COMAM marca reunião para liberação das obras da Arena MRV

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Betinho Marques
Do Fala Galo, em Betim
28/11/2019 – 12h54

Reunião para liberar Licença de Implantação (LI) agendada

A tão sonhada licença de implantação, que liberará o início das obras está marcada para o próximo dia 18 de dezembro e ocorrerá no prédio que fica lotada a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, na Avenida Afonso Pena, 342, às 13h30. Vale acrescentar, que ainda não saiu a publicação oficial devido aos ajustes da pauta e outros processos que também serão parte integrante da reunião.

Além disso, a apreciação do protocolo com milhares de páginas entregue em 18 de outubro pela Arena MRV à prefeitura, apesar do agendamento da reunião do COMAM mencionado no início do texto, mantém um grande número de profissionais envolvidos que ainda estudam e analisam os documentos que estão divididos em várias secretarias, que no fim, centralizam na Secretaria do Meio Ambiente. Por fim, poderá sim, ocorrer uma liberação da LI com algumas pendências menores e com assinatura do empreendedor para ajustar estas condutas com a obra em andamento.

Reunião do COMAM (Conselho Municipal do Meio Ambiente): 18 de dezembro, às 13h30 – Avenida Afonso Pena, 342 – Centro – Belo Horizonte

 

Nova Capacidade da Arena MRV

Os números da capacidade da Arena MRV mudaram muito ao longo da fase de concepção do projeto. Inúmeros fatores, vez ou outra aumentaram ou reduziram a quantidade de espectadores em suas várias etapas, em função dos coeficientes de aproveitamento e de inúmeros ajustes de projeto, incluindo até a altimetria do local.

Lá atrás, na apresentação do projeto inicial ao Conselho Deliberativo do Atlético, a capacidade inicial levada ao órgão era de 41.800 lugares. Recentemente, em outubro de 2019, este número chegou em 45.685 espectadores. Porém, os limites que parecem definitivos e que deverão ser aprovados no COMAM, no próximo dia 18 de dezembro são os seguintes:

 

Classificação por assentos – Público máximo pagante por assentos: 43.992, sendo que nestes números estão:
  • 40.315 assentos padrão;
  • 1.358 assentos de camarote;
  • 1.407 assentos obeso;
  • 912 assentos PMR (Portador de Mobilidade Reduzida).

 

Classificação por anéis do estádio – Público máximo pagante por anéis: 43.992, sendo que nestes números estão:
  • 15.856 – Anel inferior;
  • 2.920 – Anel intermediário (camarotes e lounges);
  • 25.216 – Anel superior
  • Outros (cadeira separação de torcida + imprensa) = 734
  • Público máximo total = 44.726 – Inclui torcida e profissionais do evento

 

Obs: Ainda há uma análise para deixar os setores atrás do gol (torcidas organizadas) sem cadeiras, mas isto contraria a IT-37 mencionada na observação seguinte.

Obs 2: De acordo com a IT-37 do CBMMG, página 5, item 5.1.11 – “Para edificações a serem construídas, não será admitira a previsão de espectadores em pé.”

 

 

GOSTOU? Siga nossas redes sociais. Clique nos links abaixo e fique por dentro dos bastidores do Atlético.

Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
YouTube: youtube.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Site: falagalo.com.br
Edição: Jéssica Silva
Edição de imagem: André Cantini 
Edição de texto: Angel Baldo

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

7 comentários em “COMAM marca reunião para liberação das obras da Arena MRV

  • 28 de novembro de 2019 em 16:19
    Permalink

    Se essa diretoria não for demitida agora, juntamente com essa comissão técnica horrorosa, vão ter que reduzir mais a capacidade da arena devido ao apequenamento da torcida.

    Resposta
    • 28 de novembro de 2019 em 16:40
      Permalink

      Pensei o mesmo, Galo Roberto de Oliveira. O que estão fazendo com o nosso Galo é de doer… Abraços!

      Resposta
    • 30 de novembro de 2019 em 00:52
      Permalink

      Se não tem time, não tem torcida.
      Se não tem torcida, pra sue estádio com está capacidade.

      Mi

      Resposta
  • 28 de novembro de 2019 em 18:13
    Permalink

    Se continuar esta diretoria, vai ser o futuro campo da Portuguesa-SP . Estão apequenando NOSSO GALO, para que estádio se estão acabando com a instituição e a torcida?

    Resposta
  • 28 de novembro de 2019 em 23:58
    Permalink

    a arena do Galo deveria ter uma capacidade de pelo menos 50 mil torcedores. Eu sempre vi o mineirão com 100 mil torcedores, vocês estão pensando pequeno demais! Mas,mesmo assim, parabenizo o galo por essa conquista!

    Resposta
  • 29 de novembro de 2019 em 02:13
    Permalink

    É hora de aproveitar a maré do outro lado, já que as vaidosas podem ser rebaixadas e aprender como não gerir um clube de futebol, o GALO tem tido gestões nefastas depois da saída de Kalil. Esse estádio se bem gerido será a redenção do galo e a desgraça das vaidosas.

    Resposta
  • 5 de dezembro de 2019 em 18:55
    Permalink

    Sem dúvidas,… é preciso acelerar esta agonia de LI ,,.. BH.., é muitíssimo provinciana,,.. as Marias estão DOIDONAS,,,. E mp .. MINEIRO COM ALGUMAS MARIAS MANDANDO,,. ESTÃO PIOR …. N’ UMA AVERSÃO E INVEJA SEM IMITES,,. DÁ – LHE ….. GALO !! … O MAIOR CLUBE DE MG,,. !! .

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *