Mais um passo, para a décima terceira final seguida.

Spread the love

Após empate por 0 a 0, no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Mineiro, em Varginha no último sábado, o Atlético receberá o BOA Esporte, neste domingo, às 16h no Mineirão. Dono da melhor campanha na primeira fase, o Galo se classifica para a final com qualquer empate, será a décima terceira final seguida em caso de classificação e para isso contará mais uma vez com um público acima de 40 mil no Mineirão .

Campeão do interior, ao BOA, só a vitória interessa. A equipe de Varginha nunca chegou à final da competição, em 14 participações, sua melhor campanha foi em 2009, quando ainda se chamava Ituiutaba e chegou até à semifinal.

E o Atlético? Ah, o Atlético, o nosso querido Galão da Massa não nos dá paz, não nos dá sossego. Mesmo estando à 1 empate da classificação e tendo vencido pela Libertadores no meio de semana, o torcedor vive com os nervos exaltados. Séries de jogos ruins, time mal posicionado em campo, muita desorganização, falta de jogadas trabalhadas, uma equipe que nem parece que treina. Jogadores muitas das vezes sonolentos em campo, encarando jogos decisivos como se fossem penas um amistoso, um treinador que não consegue implantar um esquema de jogo, não consegue compactar a equipe e o que vemos é um amontoado de jogadores em campo que não conseguem render o esperado. O elenco do Galo necessita sim de reforços, mas do que adiantará trazer reforços, se o treinador não consegue extrair um melhor futebol dos que aqui estão? O Athletico Paranaense vem jogando um futebol extremamente organizado e dinâmico desde a temporada passada, quando venceu a Sulamericana, nesta semana fez um jogo sensacional contra o Boca Juniors e venceu categoricamente por 3 a 0, daí você olha o elenco deles e percebe que o nosso possui muito mais atletas de qualidade. Então por qual motivo o Galo não consegue fazer melhor? Falta um verdadeiro diretor de futebol ao clube, falta alguém que cobre da comissão técnica e dos atletas mais comprometimento e entrega dentro de campo, entre outras coisas mais.

O técnico Levir Culpi, ao que tudo indica, irá utilizar aquilo que tem de melhor neste confronto (escalação na ficha técnica, baseada em informações). Sem Zé Welison e Jair suspensos, Adilson deverá voltar à equipe, após se recuperar de lesão, ao lado de Elias. Cabe aos jogadores, entrarem em campo com respeito à instituição Clube Atlético Mineiro, que respeitem a Massa atleticana, que busquem honrar o manto alvinegro, que tenham raça, empenho e busquem facilitar as coisas para o Galo e para eles mesmos. O romantismo de dizer que “se não for sofrido, não é Galo”, não é uma lei a ser seguida. O sufoco diante de um grande adversário pode sim existir e irá existir em muitas oportunidades. Não tinha que ser sofrido contra o Zamora e muito menos pode ser contra o BOA.
EU QUERO É RAÇA, DO TIME TODO!

Ficha técnica: Atlético x BOA

Motivo: semifinal do Campeonato Mineiro (segunda partida)

Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte.

Data e horário: 07/04/2019, às 16 horas.

Atlético: Victor, Guga, Rever, Igor Rabelo e Fábio Santos; Adilson, Elias, Cazares, Luan, Maicon Bolt e Ricardo Oliveira.
Técnico Levir Culpi.

BOA: Renan Rocha, Chiquinho Alagoano, Fernando Fonseca, Ferreira e Tsunami; Cesar Sampaio, Claudeci e Edenilso; Kaio Cristian, Jayme e Gustavo Henrique. Técnico Cesinha.

Árbitro Anderson Daronco

Assistentes: Bruno Boschilia e Felipe Alan Costa de Oliveira

Por: Leonardo Siqueira
Revisado: Dayana Cunha

Angel Baldo

Mineiro de nascença, Paulista de criação! Fanático pelo Galo e pelo Fala Galo! Apaixonado pela minha família e Deus, o resto é mimimi!

4 comentários em “Mais um passo, para a décima terceira final seguida.

  • 6 de abril de 2019 em 22:40
    Permalink

    PEDIR RAÇA E EMPENHO A ELIAS SÓ PODE SER GOZAÇÃO.
    LEVIR CONSEGUIU TRANSFORMAR O TIME EM UMA VERDADEIRA BAGUNÇA EM CAMPO, SEM NENHUM ESQUEMA TÁTICO. HÁ DE SE RESSALTAR TAMBÉM A PREGUIÇA E O CORPOMOLE DE ALGUNS JOGADORES EM CAMPO ,COMO CAZARES E ELIAS.
    TÁ FEIA A COISA E LEVIR É O PRINCIPAL CULPADO.

    Resposta
  • 7 de abril de 2019 em 06:22
    Permalink

    Bom dia massa. Já disse aqui e repito. Tenho um ditado porco magro costuma sujar água,com o futebol de várzea comando por o ultrapassado do Levir e destes amontoados de peladeiros o boa esporte pode fazer uma surpresa contra o galo. Imagina que está de volta o afilhado do Levir o peladeiro do Elias. Porque não entra com o Bruninho. Hoje o galo joga com menos 5 jogadores Victor já passou a hora de aposentar,Fábio Santos,cachazares deve está de ressaca,o peladeiros do Elias eo pipoqueiro do Ricardo Oliveira. Aliás no galo parece mais um azilo de velhos e cansados com todo respeito aos velhos. Socorro tira nosso galo da lama. Acorda diretoria.vai galooooooo.

    Resposta
  • 7 de abril de 2019 em 10:16
    Permalink

    Sinceramente é triste termos que vir aqui postar que esperamos o time melhor contra o Barce…, ops, Boa. Em outros tempos já estaríamos preocupados com a final, mas a que ponto chegamos!!! Isto é resultado da administração calamitosa do 7 capiteneado pelo Calango sem noção, mais comissão técnica capitaneada pelo Piadista(quando não lhe fazem perguntas sobre o time,porque ai ele perder o bom humor) Burro com sorte, e um bando de vagabundos, travestidos de jogadores.

    Fora: Elias, F. Santos, Vitor, Patric, Pastor, Jair, J, Wellerson… é tanta gente, que não dá nem pra listar

    Resposta
  • 7 de abril de 2019 em 11:07
    Permalink

    Bom dia!
    Sinceramente, eu queria ver em campo hoje, o time alternativo, que levou o Galo ao topo do mineiro esse ano.
    Confesso que me desanima muito ver Victor, Fabio Santos, Elias e Ricardo Oliveira.
    O Levir simplesmente tirou a chance do Alerrandro ser o artilheiro da competição.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *