Mancini fala sobre jejum de vitórias e projeta um grande jogo contra o Corinthians

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Malu Precioso
Do Fala Galo
30/11/2019

Antes da preparação para o jogo contra o Corinthians no Independência, Vagner Mancini falou sobre o jejum de vitórias e projetou um grande jogo contra o Corinthians

Formação com Jair e Zé Welison 

Segundo Mancini, os dois tem total condição de fazerem as funções defensivas e ofensivas. “O Zé foi meu atleta lá no Vitória, algumas vezes atuando até como segundo homem do meio. O Jair também possui uma boa chegada na frente, mas são dois nomes que sabem fazer a marcação. É preciso ter esse equilíbrio em um setor tão importante”.

 

Jejum sem vitórias 

O treinador diz que já queria ter resolvido a permanência na Série A. Diz, sem titubear, que acreditava que na sequência que tinha Goiás, Chapecoense e Fortaleza ele conseguiria os 45 pontos, o que não aconteceu. “Até porque o futebol é muito imprevisível”. Ele ainda cita os jogos dos dias anteriores, ou seja, a vitória do CSA. 

Ele diz que em todos os jogos teve pelo menos parte do jogo muito bem, com condição de vencer. Contra o CAP, ele menciona que foi bem melhor que o xará paranaense. Termina dizendo que falta sorte para o Atlético. (Alguém aí concorda que futebol é sorte? Deixa nos comentários)

 

Volta de Elias e Chará

São dois jogadores interessantes que mudam a configuração do time atual, diz Mancini. Ele indica a velocidade de Chará e a “polivalência” de Elias, que pode jogar como volante, meia, e — pasmem — atacante. “Infelizmente agora eu começo a ter opções de atletas mais acostumados, que conhecem as dificuldades que a gente enfrenta. Sem dúvidas irão contribuir para domingo”.

 

Erros de ataque

Segundo ele, a falta de assertividade nos lances de ataque (cruzamentos errados, finalizações erradas e escanteios errados) é fruto de falta de tempo para treinamento — lembrando que ele já teve semanas cheias para treinar. Ainda, ressalta o que sempre desconfiamos: o time não treina. Ele apenas passa vídeos por “falta de tempo”.

 

A torcida joga junto?

Sim, para Mancini a torcida tem apoiado. O motivo é inusitado: segundo o treinador, é porque nós atleticanos estamos vendo o esforço, empenho e melhora no time. 

 

Jogo contra o Athletico Paranaense

O jogo voltou para a pauta, após ser perguntado sobre o empate contra o Bahia. Segundo Mancini, alguns atletas erraram, mas ele acha deselegante falar quem. Para ele, o time jogou 97% muito bem, pecou somente em um lance que, por azar, foi o escanteio que originou o gol da derrota. 

Essa coletiva foi mais uma prova de que o treinador não tem ideia do que está acontecendo e coloca a culpa dos erros no acaso. Será que quando (e se) ele vencer ele vai falar que foi por sorte?

Esperamos que essa “sorte” esteja conosco contra o Corinthians na Arena Independência, no domingo (01/12) às 18h.

Ele não esboçou time provável e, após dizer que pode usar Elias como atacante, estou assustada demais para arriscar. Comenta no twitter do @FalaGalo13 quem você acha que será o time de amanhã!

 

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

2 comentários em “Mancini fala sobre jejum de vitórias e projeta um grande jogo contra o Corinthians

  • 30 de novembro de 2019 em 20:37
    Permalink

    Ver grande jogo do galo atualmente está difícil. Quando ele fala que o Elias é uma opção, da até tristeza. As medidas do cara não mudam o time para melhor, só contrário, para pior. Melhor prognóstico para amanhã mais um empate com o futebolzinho medíocre de sempre.

    Resposta
  • 1 de dezembro de 2019 em 11:51
    Permalink

    Erros de ataque são consequência do excesso de treinamentos puxados no galo…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *