No jogo 300 do Levir, Atlético e técnico têm amplo retrospecto contra o rival – Por: Stéfano Bruno

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

 

 

No jogo 300 do Levir, Atlético e técnico têm amplo retrospecto contra o rival

História, provocações, números divergentes e muita rivalidade. Atlético e Cruzeiro entrarão em campo às 11h deste domingo (27) pela terceira rodada do Campeonato Mineiro. Embora ainda seja o início da temporada, para o Galo, o duelo representa o desafio ideal para identificar em qual nível a equipe se encontra vislumbrando a estreia na Copa Libertadores, que acontecerá em pouco mais de uma semana.

Neste clássico, o técnico Levir Culpi deve repetir o time que goleou o Boa Esporte na estreia do Campeonato Mineiro. Ou seja, o Atlético deve entrar em campo com: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; José Welison, Elias, Cazares e Luan; Chará e Ricardo Oliveira.

Terceiro técnico que mais comandou o Atlético, Levir Culpi completará a marca de 300 jogos pelo clube neste domingo. A frente do treinador estão: Procópio Cardoso (328) e Telê Santana (434). Até então, Levir esteve a frente do Galo em 299 partidas, alcançando 159 vitórias, 61 empates e 79 derrotas – um aproveitamento de 60,0%.

Tratando-se de clássicos, Levir Culpi comandou 20 jogos pelo Atlético, e tem boa vantagem sobre o Cruzeiro: foram dez vitórias, sete empates e três derrotas – aproveitamento de 61,7%.

Números do clássico

As estatísticas do superclássico mineiro dependem do ponto de vista. Atlético e Cruzeiro divulgam dados diferentes, mas em ambos o time alvinegro leva vantagem.

Pelo lado atleticano divulga-se que, até o momento, foram realizados 506 clássicos, com 204 vitórias do Atlético, 134 empates e 168 triunfos do Cruzeiro – aproveitamento de 49,1% para o time alvinegro. O Galo marcou 718 gols e sofreu 639.

Já do lado cruzeirense, explana-se que foram realizados 487 clássicos, com 191 vitórias do Atlético, 129 empates e 167 vitórias do Cruzeiro – aproveitamento de 48,0% em favor do time alvinegro.

De acordo com os números divulgados pelo Atlético, foram realizados 277 clássicos pelo Campeonato Mineiro, com 116 vitórias do time preto e branco, 69 empates e 92 derrotas – aproveitamento de 50,2% para a equipe alvinegra. Além disso, foram 365 gols marcados pelo Galo e 300 sofridos.

Sequência na temporada

Após o clássico com o Cruzeiro o Atlético voltará a campo na próxima quarta-feira (30), quando recebe a URT no Independência, às 21h30, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. No próximo sábado (2) é a vez do time alvinegro enfrentar o Guarani, às 19h, também no Horto.

O duelo contra o Guarani é o último antes do Atlético estrear na Copa Libertadores, contra o Danubio/URU. O jogo acontecerá no dia 5 de fevereiro (terça-feira), às 19h15, no estádio Luis Franzini, em Montevidéu/URU.

 

Sigam o Fala Galo nas redes:
falagalo.com.br
@falagalo13

Angel Baldo

Mineiro de nascença, Paulista de criação! Fanático pelo Galo e pelo Fala Galo! Apaixonado pela minha família e Deus, o resto é mimimi!

4 comentários em “No jogo 300 do Levir, Atlético e técnico têm amplo retrospecto contra o rival – Por: Stéfano Bruno

  • 27 de janeiro de 2019 em 14:14
    Permalink

    Se não batasse ver um time travado que não ataca, que não tem laterais pq Patrick tudo que tenta erra,aliás nem bola recebe… pra que mandar né… vai fazer uma grosseria com a coitada ou dar contra- ataque. Ainda temos que ouvir nosso técnico se recusando a enxergar que poderia ter sido mais efetivo nas substituições e prefere desmerecer as perguntas a ele feitas.
    Levir me decepcionou nos seus 300 jogos pelo Galo.

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2019 em 16:13
    Permalink

    Esse jogo demonstrou que não estamos prontos para jogos difíceis. Fomos dominados pelo rival.
    Com ELIAS não dá. Ele ATRAPALHA muito. Precisamos de um Centro AVANTE E UM VELOCISTA com urgência pois o time está sem poder de Fogo na ataque.
    LEVIR E SETTE CÂMARA PRECISAM TOMAR PROVIDÊNCIAS URGENTES PARA TRAZER OS REFORÇOS.

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2019 em 17:39
    Permalink

    Caros,
    Primeiro: a diretoria 7 tem razão em chiar, mas mais q xiar deve agir.Ñ adianta só fazer marquetagem. Penalty prá lá de mandraque o das serelepes, hein? Óbvio q o maricone apitou aquele…Será q as mariolas vão levar mais um Mineiro, o q ñ vale nada, no garfo e nas decisões equivocadas do Sr. Piada? Hj nosso time ensaiou algo q temo no andar da carruagem: infelizmente vai continuar enganando muitos CRENTELHOS, mas nós ñ temos um MATADOR, FOMINHA, SUJO. Esse Pastor é uma enganação. Somente um torcedor otário prá louvar esse PIPOQUEIRO. CAZARES ñ pode perder o gol q perdeu prá decidir.SIMPLES. Nós jogamos razoavelmente melhor, mas falta quem decide. Os verdadeiros SEMVERGONHAS vão dizer q ñ vale nada. É por isso q as marias tão levando vantagem ultimamente, pq prá nós nenhuma competição vale nada…ACORDA GALO!
    Obs.: Patrick é uma vergonha de jogador. TOMA VERGONHA, LEVIR CULPI, nós conhecemos esse perna de pau. Se vc leva JABÁ na fita, ok.
    QUEREMOS O BR19! LUTA GALO!
    GALO SEMPRE!

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2019 em 19:33
    Permalink

    Enquete –
    QUEM É PIOR ?? PATRIC OU ELIAS.????
    COM ESSES DOIS ESTAMOS FERRADOS.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *