Dia de Santo – Jesus e as Crianças

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Por: Betinho Marques twitter.com.br/rmarques13

 

 

Acompanhe com Blackbird de  Paul Mccartney – https://youtu.be/4nxE7JZIdgw

 

A terra parou e você chorou

Depositou ali a esperanças do seu país

Os sonhos de um dia feliz

Um pássaro preto do ninho de Santo Anastácio chegou

Por um apito você se separou da terra e desejou não mais existir

 

Incrédulo no ontem, no Yesterday

Via mais um sonho diluir o futuro…

Amanhã seria mais um dia de pânico

Nossos Wright’s estariam todos ali a tripudiar

As máscaras caindo e mais uma vez o “me ferrei”

 

Mas Deus quando enxerga crianças tira o peso da mão

Naquele lugar, naquele Horto, não havia adultos

Tudo era puro, tudo era criança sem mãe, sem pai e direção

Deus para quem crê e para quem nunca o tinha chamado ouviu:

Ó pai! Ó pai! Você pode descer aqui?

 

Numa prova de amor

Um pingo caiu do céu

Victor olhou pra cima e Dona Neusa ajoelhou no seu recanto de fé

Havia 8 milhões de crianças ali, meu Pai!

A flor do medo e da injustiça se distraiu

 

Nos riscos de Riascos o mundo correu

Um novo tempo ou o fim dos tempos?

Ao avesso, sem as mãos o Blackbird voou

O mundo explodiu em uma perna

E o céu se abriu

 

A noite virou dia

A terra rapidamente perguntou: posso continuar a girar?

O cara que manda lá em cima deu uma piscadinha de soslaio e disse: Vai lá!

O padeiro, antes rabugento acordou e fez o melhor pão, contou piada de lambuja

Quando o Galo vence, Jesus lá de cima sorri!

 

A terra voltou a girar

Os Casamentos eram lindos

As sogras amavam os genros

E os Wright’s estavam trancados na doença da indiferença

Victor libertador!

 

 

Obrigado, Libertador!

O Galo e as crianças são o melhor de mim

 

Galo, som, sol e sal é fundamental

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

2 comentários em “Dia de Santo – Jesus e as Crianças

  • 30 de maio de 2019 em 13:42
    Permalink

    Foi vc Betinho que escreveu essa crônica em forma de poema????!!!!
    Trilha sonora perfeita!!!!

    Parabéns pelo bom gosto!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *