Fica, vai ter bolo!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Jé Meireles
18/12/2019 – 09h00
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

O dia era 15 de dezembro, o Atlético anunciava o seu primeiro reforço para a temporada de 2011, um jovem de 21 anos e atuava como lateral, ele chegava para disputar a vaga com Diego Macedo e Rafael Cruz, o técnico era o Dorival Júnior e o contrato de “apenas” 4 anos, já sabe de quem estou falando? Patric Cabral Lalau, ou popularmente conhecido como: PATRICÃO DA MASSA! Ironia ou não o Patric faz aniversário no dia 25 de março… é da massa mesmo, né?!

O nosso problema com lateral é crônico, não é mesmo? Tenho lá minhas dúvidas se no coreto do Parque Municipal os fundadores também não tentará decidir no pedra, papel e tesoura quem teria a função, vai saber se o fantasma do “sortudo” não está vagando por ai, puto da vida, com a vaga que recebera e até hoje somos afetados por isso… Brincadeiras à parte, temos que assumir, que pesadelo é a nossa briga com os laterais, o atleticano quase nunca tem temporadas de paz na posição.
Voltando ao homem do texto: Patric! Eu poderia fazer um retrospecto nestes 8 anos de GALO, mas focarei na última temporada e já agradeço ao pessoal do @galoestatisticas por me fornecer os dados que serão utilizados neste texto. Vamos ao que interessa? NÚMEROS!!
No ano de 2019 foram 42 jogos, sendo o 9º profissional que mais atuou pelo Clube no ano. Quer um número que acho que irá surpreender? A porcentagem de passes certos do lateral foram de 89%, sendo que foi o 7º jogador com mais passes certos para a área no decorrer do tempo de cada jogo. O Patric foi o campeão em dois quesitos, o primeiro em cartões amarelos, que totalizaram 12 na temporada. O segundo é o de posse de bola por jogo, totalizando 6,24%. É engraçado, não é mesmo? Juro que ao escrever o rascunho desta matéria, pensei: Chegou o meu momento! Mas fui, de certa forma, desarmada pelos números, mas isso não me faz questionar o motivo de um jogador como ele ter um contrato tão longo com o GALO. Este ano mostrou uma evolução e entrega maior, mas será que só isso basta para mais uma temporada? Confesso que fico pensando se não estamos nivelando por baixo ou apenas pela eterna “raça”, mas precisamos (alô diretoria) pensar no conjunto: técnica + vontade.

O aproveitamento do GALO com o jogador em campo foi de 53,62% e já sem o lateral foi de 54,44%, podemos dizer que temos um empate aqui, então será que a culpa de todas as mazelas do GALO é do jogador? Não teríamos que cobrar de quem renova o contrato ou de quem o mantém em campo? Sei que é um misto de “que pessoa bacana” com “limite-se a fazer o que mal, mal, sabe”, mas temos que entender que no quesito números, ele não foi tão ruim quanto esperávamos. Na minha opinião o Patric é um profissional que agrega ao grupo, apoia, comemora junto e demonstra uma raça digna de Atlético, porém não vivemos apenas disso, é necessário uma técnica mais apurada e uma constante, para que possamos sempre apresentar o melhor futebol. Sim, eu sei, que os números “qualificam” como um jogador “bom” (o bom tá entre aspas, tá?), mas não para o que precisamos. As nossas ambições são maiores, apesar do que a diretoria busca, já está na hora de agradecer pelos serviços prestados e seguir a luta pelo lateral para o GALO.
Queria novamente agradecer ao GALO Estatísticas por cederem os números e me dar um tapa de luvas, já que achei que iria descer a lenha falando apenas da incapacidade do jogador, mas serviu para me questionar o tipo de profissional e o que esperamos para o Atlético! E aí, senhor Sérgio Sette Camara, o que o senhor quer? Ficar e esperar para mais um ano de contratos que não são nivelados por motivos não tão claros, ou vamos comemorar títulos?! Afinal de contas, vamos ficar por que terá bolo ou vamos atrás da festa completa?!

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

24 comentários em “Fica, vai ter bolo!

  • 18 de dezembro de 2019 em 11:42
    Permalink

    Bom dia atleticanos e atleticanas, ainda tenho esperança de algum dia alguém virá a público explicar porque esse pereba ficou tanto tempo no Galo. Deve ter alguma explicação!!!!! Nunca foi jogador de futebol, não marca, não cruza, não chuta, não sabe se posicionar, não sabe cabecear, não sabe driblar, enfim não é jogador de futebol. Durante esses NOVE ANOS ( e ao que parece, para nossa desgraça, vai completar 10, já que seu contrato foi prorrogado) ele foi emprestado para SEIS TIMES, Ponte Preta, Avaí, Náutico, Coritiba, Sport e Vitória, todos da prateleira de baixo do nosso futebol, NINGUÉM quis ficar com ele. Esse é o famoso jogador bumerangue, a gente joga e ele volta, a gente joga e ele volta. Gostaria de ver a estatística de quantos jogos perdemos por falhas dele, quantos pênaltis ele cometeu… O único título dele no Galo foi de campeão mineiro de 2015 quando era reserva…. Volto a falar, quando será que alguém virá a público explicar porque ele ainda está aqui???????

    Resposta
    • 18 de dezembro de 2019 em 14:10
      Permalink

      Chega, basta a massa não aguenta mais jogadores ao nível do Patrick.

      Resposta
    • 18 de dezembro de 2019 em 17:44
      Permalink

      Cara, deixa de ser hipócrita, de ser “MARIA vai com a outras” e para de falar asneira seu retardado. Como assim, não marca, não cruza, não dá assistência etc??? Tu tava dando o c.. pra não ver a cavadinha em assistência para o último gol do Luan pelo Galo? Vc tava bêbado demais pra não ver os carrinhos e chutoes q ele espananou na zaga 2019 inteiro? Vc tava morto q não viu o golaço dele quase do meio de campo?? Patric pode não ser um craque em habilidade, mas é o jogador com mais raça, hj no Galo!!! E dizem, só raça não basta… então o que vc quer de um jogador que honra a camisa do clube senão raça??? Espera rebolado? Cabelo estiloso??? Q saiba cantar?? Seu basta, antes de sair denegrindo e criticando o Patric, mostra pra mim q tu é melhor seu otário!!! Guga que não faz porra nenhuma, aí Patric assume a responsa, joga bem sim a teporada, da conta do recado, pra ganhar isso no fim do ano??? “Matéria de 5° categoria” pqp!!! e esse seu comentário tão feio quanto vc trouxa da porra!!! Respeitem mais o profissional q ao contrário de muitos aí não se envolve em polêmicas e nem se corrompe… faz seu trabalho limpo… pq vc “redator(a)” dessa matéria horrível, não faz o mesmo? Respeite o trabalho dos outros se quer ter o seu respeitado…vlw? E vc comentarista, vai aprender estatisticas e futebol de botão primeito antes de vir aqui falar merda seu ridículo…deixando a matéria mais feia e desrespeitosa do que já é!!! vtnc!!!

      Resposta
      • 18 de dezembro de 2019 em 18:33
        Permalink

        Rapaz, você pegou pesado, mas apoio sua opinião. O Patrick colaborou com o galo dez vezes mais do que praticamente qualquer outro que entrou em campo. Sem falar que essas opiniões dos comentários são de pessoas que devem acompanhar futebol só pelo site da Globo. O Patrick já foi nas temporadas em que teve regularidade na escalação o líder de assistências do time. E por falar nisso, é só atravessar para o lado esquerdo da posição para ver que ele não apenas se doou em campo muito mais que o Fábio Santos, quanto teve maior percentual de passes certos enquanto o careca do outro lado foi o líder em cagadas, basta ver como encerraram nossas campanhas nas copas disputadas. Enfim, gostei do que você falou e concordo, menos quanto aos insultos gratuitos que em nada colaboram para sua opinião ser sensata.

        Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 11:50
    Permalink

    A culpa de todas as mazelas do Galo é sim do Patric. Nos anos em que ele não estava no clube fomos campeões da Libertadores e da Copa do Brasil. Além de ruim de bola, Patric é descontrolado, não cuida da posição. Se o time toma um gol ele pira, se descontrola e quer a todo custo fazer tudo sozinho. Bola no Patric é bola morta, ele não acerta um cruzamento ou um passe na entrada da área do adversário. Isso sem falar na uruca que ele é, o cara traz azar pro Galo só de estar no plantel. Eu já teria dado passe livre e um relógio de ouro pra ele, agredecia os serviços prestados e pediria a gentileza de, se vier a BH, não nos visitar nem mandar cartão de natal nem nada.

    Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 11:59
    Permalink

    Concordo com o colega, estamos nivelando para baixo demais!!! gosto da raça do Patrick, mas só isso, como já vimos , não o qualifica. Eu tento me lembrar qual foi o ultimo bom cruzamento para área que ele deu, só de imaginar … que se tivéssemos um bom cruzador , quantas chances de gol teríamos,
    Obrigado Patrick , pelo serviços prestados!!!

    Resposta
    • 19 de dezembro de 2019 em 08:08
      Permalink

      Bom dia amigos do Galo. Sore o Patric, concordo com “este ano ele mostrou uma entrega maior”, realmente foram muitos os jogos que ele entregou para os adversários, 3 pênaltis infantis que nos tiraram 7 pontos. Patric tem o mesmo nível técnico dos diretores que o mantém no NOSSO GALO.

      Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 12:06
    Permalink

    Puta merda!
    Que matéria é essa? Tá querendo que esse pereba fique por mais 10 anos? Tenha a santa paciência!
    Fora Patric peladeiro!
    Dar passes certos pra perto e pra trás, aí fica fácil, né?
    Me desculpe mas essa matéria patricou feio!!!

    Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 12:18
    Permalink

    O percentual de acertos de passes é um número obtuso. Acerta porque só toca de lado, se tiver que fazer algo mais elaborado, vai errar, porque é um péssimo jogador. O fato de ele ter o recorde de posse de bola, explica porque fizemos campanha tão ruim na temporada. Patric é um cara legal, de grupo, mas é um péssimo jogador, que não tem condições sequer, de ser profissional. Guga também é muito fraco. O GALO tem na base um jogador para a posição, muito promissor: Talison. E contratou outro também muito bom: Mailton. Patric é engodo. Iniciar a temporada com ele no grupo é sinal de fracasso em 2020. Agradeço pelos serviços prestados e vá com Deus. SAN

    Resposta
    • 18 de dezembro de 2019 em 21:53
      Permalink

      Horroroso, perigo de gol adversário na defesa e por correr muito destrói todos os ataques do Galo.
      Leva pra casa e tranca a porta.

      Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 12:29
    Permalink

    A primeira regra para avaliar um jogador é assistir às partidas e as circunstâncias que levaram todo o time a derrapar.. se for mirar em redes sociais o risco de 99,99% de espiões rivais opinarem é grande.

    Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 12:33
    Permalink

    bom dia massa. no galo acontece de tudo. ok patrick tem é só raça. é um verdadeiro perna de pau. fraco e mediano. até agora não entendo como um jogador igual a patrick pode ficar 10 ano num clube repito isto acontece só no galo. diretoria amadora eu e milhões estamos a espera de um treinador e dispensa de vários ex jogadores que andam a passar férias no galo. e o patrick é um deles.va galooo.

    Resposta
    • 18 de dezembro de 2019 em 13:42
      Permalink

      Ainda temos alguns jogadores que estão passando da hora de buscar novos ares. Enquanto eles permanecerem continuarão tendo oportunidades e mais oportunidades, independente de quem seja o treinador, em detrimento dos novos que parece não terem direito de errar. Não é possível que ainda não estão com treinador em vista. Daqui a pouco passam o abacaxi para o treinador do sub 20. É muita incompetência.

      Resposta
      • 18 de dezembro de 2019 em 13:54
        Permalink

        E mariada sai foraaaaá,deixa galão em paz ,futebol são 11 jogadores ,se não gosta saiiiiiiii Galoooooooooooo .

        Resposta
    • 19 de dezembro de 2019 em 08:06
      Permalink

      Gostaria de ler os números de Fábio Santos.

      Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 13:10
    Permalink

    A coluna detona um profissional que agrega ao grupo, apoia, comemora junto e demonstra uma raça digna de Atlético, mas na minha opinião deveria em primeiro lugar escrever sobre aqueles que não apoiam, comemoram junto e não demonstram raça digna do Atlético, depois sim, escrever sobre o lateral. Se todos demonstrassem a raça do Patric, certamente estaríamos pelo menos um pouco melhor. E antes de escrever sobre Patric ou aqueles que não demonstram uma raça digna de Atlético, poderia escrever umas vinte colunas sobre a atual gestão do Galo, que contratou dezenas de jogadores que não mostraram absolutamente nada, submetem a torcida a vexames históricos como a desclassificação da Libertadores, campanha pífia e ridícula, a pior da história do clube. Essa diretoria vai terminar o mandado sem ganhar sequer um rural, mas o discurso vai ser o acerto das contas e estádio, e a massa vai engolir. Não tem precedentes em clube algum o volume de contratação de jogadores que nada mostraram. Quando todos acharam que a diretoria iria aproveitar a pausa do Brasileirão para contratar três a quatro jogadores que pudessem entrar no time, nada aconteceu. O discurso de acerto das contas e estádio não cola.

    Resposta
    • 18 de dezembro de 2019 em 22:17
      Permalink

      Eu gosto do patrik ele e uma pessoa umildo gente honesto batalhador deixa o cara em paz só sobrou ele

      Eu sou o seu fã torce por ele e sua família e principalmente o seu filho

      Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 13:54
    Permalink

    Minha teoria é a seguinte: se na base, a partir dos 16 anos, os jogadores não servirem pra mandar o PATRIC embora, pode ter certeza que não servem, manda embora de uma vez, ao invés de manter os “meninos” até os 21 anos pra verem que eles conseguem ser piores que PATRIC.

    Patric ainda está aprendendo o fundamento corrida, parece um robô correndo, todo travado. Jogar bola então… é simplesmente horroroso, uma vergonha para todos os presidentes que passaram e não deram um jeito nessa situação. Uma vergonha também a base desde 2011 não ter revelado um jogador que pudesse mandar esse cara embora. Pode ser gente boa, esforçado, ou o que for, mas trabalhando por, no máximo, dois salários mínimos.
    O frouxo e vagabundo do Sette câmara teve a oportunidade de VENDER( é isso mesmo, alguém disposto de pagar algo além das passagens pelo cidadão) o Patric, e o que ele fez? Renovou o contrato e deu aumento. É muita incompetência, pode tentar me explicar pro resto da vida, que nunca conseguirão me convencer do contrário.
    Por essas e outras da diretoria que estamos nessa situação. Bando de incompetentes, vagabundos, frouxos e sem vergonhas.

    Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 14:14
    Permalink

    A culpa de todas as mazelas do GALO é de quem contrata esses Perebas e Pernas de Pau , A DIRETORIA , ela é a única CULPADA.
    JÁ SÃO MAIS DE SEIS MESES TRABALHANDO COM TÉCNICOS INTERINOS.
    CADÊ O TÉCNICO ?
    CADÊ O TÉCNICO?
    CADÊ O TÉCNICO.?

    Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 15:26
    Permalink

    E infelizmente, vou ter que aguentar essa múmia do Patrick mais um ano!

    Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 17:00
    Permalink

    Alguma explicação por longos contratos é por ser sempre emprestado ai ele ganha mais um ano de extensão e ai vai, mas o grande problema é realmente técnico, se olhar o jogo todo adversário sempre deixa o lado direito do galo mais solto com Patrick. recebe a bola e as vezes faz jogada de Ronaldinho “coisa rara”, mas sempre erra o cruzamento e o mesmo podemos atribuir ao Luan, que sempre erra o ultimo passe ai esta o nossos erros, quando esta fora é porque temos outras alternativas mais técnica, futebol é coletivo, prevalece técnica, tática e raça, juntando tudo formamos o nosso galão querido. Zagueiro forte e raçudo e nas laterais a velocidade e centroavante um que saiba fazer gol e outro mais técnico, receita final apoio da massa, quando a massa canta os jogadores incendeia em campo.

    Resposta
  • 18 de dezembro de 2019 em 21:51
    Permalink

    O problema do Galo e Patrick e mais 10, um bando de cachaceiros que não dão conta do recado, o problema e crônico, falta de comprometimento e honra a camisa, não vou dizer amor porque jogador e mercenário, mas que pelo menos sejam profissionais e tenham vergonha na cara.
    Obrigado Patrick já deu e leve com vc mais 10 conciderados titulares.
    Vão ter amor por outro time porque o meu vocês só sugaram o ano todo.

    Resposta
  • 19 de dezembro de 2019 em 08:30
    Permalink

    Acho que o Patrick como profissional motivacional poderia dar certo, mas jogador de futebol de clube de série A não. Esforçado?: Sim! demais, muito mais que 95% do elenco do galo junto, mas do que adianta passar na raça de 5 defensores e jogar a bola na arquibancada! Precisamos de jogador não de um torcedor em campo esforçado. Mas convenhamos prefiro um Patrick do que um Fábio Santos, pois além de não fazer nada ainda não tem a raça do Patrick. Infelizmente nossas diretorias tem como padrão “endeusar” jogadores meia boca ou que fizeram algo pelo galo (fizeram ou receberam pra fazer?)Manter jogadores de 35 a 40 anos no clube, as eternas promessas, e os peladeiros que correm só pq ganharam um título? Isso é coisa de time de série C. O agradecimento aos profissionais que ganharam títulos foram: salários, premiações, luvas, direitos de imagem, planos medico e odontológico etc etc etc.

    Resposta
  • 19 de dezembro de 2019 em 08:35
    Permalink

    Estou muitíssimo preocupado com o Atlético este ano. Do jeito que as coisas estão encaminhando será o próximo a ser rebaixado para a Série B. O elenco possui um bando de sanguessugas, enganadores e mamadores.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *