Em duelo dos invictos, melhor para o Galo FA: Mais uma vitória e recorde ampliado!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Yago Glatz
Do Fala Galo, em Belo Horizonte
28/09/2019 – 23h44

A BFA Elite teve, na noite deste sábado, uma prova de que o futebol americano do Brasil está em constante evolução. Além disso, a torcida atleticana viu que, nos momentos mais difíceis, ela faz a diferença para a equipe do Galo FA.

Mais uma vez, o time mineiro tinha um difícil desafio pela frente: encarar a forte equipe da Portuguesa FA, que, neste ano, faz uma campanha invicta… FAZIA! O time mineiro encontrou dificuldades no começo do jogo e chegou à ficar atrás no placar por 17 pontos de diferença.

Essa história nós contamos agora!

O começo do jogo foi marcado por uma excelente atuação da defesa do Galo, forçando um three and out do ataque Paulista. Porém, quando o ataque atleticano entrou em campo, um snap alto foi dado e, com a bola viva pelo campo, a defesa da Lusa conseguiu recuperar já dentro da redzone. Após a corrida do Running Back Branco, o time visitante abriu o placar: 00×07, com conversão do ponto extra pelo kicker JP. 

Novamente com a bola em mãos, o time ofensivo do Galo pareceu ter entrado em campo desconcentrado: o quarterback Guilherme, que começou a partida, lançou a bola para a interceptação do defensor Monterrubio, que correu até as 20 jardas finais, sendo derrubado pelo próprio QB alvinegro. 

Entretanto, a defesa, mostrando sua força neste torneio, forçou a equipe visitante à chutar um field goal e ampliar o marcador para 00×10. 

Vendo a necessidade de dar mais vazão ao ataque, o quarterback Yaggo entrou no lugar de Guilherme, conseguindo equilibrar os esforços e, assim, conquistar mais jardas para o time de ataque do Galo FA. Entretanto, foi a equipe Paulista que conquistou mais pontos: o Running Back Francês, após uma boa campanha ofensiva da Lusa, cruzou a linha de gol e abriu 00×17 no final do primeiro tempo. 

Com o intervalo, a equipe foi para o vestiário e a conversa parece ter surtido efeito. Mantendo um bom desempenho na segunda metade de todos os jogos na Elite do FA do Brasil, o Galo mostrou mais uma vez porque é o time a ser batido no Brasil. 

Na primeira posse de bola, o MVP da partida, Parris Lee, conseguiu uma corrida excelente de 39 jardas e marcou o primeiro Touchdown do Galo no jogo. O kicker Protásio converteu o ponto extra e o placar foi para 07×17.

O time de ataque dos Paulistas até tentou ampliar a diferença, porém, após lançamento do Quarterback Catullo, o Defensive Back Mike James, interceptou a bola e colocou um novo ânimo no time. 

Porém, mesmo após a interceptação, o ataque alvinegro pecava no desenvolvimento das jogadas. Numa dessas, o QB alvinegro ficou sem opções de passe e, durante o recuo, foi derrubado pelo Defensive Lineman Barba, dentro da endzone, marcando 2 pontos pelo safety e ampliando o placar para os visitantes: 07×19. 

Já no último quarto da partida, o espírito “Galo Doido” entrou em campo. Em uma das jogadas de ataque do time da Portuguesa, o Defensive Back Danilson, que vinha fazendo boa partida, forçou uma roubada de bola do jogador adversário e colocou, novamente, o ataque do Galo FA em boa posição de campo. 

Desta vez, Yaggo não desperdiçou a chance: viu o Wide Receiver Victor Mega livre no campo e fez um belíssimo passe de mais de 30 jardas, onde o recebedor alvinegro estava sozinho, tendo o trabalho de receber o passe e reduzir a vantagem: 14×19, após chute bom do Protásio. 

Movidos pelo “Eu Acredito” do público presente no SESC Venda Nova, o ataque do Galo FA mostrou sua melhor arma: Parris Lee! Em mais uma campanha fulminante, o corredor alvinegro conseguiu chegar à endzone dos Paulistas e, enfim, virar o placar: 22×19, após uma boa conversão de dois pontos do Wide Receiver Athos, ex-Crocodiles. 

Assim como no futebol, o ditado “Se não é sofrido, não é Galo” entrou em ação. Faltando menos de dois minutos para acabar a partida, o ataque Paulista entrou em campo. Após algumas tentativas, sem sucesso, de alcançar uma boa posição de campo, a Portuguesa tentou o empate com um field goal do chutador JP, com apenas seis segundos de relógio. O resultado: o chute bateu na trave de apoio do field goal e, assim, os visitantes não conseguiram o empate.

Com a vitória, o Galo continua invicto no Nacional, com 5 adversários batidos. Na última rodada, faz o clássico regional contra o América Locomotiva, no campo da Faculdade Universo, no bairro Floresta. 

 

**Créditos da imagem: Espora13

GOSTOU? Siga nossas redes sociais. Clique nos links abaixo e fique por dentro dos bastidores do Atlético.

Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
YouTube: youtube.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Site: falagalo.com.br
Edição: Ruth Martins
Edição de imagem: André Cantini 

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *