De olho no topo da tabela, Galo recebe o Fluminense e só pensa na vitória

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Por Léo Siqueira / Revisado por Ruth Martins 

Depois de uma bela vitória pra cima do Cruzeiro na rodada anterior, o Galo receberá o Fluminense, às 21h deste sábado, na Arena Independência, em jogo válido pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Atualmente o time ocupa a quarta posição, com 24 pontos, e uma vitória combinada com derrota ou empate do Flamengo, o colocará na terceira posição. Já o Fluminense está em décimo sexto no campeonato e tenta se afastar da zona de rebaixamento.

O Fluminense, do técnico Fernando Diniz, preza por um futebol de valorização da posse de bola. É uma equipe que evita dar chutão e que costuma iniciar as jogadas na defesa, até encontrar espaços para chegar ao ataque. Esse time é perigoso e conta com o faro de gol do Pedro e com a velocidade de Yony González, atleta que o Galo tem interesse na contratação para 2020.

Na armação, a equipe conta com Paulo Henrique Ganso, com Nenê, que vem figurando no banco de reservas, além do garoto João Pedro, que volta a ser relacionado depois de um tempo fora para se tratar de uma entorse no tornozelo direito.

No Galo, o atacante Ricardo Oliveira vive um jejum de gols, mas dá a receita para vencer o tricolor carioca: “Nossa postura tem que ser agressiva. Não pode ser diferente. Dentro do Horto é o que o nosso torcedor pede. É o que a gente sabe que precisa fazer. Colocar essa vontade de pressionar os adversários, que não podem se sentir à vontade para jogar quando nos enfrentam no Horto”.

 

O técnico Rodrigo Santana terá o desfalque do volante Jair. O atleta, que vem em constante ascensão e virou dono da posição, sentiu desgaste muscular no adutor da coxa direita. O paraguaio Ramon Martinez será o seu substituto. Com exceção dessa mudança, a equipe deve ser a mesma que enfrentou o rival na última rodada.

 

VEJA TAMBÉM

Democracia dissimulada e o silêncio dos excluídos

 

Quando os números enganam

Acredito que teremos um bom jogo nos embalos de sábado à noite. O Fluminense é uma equipe com muitos jogadores jovens e, mesmo que lhe falte algumas peças de qualidade, deverá dar muito trabalho. Já o Galo joga diante da sua torcida. A Massa tem sido, como de costume, o décimo segundo jogador e vem embalando o time nas vitórias.

O Galo precisa entrar atento, jogar com muita intensidade e matar o jogo o quanto antes para que no final da partida não sofra. Sem essa de marcar um gol, sentar no resultado e ficar se defendendo, a não ser que a partida já esteja no final e seja necessário retrancar para assegurar a vitória. Tudo que o Fluminense quer é a bola no ataque e com espaço para criar. Provavelmente vão ficar trocando passes até encontrar os espaços. Cabe ao Galo uma marcação forte, pressão na saída de bola e paciência para fazer o gol. Que venha mais um grande triunfo para prosseguirmos na “caça” aos líderes da competição. Vai pra cima deles Galo!

 

Ficha técnica: Atlético x Fluminense
Motivo: 14ª rodada do Brasileirã
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte.
Data e horário: 10/08/2019, às 21h.
Arbitro: Wilton Pereira Sampaio.
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires.

Atlético: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Ramón Martínez, Elias, Vinicius, Cazares e Chará; Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana.

Fluminense: Muriel; Igor Julião, Nino, Digão e Caio Henrique; Allan, Daniel e Ganso; Yony González, Marcos Paulo e Pedro. Técnico: Fernando Diniz.

 

Siga nossas redes sociais, estamos no YouTube, no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

2 comentários em “De olho no topo da tabela, Galo recebe o Fluminense e só pensa na vitória

  • 10 de agosto de 2019 em 08:51
    Permalink

    Esse juiz prejudicou o atlético varias vezes, espero que a diretoria de mulambentos tenha se precavido, depois não adianta chorar, o fluminense é um time protegido pela CBF.

    Resposta
    • 10 de agosto de 2019 em 14:23
      Permalink

      boa tarde massa. uma pergunta porque todos volantes que joga ao lado do Elias se contude. um exemplo. Adilson vivia no dm ao jogar ao lado do Elias. José welison também vivia no dm ao jogar ao lado do Elias e agora eo Jair. então falta o Rodrigo Santana enxergar e tirar do time o peladeiro do Elias que não marca e nem desarma.hoje se fosse o Rodrigo Santana entrava com o papagaio ja chega do pastor pipoqueiro. e cuidado com as flores eles tem um time bem postado no campo. vai galooo. galo 2×0.

      Resposta

Deixe uma resposta para sergiomonteirolima Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *