rubens Menin e MRV. Foram seis contratações para quase todas as posições em campo. O clube só não cumpriu com todas as expectativas do argentino pelo atual cenário econômico mundial.

O contrato de Sampaoli vai até o final de 2021 e a sua multa é de 2,5 milhões de euros, cerca de 15 milhões de reais, o que não seria um empecilho para o Flamengo. Mesmo assim, a diretoria do Atlético se mostra confiante com a permanência de seu treinador. Além do elenco formado de acordo com o que desejava o argentino, o Galo tem um projeto ambicioso para os próximos anos e Jorge está satisfeito em Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde vive.

 

CONFIANÇA INTERNA

Perguntado sobre a possibilidade, o presidente Sérgio Sette Camara ressaltou que é improvável uma possível saída de Sampaoli. “Acredito que o Sampaoli está feliz aqui. Temos entregue a ele aquilo que foi acertado. Ele está recebendo aquilo que foi combinado. Sobre os jogadores, estamos fazendo ajustes devido à pandemia. Estamos fazendo boas contratações. Ele está adaptado a Belo Horizonte e gosta de trabalhar aqui. Ficaria muito decepcionado se ele saísse do Atlético diante de tudo que está sendo feito neste nosso processo. Seria uma surpresa muito grande e não acredito que isso venha acontecer”, disse o mandatário durante entrevista ao Alterosa Esporte.

Outro a falar sobre o assunto foi o Diretor de Futebol do clube, Alexandre Mattos. “O que temos hoje é um trabalho feito com o Sampaoli, trabalho assinado, firmado e com compromissos, não só contratual, mas com pessoas, com a instituição. Ele, até o momento, me parece um profissional sério, identificado com aquilo que quer e não dá indícios de que não está feliz com aquilo que está sendo feito”, garantiu Mattos, em entrevista a Itatiaia.

 

TÉCNICOS ESTRANGEIROS NA PAUTA

Não há consenso na diretoria do Flamengo sobre quem será o substituto de Jorge Jesus. O treinador português Marcos Silva, que já passou por Watford e Everton, ambos da Inglaterra, é um dos cogitados. Outro nome forte nos bastidores do rubro-negro é do argentino Marcelo Gallardo, considerado um dos melhores técnicos da América do Sul e atualmente no River Plate.