Fábio Santos: Dependência ou incompetência?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Joyce Oliveira e Regiane Santos
Do Fala Galo
15/12/2019 – 06h54
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

A temporada 2019 não foi uma das melhores e nem como os atleticanos esperavam. Expectativas, quanto a títulos e contratações, foram completamente frustradas. A falta de competência da diretoria para contratar bons jogadores deixam o torcedor alvinegro de mãos e pés atados. E isso gera uma certa carência em determinadas posições, um bom exemplo disso é a lateral esquerda do time.

Dependência ou incompetência? A pergunta que não quer calar! O dilema que vive o atleticano, ao se tratar de Fábio Santos, que completou mais de 200 jogos com a camisa alvinegra, e não tem rendido o esperado.

Quando o assunto é lateral, o Galo anda meio fragilizado. No elenco desde de 12 de junho de 2016, Fábio Santos é titular absoluto na equipe. Aos 34 anos está a três temporadas no Atlético. O jogador mantém sequências de rendimento irregulares, algumas partidas muitos boas, e outras bastante insatisfatórias. Em contrapartida, com 18 gols, o lateral tem o melhor aproveitamento do grupo em cobranças de pênaltis. Uma equipe da grandeza do Atlético não pode ficar a mercê dessa situação.

Sua passagem no Corinthians

Jogando com a camisa do Corinthians, Fábio Santos foi campeão da Libertadores em 2012. Ocupou a vaga de titular, quando Roberto Carlos rompeu contrato com o clube. O lateral foi importante nessa conquista, e chegou até a marcar na vitória de 3×0 sobre o Emelec do Equador, nas oitavas de final da competição.

A saída de Fábio do Corinthians foi forçada por uma crise financeira um pouco complicada do clube, que não pôde fazer uma boa proposta para a renovação do atleta. Foi para o Cruz Azul onde jogou apenas uma temporada antes de assinar com o Atlético. Chegou na equipe mineira para substituir Douglas Santos, que viva uma excelente fase.

A posição de lateral está ficando escassa no futebol brasileiro. Esse ano o único lateral esquerdo, pontual e confiável, foi o Renê do Flamengo. E pra falar a verdade foi disparado, na qualidade, em relação aos demais laterais que atuaram nos times Da série A do Brasil.

Para o ano de 2020 o atleticano cobra e espera novas contratações. Principalmente nas posições mais carentes do time, como por exemplo as laterais. Ao menos uma concorrência para aqueles que tem apresentado um futebol abaixo da crítica. A torcida espera mais raça e dedicação.

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

18 comentários em “Fábio Santos: Dependência ou incompetência?

  • 15 de dezembro de 2019 em 10:05
    Permalink

    O grande problema è a diretoria que nâo entende nada de futebol.Queriam o richely do sport;o inter levou e està devolvendo por deficiencia tècnica.Enquanto nâo tropeçam em um lateral bom o Danilo serve,pois joga mais que todos os que estâo no elenco.SE ALGUÈM ME CHAMAR DE BURRO EU NÂO IMPORTO,DESDE QUE APONTE UM OUTRO LATERAL MELHOR!

    Resposta
    • 15 de dezembro de 2019 em 11:08
      Permalink

      A diretoria agiu certo se nós analizar com certa cautela, vamos chegar a uma conclusão que não adianta gastar dinheiro sem ter. Fazer dívidas monstruosas só para agradar nós torcedores a conta vai chegar nos temos exemplos ao nosso lado.

      Resposta
    • 15 de dezembro de 2019 em 11:17
      Permalink

      Dizem que nem Alexandre gallo , nem Rui Costa mandavam ou mandam em nada no Atlético.
      Segundo dizem todas as contratações desses verdadeiros perebas e pernas de pau que estão no nosso time , são contratações de um Tal André Cury. Inclusive até o próprio diretor é responsabilidade de André Cury.
      Se deixarem esse empresário fecha as portas do nosso GALO.
      Com a palavra o presidente Sette Câmara.

      Resposta
  • 15 de dezembro de 2019 em 11:20
    Permalink

    Todos os técnicos especulados no Atlético , já foram Contratados por outros clubes.
    Só sobrou , Fábio CARILLI.
    Que Diretoria molenga essa. Esses diretores do GALO estão cochilando

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2019 em 11:28
    Permalink

    Bom dia amigos do Galo. Assim como Ricardo Oliveira, Patrik e outros, Fabio Santos permanece no NOSSO GALO por puro descaso dos diretores de futebol que passaram pelo GALO nos últimos anos, incluindo aí o que está no cargo atualmente.
    Podem fazer um levantamento, com certeza o setor ocupado por este jogador é o que mais propiciou gols aos nossos adversários, uma verdadeira avenida onde os adversários passeiam, é jogador para time da serie B, pior que ele só o sombra Hernandez que inexplicavelmente foi contratado para suprir a deficiência do setor.
    P.S.: Antes de contratarem um técnico, contratem um diretor de futebol

    Resposta
    • 15 de dezembro de 2019 em 13:18
      Permalink

      Como com o Rogério. Não há boas opções no mercado. O Danilo Barcelos merece uma oportunidade.

      Resposta
      • 15 de dezembro de 2019 em 14:42
        Permalink

        Fábio Santos, NÃO marca, NÃO disputa a jogada, NÃO tem boa leitura da jogada; se limita a acompanhar o adversário, deveria trabalhar na roça fazendo cerca pois só cerca, só olha.

        Resposta
    • 15 de dezembro de 2019 em 14:14
      Permalink

      Vocês devem procurar um time para vocês dirigir ,como técnicos , são muito observadores OK .

      Resposta
      • 15 de dezembro de 2019 em 16:22
        Permalink

        Ao contrário de muitos, queremos o melhor para o NOSSO GALO. Não precisa ser um bom observador basta assistir aos jogos. O que NOSSO GALO ganhou com F.S. , R.O. e Elias?

        Resposta
  • 15 de dezembro de 2019 em 13:11
    Permalink

    O Fábio Santos é muito superior ao Patrick e pegam no pé dele mais de 10 vezes a mais.
    O Patrick que foi bem em alguns jogos, mas falhou o triplo de vezes, comparando do F Santos.
    Foi contratado um LE que era muito elogiado, praticamente não teve chance no Galo, e entregou um gol.

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2019 em 13:57
    Permalink

    Como pode fazer uma bosta reportagem dessas?Todos já sabiam que o atlético não tinha condições de contratar jogadores melhores, até o presidente que não é frequente no clube falou que ia ser esses jogadores.Como fazem uma reportagem que todos já sabiam do final

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2019 em 14:07
    Permalink

    Bom dia! A realidade é que o Fábio Maria Santos não vem jogando desde 2018. Estava mais preocupado em exibir tatuagem tribal na coxa (Maria ridícula) do que com a bola, que por sinal a todo instante era passada debaixo de suas pernas ou tomando bola nas costas (redundância).
    Quanto ao seu possível substituto, Hernandez, fica até difícil uma avaliação pois o time – junta junta – estava uma baba e o cara não sendo craque nunca conseguiria sobressair.
    Portanto, acredito, que a prioridade seria encontrar um técnico com capacidade e liderança para montar um time e que não estourasse o orçamento do clube e a partir daí partíssemos para uma reformulação do elenco tentando salvar alguns dos meninos da base.
    Saudações alvinegras.

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2019 em 14:15
    Permalink

    Eu, como atleticana, não acho justa a crítica individual ao Fabio Santos, porque o time todo foi irregular; algumas poucas partidas ótimas e muitas abaixo do nível.
    Fabio Santos não é o responsável pela irregularidade. O fato de ser titular absoluto não é só porque não existem outros para a sua posição, mas porque é um jogador muito bom, com competência técnica e física. Que venham outras contratações para que em 2020 sejamos uma equipe forte e coesa acima de tudo.

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2019 em 14:21
    Permalink

    Se tem um cara que enterrou o time este ano o nome certo é F. santos. Existe carência na posição? sim, mas se fizer um pouco de esforço pode-se contratar um infimamente melhor. o Duro é pagar 250 mangos prum lateral que de bom só tem a batida de penalti, pois o restou é uma merda.

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2019 em 15:18
    Permalink

    O Fabio Santos quando joga bem ganha o jogo sozinho, pena que joga mal os outros 90% e afunda demais o time. Aquele jogo contra o SP foi a pior performance de um lateral esquerdo que eu já vi na vida.

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2019 em 18:21
    Permalink

    Absurdo até hoje esse pseudo jogador vivendo às custas do Galo!
    Absurdo não ter ninguém na Cidade do Galo que não saiba bater pênaltis!
    Muita incompetência pra um clube só!

    Resposta
  • 16 de dezembro de 2019 em 01:41
    Permalink

    Jorge do Santos, Marcinho do Botafogo, Caio Henrique do Fluminense, olha aí os laterais esquerdo que o galo pode buscar… A diretoria n pode falar q não tem no mercado, ou q não tem dinheiro, pq gastou 20 milhões no pereba do Hernandez (tomara que jogue bem esse ano)

    Resposta
  • 16 de dezembro de 2019 em 07:38
    Permalink

    Fábio Santos apoia bem, é muito bom como ala, teria que ter uma boa cobertura pelo seu lado, e como batedor de pênalti, é muito bom. Enfim, nós necessitamos de um técnico qualificado, não de mais um Barrichello do futebol, que aceita qualquer papel combinado com a diretoria, pra manter emprego, ou receber uma bela multa rescisória. Talvez tenha que ser um estrangeiro, porque os técnicos brasileiros
    não ousam, não criam nada de novo, acomodados e carreiristas. Dariam ótimos padres.
    A respeito do possível acerto do Vinícius com o Botafogo, essa baba que acha que joga alguma coisa, vai querer perder o alto salário pago pelo Galo, sem precisar de mostrar nada,pra se enquadrar num esquema mais enxuto proposto pelo Botafogo? Manda esse e mais alguns do mesmo padrão, pra outros times, mesmo pagando parte do salário, que ainda será lucro, tendo a possibilidade de revitalizar o time.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *