“Ninguém gosta de perder” – Rodrigo Santana sobre a derrota para o Bahia

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Ruth Martins
Do Fala Galo, em Belo Horiozonte
25/08/2019 – 20h30

Após a derrota para Bahia, que acabou com uma sequência de 23 jogos de invencibilidade do Galo no Horto, o técnico Rodrigo Santana falou sobre o revés e classificou o resultado como injusto. De acordo com o treinador, a equipe lutou até o final, mas a proposta de jogo do Bahia, que era jogar por uma bola, aconteceu. “Precisamos trabalhar e crescer com esse erro. Não gostamos de perder, mas infelizmente o resultado não veio.”

Questionado sobre as bolas que não chegam ao ataque, o que faz com que os atacantes fiquem isolados lá na frente, Rodrigo afirmou que esse é um problema que a comissão vem tentado resolver. “Alguns atletas ainda insistem no último drible ou em carregar [a bola] para a linha de fundo. Isso é uma coisa que a gente está tentando tirar. No segundo tempo aqui a gente pediu bastante. Infelizmente, não sei se é o cansaço que faz com que eles passem a não pensar, mas falta um pouquinho mais de capricho e inteligência para terem mais precisão nesses cruzamentos.”

Rodrigo Santana falou que o Atlético tem a responsabilidade de vencer todos os jogos e que a equipe não esqueceu disso no jogo contra o tricolor baiano. Para o treinador, o Galo precisa fazer um jogo seguro na próxima terça-feira, contra o La Equidad, para voltar classificado e se recuperar no Brasileirão. 

Em relação à utilização de jogadores sem tanta sequência de jogo, Rodrigo explicou que a entrada desses jogadores foi importante para que adquirissem ritmo. Na avaliação dele, o time conseguiu manter o padrão de jogo. “Acredito que até conseguiram superar bastante tempo. [Se mantiveram] sempre no campo de ataque produzindo. Mas a gente sabe que vai pecar sempre um pouquinho na falta de ritmo.”

LEIA TAMBÉM:

Mudança de filosofia nas categorias de base

Atlético recusa excelente proposta por Alerrandro

Zagueiro colombiano chama atenção do Atlético e será monitorado

 

COMO PERDE GOLS: Atlético 0 x 1 Bahia

 

Sobre a decisão de poupar o time titular, Santana assumiu toda a responsabilidade. “A última decisão é nossa, da comissão técnica, e a última palavra é minha. Era um risco grande também de entrar aqui e sentir alguma coisa. Amanhã já é a viagem. É um jogo com altitude e a gente precisa treinar lá também. Eu, como responsável, chamei e falei: vamos arriscar e ir com a equipe alternativa pra gente estar com todo mundo de tanque cheio lá na Colômbia.”

Em resposta à pergunta do Betinho Marques, do Fala Galo, sobre o baixo rendimento do ataque alvinegro, o técnico admitiu que o time precisa melhorar. “O aproveitamento do ataque, essa precisão, precisa melhorar. A gente está criando bastante e consegue levar a equipe até o último terço do campo. Aquela última decisão fica muito da parte técnica do jogador, da tomada de decisão. Ali a gente fica um pouquinho limitado para saber o que ele vai decidir, o que ele vai fazer naquele momento.” 

Ainda sobre o ataque, o treinador explicou que optou por entrar com Franco Di Santo nessa partida para analisar os jogadores da posição e escalar de acordo com as características de cada jogo.

Rodrigo Santana encerrou a coletiva dizendo que, apesar do péssimo resultado em casa, a equipe não vai desanimar e deixar de correr atrás do título no Brasileiro e que a derrota faz parte do crescimento de todo grupo.

Um dos dois jogadores do time titular do Atlético em campo, Igor Rabello falou sobre empenho da equipe na partida em entrevista à Rádio da Massa. “Temos que ver o lado positivo do jogo. Acho que não faltou empenho e vontade da equipe. Essa equipe que atuou está muito tempo sem jogar um jogo junto. Então valeu a pena o empenho e a vontade. Infelizmente tentamos o tempo todo, mandamos no jogo, mas não conseguimos um gol e saímos com a derrota.” Rabello também garantiu que ele e Cleiton estão bem fisicamente. 

 

Siga nossas redes sociais e fique por dentro dos bastidores do Atlético.

Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
YouTube: youtube.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Site: falagalo.com.br

Edição: Ruth Martins
Edição de imagem: André Cantini

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

15 comentários em ““Ninguém gosta de perder” – Rodrigo Santana sobre a derrota para o Bahia

  • 25 de agosto de 2019 em 21:52
    Permalink

    Jogou terça feira, só vai viajar domingo a tarde, não vejo motivo para entrar com time quase inteiramente reserva. Este brasileiro está com um nível muito baixo. Entregando pontos em casa e, mesmo fora de casa para times fracos, seremos mais uma vez meros coadjuvantes. Já estamos ladeira abaixo. Infelizmente, torço muito pelo Rodrigo Santana, mas já vejo com escolhas erradas. Mais uma opinião, nossa base não é das melhores, mas se os valores da base não têm oportunidade com um treinador que há pouco tempo os comandava, vão ter com quem?

    Resposta
    • 25 de agosto de 2019 em 22:08
      Permalink

      AINDA DÁ TEMPO , VAMOS COBRAR DESSES COME DORME O TÍTULO DO BRASILEIRÃO , QUE É O QUE MAIS INTERESSA.
      ESSES JOGADORES GANHAM MUITO BEM PARA FICAREM NESSA FOLGA.
      COBRAR TAMBÉM DO TÉCNICO. QUANDO FALTA FUTEBOL , A RAÇA RESOLVE O PROBLEMA.
      RAÇA , PEGADA E APLICAÇÃO TÁTICA.

      Resposta
      • 26 de agosto de 2019 em 00:39
        Permalink

        Se não gostasse de perder não colocaria só reservas, time do atletico já e limitado com reservas vai ganhar de quem?se não passar pelo equidad a temporada tá perdida,esse time não fica nem no g6

        Resposta
    • 25 de agosto de 2019 em 22:25
      Permalink

      Esse e nosso galão, quando agente começa acreditar, vem um revez.
      Assim fica difícil torcer.
      E sempre a mesma história, faz dois três jogos razoavelmente bem, agente empolga, aí vem estas decisões equivocadas.
      Não se iludam, ganha um jogo aqui, outra alí, mas jogar pra encher os olhos mesmo que é bom. Raramente acontece.
      Força Galo.
      João Batista – Vazante MG.

      Resposta
    • 26 de agosto de 2019 em 07:52
      Permalink

      Esses técnicos pensam que a torcida é mentecaptos. Vai correr atrás do Brasileirão….larga mão de ser bobo rapaz. Brasileirão já era. Pelo que vi precisamos de técnicos estrangeiros pois o Flamengo não pos time reserva

      Resposta
  • 25 de agosto de 2019 em 21:55
    Permalink

    SETTE CÂMARA E SUA TURMA CAMINHAM PARA TRANSFORMAR O NOSSO GALO EM UM TIME PEQUENO , DESRESPEITADO , SEM AMBIÇÃO E SEM EXPRESSÃO .
    “” SE A TORCIDA DEIXAR , É CLARO. “”

    Resposta
  • 26 de agosto de 2019 em 03:59
    Permalink

    Vcs esqueceram de falar , q o meu Baheeeeaaa jogou muita bola , fez um gol aos vinte minutos do primeiro tempo , tendo chances de ampliar o placar , durante , toda a partida … Outra coisa , oh galista doente , respeite o Esquadrão de Aço , q não é nenhum time pequeno , aprenda a perder , e amargar a derrota , p o Bi-Campeao Brasileiro , respeite a polícia , oh rapaz … Cantamos no terreiro do galo … Kkkkkkkkkkk … BBMP …

    Resposta
    • 26 de agosto de 2019 em 13:50
      Permalink

      Bahia jogou muito bola? Acorda, Alice baiana! Achou um gol no erro do adversário e ficou dependendo das defesas do Douglas, uma delas de pura sorte pra ganhar! O jogo foi horroroso, nenhum time mereceu a vitória, o resultado justo seria o empate! Não acho seu time pequeno, porém antes de cantar de galo que nós somos, vai ganhar uma Libertadores e uma Copa do Brasil pelo menos, tá ok?

      Resposta
  • 26 de agosto de 2019 em 08:01
    Permalink

    bom dia massa. estámos a Passos Lagos para mais um ano sem um mísero título. aliás vamos sim ser chacota mais um ano jogado no lixo. uma pergunta para rodrigo Santana você era treinador da base,se Bruninho. Alessandro Vinicius não for melhor que bolt.therans. Nathan então é melhor fechar a base. aliás o Rodrigo Santana esta indo do mesmo caminho que o Thiago larghi é fraco e estagiário.

    Resposta
  • 26 de agosto de 2019 em 08:46
    Permalink

    Na boa o Rodrigo Santana é menos culpado.
    Ele não tem culpa de ter um elenco limitadíssimo, é uma faca de 2 gumes, se ele coloca o time titular contra o Bahia e perde na Colômbia vão falar que ele deveria ter poupado contra o Bahia.
    O Rodrigo Santana não tem culpa desse Rui Bosta ter contratado o péssimo Lucas Hernadez.
    Nossa única chance é na Sul Americana e mesmo assim estou com os dois pés no chão pois não confio nesses pipoqueiros.
    O que Elias, Fábio Santos, Cazares ganharam no Galo, o que esse elenco conquistou até hoje??? nada são pipoqueiros e só o título da Sul Americana minimiza isso, mas acha muito difícil essa conquista.
    Tomara que venha esse título vou torcer muito mas com os dois pés no chão.

    Resposta
  • 26 de agosto de 2019 em 11:50
    Permalink

    Se não gosta de perder pq entrou com time todo reserva? Seu fdp!!!

    Resposta
  • 26 de agosto de 2019 em 11:57
    Permalink

    Boa tarde amigos do Galo. Quanto a escalação do dito time “alternativo”, prefiro acreditar que houve mais um grande erro de avaliação ou estratégia que nos custaram 3 pontos. Não concordo absolutamente com o tal time alternativo, vejam como exemplo o Flamengo, que tem um elenco mais qualificado que o do Galo e contra o Fortaleza jogou com o time principal e assumiu a liderança do Brasileiro. Se o Galo tivesse ganho o jogo contra o Bahia estaria em terceiro lugar.
    Tem alguns anos que o Galo está utilizando desta estratégia de poupar jogador e não ganha nada.

    Resposta
  • 26 de agosto de 2019 em 12:37
    Permalink

    Bom Dia!Ao meu ver o principal culpado de tanta coisa errada è em primeiro lugar quem avalia o jogador e o escala.o principal culpado è quem nâo dà esquema tàtico ao time.culpado è quem mantèm jogadores com baixo nìvel tècnico como titulares.culpado è quem escala um jogador de 40 anos,treze jogos sem marcar e ainda o chama de craque.Agora,o Clayton foi emprestado ao Vasco.O entregador de camisas nunca o utilizou em jogos.Entâo quem avaliou e recomendou o emprestimo deste jogador?Com certeza o tècnico nâo foi porque ele nem o viu jogar!E mantèm bolt,terans e outros que nem deveriam estar no elenco.Vou repetir o que escrevo hà meses:TROCA POR UM TREINADOR DE VERDADE QUE AINDA DÀ TEMPO!

    Resposta
    • 26 de agosto de 2019 em 13:15
      Permalink

      OUTRO DETALHE IMPORTANTE. :
      CONTINUAR NO PEQUENO INDEPENDÊNCIA É APEQUENAR E ELITIZAR A NOSSA TORCIDA . SE ESSE GRAVE ERRO PERSISTIR DAQUI A POUCOS ANOS O RESULTADO SERÁ A DRÁSTICA DIMINUIÇÃO DA NOSSA TORCIDA.
      TIME FRACO + ESTÁDIO PEQUENO É A RECEITA DO FRACASSO.

      Resposta
  • 26 de agosto de 2019 em 15:55
    Permalink

    O galo não tem o time principal hohohoh alternativo então… ponhe os carra para jogar e aprender… todos ruins

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *