Extracampo: jogadores que envergonharam o Atlético fora dos gramados

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Bruna Vargas
Do Fala Galo, em Paineiras-MG
26/11/2019 – 07h11
Siga nosso Instagram: @FalaGalo13

Indisciplina, irresponsabilidade e razões para que jogadores fiquem mal vistos pela torcida são mostradas no mundo do futebol corriqueiramente. O extracampo também é levado em conta pelos torcedores, que cobram respeito pelos seus clubes de coração.

Confira a seguir alguns casos envolvendo o Atlético, em que jogadores provocaram o descontentamento da torcida fora das quatro linhas:

CALISTO, LENÍLSON E MARIANO
O trio teve contrato rescindido com o Atlético em 2008 por indisciplina. Os jogadores teriam deixado o hotel onde o Galo estava hospedado em São Paulo, na véspera do duelo contra o Palmeiras, e voltado apenas às 5h da manhã.
A reprovação do diretor de futebol atleticano da época, Alexandre Faria, e do técnico Marcelo Oliveira, que declarou que não trabalharia mais com os jogadores, foi fundamental para o afastamento dos mesmos.

ANDRÉ
Em 2016, o atacante que pertencia ao Atlético causou polêmica em suas redes sociais ao postar uma foto vestindo a camisa de treino do time, mas com o escudo do Galo apagado. A torcida não perdoou e após muitos xingamentos nos comentários, o jogador apagou a postagem. Na época, o atacante estava com o seu contrato prestes a vencer e a especulação de uma possível ida para o Corinthians ganhava cada vez mais força.

 

 

HYURI
Em 2018, o jogador do Atlético ironizou também nas suas redes sociais atitudes da nova diretoria alvinegra com Sérgio Sette Câmara. Rescisões, empréstimos e fins de contrato foram utilizados pelo presidente para enxugar os custos do Galo naquele ano. 24 jogadores haviam deixado o clube e o atacante usou o seu Instagram pra deixar a seguinte mensagem: “O último a sair apague a luz e feche a porta.”

 

GABRIEL
O zagueiro publicou no seu Twitter uma mensagem de apoio ao goleiro do Cruzeiro, Lucas França, momentos antes da decisão da Copa do Brasil 2017 envolvendo o arquirrival do Galo e o Flamengo. A repercussão negativa foi instantânea entre a torcida, que protestou contra o ato e o jogador apagou a publicação minutos depois. Após o acontecimento, o jogador alegou que sua rede social havia sido hackeada.

 

GUGA
O caso mais recente é o do lateral Guga, que postou um vídeo em suas redes sociais no último sábado (23), comemorando a vitória e o título da Libertadores 2019 do Flamengo.
Os torcedores não perdoaram e após muitas críticas, o vídeo foi apagado. O grande motivo do descontentamento é o fato de o rubro-negro ser o maior rival interestadual do Atlético.

O jogador foi afastado pela diretoria logo após o ocorrido, e a mesma disse se manifestar sobre o ocorrido ainda nesta semana.
Na tarde desta segunda (25), o lateral voltou às suas redes sociais para pedir desculpas pelo ocorrido no fim de semana. O jogador se mostrou arrependido, assumiu o erro e pediu outra chance ao Atlético.

São casos que, por mais que tenham acontecido fora de campo, geraram um enorme mal-estar e tiveram reflexos no futebol dos atletas. Apesar de boa parte da torcida agir passionalmente, muitos casos dividem opiniões sobre a liberdade dos jogadores, mas todos concordam em um ponto: vestir uma camisa exige muito respeito e como profissionais, todos têm a obrigação de respeitar a instituição que representam, o escudo que carregam e quem paga seus salários.

 

ATLÉTICO SOLICITARÁ RETORNO DO ZAGUEIRO GABRIEL:

 

GOSTOU? Siga nossas redes sociais. Clique nos links abaixo e fique por dentro dos bastidores do Atlético.

Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
YouTube: youtube.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Site: falagalo.com.br
Edição: Jéssica Silva
Edição de imagem: André Cantini 
Edição de texto: Angel Baldo

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

2 comentários em “Extracampo: jogadores que envergonharam o Atlético fora dos gramados

  • 26 de novembro de 2019 em 16:16
    Permalink

    Estes envergonharam fora de campo, a equipe atual nos envergonha dentro de campo. Foi noticiado há pouco os relacionados para o jogo contra o Bahia. O mesmo de sempre o que não nos dá nenhuma espectativa de grande jogo do galo. O Bahia não vence há 8 jogos, terá pela frente um ressuscitador de defuntos. Com a mediocridade que temos demonstrado, mais uma derrota.

    Resposta
  • 28 de novembro de 2019 em 15:40
    Permalink

    Esse Guga é um retardado.
    Devia andar de braço dado com o Sassa, outro gênio.
    Infelizmente é o futebol brasileiro de hoje, jogadores são “trabalhadores” como outro qualquer. Só diferem dos trabalhadores qualquer, pelos ” míseros salários” , às vezes grandes enganadores, sem compromisso profissional, que não dão nem ao trabalho de conhecer as tradições de um clube que servem. Isso é o resultado da famigerada lei Pelé que retirou dos clubes e entregou para agenciadores, chamados empresários, a autonomia sobre os jogadores. E esses coitadinhos, através dos melhores advogados, entram na justiça do trabalho,muitas vezes para extorquir milhões dos clubes, com os mesmos direito do assalariado que mal ganha para comer.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *