Nos braços da massa, Atlético encara o São Paulo!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Por: Carol Castilho

 

“Galo, esse jogo temos que vencer sigo te apoiando, Galo,
uma vez até morrer. Os momentos que vivi não consigo esquecer,
todos os simpatizantes nunca vão nos entender.”
(música da Torcida Organizada Galoucura)

 

Eu não sei se você é supersticioso, acredita em acaso ou em mera coincidência, mas uma coisa é fato; o Galo tem uma força incrível na Arena Independência. Por um tempo a diretoria alvinegra levou os jogos em que éramos mandantes para o Mineirão, mas não obtivemos o resultado desejado e voltamos para o Horto. O estádio pode ser considerado a nossa segunda casa, foi palco de momentos emocionantes e é um ambiente íntimo. Acredito que seja por conta de sua arquitetura, com arquibancadas íngremes e bem próximas ao campo, o que deixa a torcida muito próxima do jogo. Há uma troca de energia entre time e torcida inexplicável e claro, uma grande pressão no adversário. É um verdadeiro caldeirão.

O último compromisso do alvinegro antes da parada para a Copa América será diante do São Paulo, hoje, às 20 horas, na Arena Independência, pela 9° rodada do Brasileirão 2019.

Neste momento estamos em 5º lugar no Brasileirão (se vencermos pulamos para 3º), classificados para as oitavas de final da Copa Sul-Americana e para as quartas de final da Copa do Brasil. Assim como nas letras de música da torcida organizada, o time não deverá pensar em outra coisa, a não ser a vitória, que é fundamental para fecharmos esse primeiro semestre e podermos curtir tranquilamente a Copa América no Brasil.

Como nós já imaginávamos, o estádio estará cheio. Na manhã desta quarta-feira, o Atlético divulgou a parcial das vendas de ingressos para o jogo de logo mais. Segundo o clube, 18.059 torcedores garantiram a sua entrada, mas cabe mais gente, viu?! Corra e garanta seu ingresso (não-sócios: www.ingressofacil.com.br. / sócios: galonaveia.atletico.com.br/ingressos).

O pré-jogo de hoje será com a ‘Arquibancada Feminina’. As torcedoras Sabrina Kalks e Tâmara Santos nos falaram sobre suas expectativas para o jogo de hoje à noite e sobre um velho conhecido da torcida atleticana: Diego Tardelli.

Curta mais uma edição da ARQUIBANCADA FEMININA.

CONFIRA!

 

O Atlético volta a jogar em BH com casa cheia. A estudante de engenharia, Tâmara Santos, de 22 anos, nos conta qual deve ser a postura do time em campo e como será o reencontro com Cuca: “É sempre bom jogar em casa, ainda mais depois de uma derrota. Acredito que com a força da torcida o time voltará a ter uma boa atuação, buscando os 3 pontos. Sempre teremos respeito pelo Cuca, mas essa história já passou, agora é foco nos nossos objetivos e ir para cima do São Paulo para que o time se recupere do prejuízo sofrido na Vila Belmiro”.

A torcedora indica a qual jogador do São Paulo devemos ficar atentos: “O São Paulo não está exatamente nos seus dias de glória, mas sempre pode surpreender. O Pato, por exemplo, é um jogador a quem é sempre bom dar uma atenção especial , não o deixando jogar e, principalmente, não permitir que ele se sinta à vontade para finalizar. Além disso, Hernanes e Toró podem jogar com facilidade e acabar decidindo o jogo. Por pior que seja a fase do adversário, enfrentar times grandes nunca é fácil. Ainda assim, se o time jogar com intensidade a vitória virá. O São Paulo precisa mostrar serviço e deve vir para cima, por isso é necessário ter a defesa bastante consciente e caprichar nas finalizações, aproveitar bem as chances. Acredito que será um jogo bem ofensivo, lá e cá”.

A diretoria sempre deixou claro que a parada para a Copa América seria fundamental para organizar e voltar com um Gali mais forte. Tâmara diz o que será importante para que isso dê certo: “A parada será fundamental para buscar reforços pontuais e integrar os novos atletas à filosofia do Atlético. O time ainda está em evolução e esse tempo será essencial e decisivo para o restante da temporada. É preciso trabalhar com foco e sabedoria. Confio no trabalho do Rui Costa, ele se mostrou bastante consciente nesse tempo em que está aqui, estou ansiosa para ver os próximos passos”.

Em entrevista na cidade do Galo nesta terça-feira, Zé Welison declarou que a equipe deve ganhar de qualquer maneira. O meio-campista é sempre sinalizado nos jogos pelo excesso de vontade e de força em querer ajudar a equipe. Sabrina Kalks, de 24 anos, nos fala sobre essa afirmação do jogador: “A vontade do Zé Welison é inegável, mas é imprudente. O excesso de faltas desnecessárias, na maioria das vezes acompanhadas de cartão, vêm prejudicando o time em suas últimas atuações”.

No último jogo contra o Santos, na Vila Belmiro, o Atlético foi bem principalmente no segundo tempo. A engenheira dá dicas sobre o que Rodrigo Santana deve fazer para não cometer os mesmos erros do último jogo: “Definitivamente o Galo nunca foi time de jogar recuado. No segundo tempo contra o Peixe, o time cresceu na partida justamente por se tornar mais agressivo e buscar o jogo, principalmente depois da entrada do Alerrandro. Tudo bem priorizar a defesa em alguns jogos, mas o time não pode jogar apenas com a linha de defesa tão baixa e se abdicar de atacar’.

ARQUIBANCADA FEMININA

Carol Castilho: Saiu na imprensa a notícia de que Diego Tardelli estaria insatisfeito no Grêmio e foi sondado pelo Atlético. Sabrina e Tâmara, vocês aceitariam o camisa 9 de volta ?

Sabrina Kalks: “Fico em cima do muro nessa. Tardelli é ídolo aqui e sempre será, mas depois dos últimos acontecimentos, a relação com o clube e com parte da torcida ficou estremecida. Por outro lado, sua volta traria uma qualidade enorme para o elenco atual. Não acredito no seu retorno diante do alto salário. Porém, se o jogador abaixar a pedida e se adequar ao teto salarial em que a diretoria do Galo vem trabalhando, o torcedor esquece a ingratidão e o aceita de volta”.

PALPITE (PLACAR): “2×1, que o time do Galo tanto gosta. Gols de Alerrandro e Elias.”

Tâmara Santos: “Eu não gostaria de ver o Tardelli vestindo a camisa do Atlético novamente. Sou grata a tudo que ele fez por nós, é sem dúvidas um dos maiores ídolos do time, mas o que ele fez no início da temporada não me desceu. Ele sempre falou muito sobre voltar, sobre aqui ser sua casa, mas quando teve a oportunidade de fazer isso, preferiu o dinheiro ao amor à camisa e agora está colhendo os frutos dessa decisão. Ele poderia ter escolhido retornar para cá como herói e devolver ao time uma confiança de que precisávamos naquele momento, mas preferiu ser vilão e respirar novos ares, não é?! Que fique por lá agora”.

PALPITE (PLACAR): “Aposto em um jogo movimentado, disputado do início ao fim: Atlético 3×2 São Paulo (Cazares, Alerrandro e Chará).”

 

Quero agradecer a colaboração das torcedoras Sabrina Kalks e Tâmara Santos, muito obrigada pelo tempo reservado e análises feitas.

Então, torcedora, curtiu a participação? Você também pode participar da nossa ARQUIBANCADA FEMININA, basta entrar em contato pelas redes sociais do Fala Galo.

 

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Youtube: youtube.com.br/falagalo13

 

Revisado: Jéssica Silva

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

6 comentários em “Nos braços da massa, Atlético encara o São Paulo!

  • 13 de junho de 2019 em 07:52
    Permalink

    Bom dia amigos do Galo. Concordo com a Tâmara, o Tardelli é passado, não deve voltar ao NOSSO GALO, usem o dinheiro para trazer o Roger Guedes de volta, jogador novo e raçudo, deixou o clube querendo ficar. Lamento muito que nossa diretoria esteja insistindo com o Ricardo Oliveira, perdeu boas oportunidades de negociar este jogador e também o Elias, que, pelo que dizem, ganha salario de craque e é um jogador comum.

    Resposta
    • 13 de junho de 2019 em 12:41
      Permalink

      Saiu querendo ficar?? Roger Guedes forçou muito sua saída, ligava insistentemente para Sette Camara e Gallo, exigindo ser negociado. Bom jogador, mas menos, meu caro, torcedores somos nós, os jogadores são profissionais. SAN

      Resposta
  • 13 de junho de 2019 em 08:27
    Permalink

    Bom dia Atleticanos!. O jogo de hoje é obrigação de vitoria, mesmo com as absurdas limitações do elenco, pois os adversário também tem elevadas limitações, tal como dezessete dos demais participantes desse brasileirão. Porém, o problema do time que veste atualmente a camisa do Atlético é a irregularidade de postura, de pegada. Em várias partidas, o time entra apático e indiferente com o resultado e ainda tem o “treinador” que adota, em várias ocasiões esquema, de time covarde, de time pequeno. Se o time entrasse com pegada e vontade de vencer e sem esquemas medrosos em todas as partidas poderíamos estar na cola do time privilegiado pela mídia e mandatários do Futebol – o tal de “parmeras”. perdemos jogos contra esse time ´paulista , contra grêmio e Santos por pura falta de ousadia, de jogar sem vontade de vencer e adotando esquema covarde , com medo do adversário e não deu outra só derrotas.
    Como já disse antes, o elenco atual é fraco em termos de qualidade técnica, mas, com exceção de dois adversários, o restante está na mesma situação do Atlético, o que não justifica entrar com esquema covarde contra os mesmos.
    Portanto se o time tiver vontade de vencer e o “treinador” não vier com esquema de timinho e postura covarde, o Atlético tem grande chance de conquistar os três pontos

    Resposta
  • 13 de junho de 2019 em 14:11
    Permalink

    boa tarde massa. hoje vencer e vencer. os resultados de ontem nos deixou em 5 lugar. e espero que o galo não ressuscita o São Paulo. sobre Tardelli para mim já é passado e Roger guedes está praticamente acertado com o porto de Portugal. o maior erro da diretoria foi não negociar o pastor pipoqueiro e Elias,Fábio Santos temos que atulerar estes peladeiros até o fim do contrato. que o Rodrigo Santana tem coragem de por o pastor pipoqueiro no banco de reservas e começar com alerrando. meu placar galo 2×0. vai galooo.

    Resposta
  • 13 de junho de 2019 em 16:46
    Permalink

    Eu acredito em uma vitoria do Galo hoje,mas sera bem mais facil se o pastor nao jogar.nao ha justificativa nenhuma ao interino para colocar o Alerrandro no banco.se ficar eu desisto deste time,nunca do Galo, de vez.3×0 sem peidade ou var.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *