Com time alternativo, Galo encara a Chapecoense na Arena Condá

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Por Fernando Hosken / Revisado por Dayana Cunha

O Galo esquece por enquanto, a Copa do Brasil e volta às atenções para o Campeonato Brasileiro. O Atlético buscará a vitória para permanecer no grupo de cima da tabela de classificação.
A partida será realizada na Arena Condá contra a Chapecoense que está na zona de rebaixamento. O Galo vencendo e com uma combinação de resultados, poderá assumir a terceira posição na tabela de classificação . O Glorioso está com 16 PTS, em quinto lugar, mesma pontuação do Internacional, em quarto lugar por estar com saldo melhor, (5×3) e um a menos, que o Flamengo, terceiro colocado na tabela.

No histórico dos confrontos das duas equipes, existe um equilíbrio, já se enfrentaram 9 vezes, com 3 vitórias do Galo, 4 vitórias da Chape e 2 empates. No último confronto das equipes, a Chape levou a melhor jogando em sua casa, o placar foi de 1×0, no dia 6 de Outubro de 2018 pela 28° rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro jogo entre Galo e Chape aconteceu no dia 17 de Março de 2010, pela segunda fase da Copa do Brasil, na Arena Condá. O técnico Rodrigo Santana, confirmou após o jogo contra o rival pela Copa do Brasil, que vai escalar um time alternativo, nesse Domingo em Chapecó, local da partida pelo Brasileirão.

O treinador alvinegro vai descansar os titulares para o jogo decisivo na próxima quarta-feira, (17) contra o rival, às 19:15, no Independência. Para avançar, o Galo precisa fazer 4 gols de diferença, para seguir sem a necessidade de pênaltis. Se vencer, por uma diferença de 3 gols, a vaga será decidida nos penais.

Imagem: Globoesporte

A triste notícia da semana foi a aposentadoria precoce do volante Adílson. Na última sexta-feira, o volante anunciou a sua aposentadoria aos 32 anos de idade, por ter descoberto que está com problemas cardíacos.

Mesmo com uma equipe alternativa, é momento de vencer, tendo em vista que a equipe não venceu nos dois últimos jogos pelo Brasileirão e vem de um placar negativo na Copa do Brasil. Momento dos suplentes mostrarem seu valor e buscarem uma vaga na equipe principal, onde alguns atletas que já não vinham bem antes da parada para a Copa América, demonstraram não terem melhorado nada na última partida. É hora de vencer, independentemente da situação, já que o vexame da partida anterior ainda não saiu da cabeça da Massa Atleticana, que espera muito mais desse elenco para o restante da temporada.

Ficha Técnica: Chapecoense x Atlético

Motivo: décima rodada do Brasileirão, 2019.
Data: 14/07/2019, às 19:00 horas.
Local: Arena Condá, Chapecó, SC.

Chapecoense: Tipo; Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo e Campanharo; Alan Ruschel, Camilo e Arthur Gomes; Everaldo. Técnico Ney Franco.

Atlético: Cleiton; Guga, Leonardo Silva, Maidana e Lucas Hernández; Martínez e Jair; Geuvânio, Vinícius e Otero; Ricardo Oliveira. Técnico Rodrigo Santana.

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, (PB).
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Árbitro do VAR: Márcio Henrique de Góes, (SP)

 

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

10 comentários em “Com time alternativo, Galo encara a Chapecoense na Arena Condá

  • 14 de julho de 2019 em 09:34
    Permalink

    Bom dia!
    Eu até prefiro o time alternativo em algumas posições. Cleiton, Guga…o problema é a escalação do irritante Ricardo Oliveira e do péssimo Vina. Sinceramente eu não sei o que se passa na cabeça desse treinador. Tudo indica que ele não suporta mais 3 jogos.

    Resposta
    • 14 de julho de 2019 em 09:55
      Permalink

      Descansar jogador após ficarem inativos uma pá de tempo quando o certo seria colocar os tanga frouxa para ganhar ritmo de jogo que já não era lá essas coisas e desinchar as canelas por conta de só terem puxado ferro na mini férias que tiveram? Parei!!!!
      Tá faltando um Dorival Knipel na vida desses tanga frouxa aí,simbora que nem cascudo ‘nazoreia’ transforma um perna de pau sem vontade,num grande jogador de brios da noite para o dia! SAN

      Resposta
      • 14 de julho de 2019 em 11:45
        Permalink

        Bom Dia,Juninho!Falou tudo!Eu vi o Yustrich no Galo.No campeonato de 65-salvo engano- o centroavante do time alegou contusâo no pè.ele nâo deixou sair de campo,o atacante fez o gol do titulo e depois foi constatada uma fratura no pè.Foi uma època em que todo time respeitava o Galo pela raça.todo jogo o mineirâo ficava cheio pois a torcida,FAO(Força Atleticana de Ocupaçâo) sabia que as derrotas aconteceriam por muitos motivos mas nunca por falta de raça!e colocar o time considerado,pelo pau mandado,titular è um dos maiores absurdos,mostrando quem realmente manda no time!

        Resposta
        • 14 de julho de 2019 em 12:17
          Permalink

          Bom dia Rogério. Dr Fábio Fonseca, Yustrich, Atlético: a filosofia máxima de um povo, “como está o monstro hoje” etc…,são algumas expressões de personagens que sabiam o tamanho do CAM. Hoje o que se vê é um time que não tem raiva das derrotas,pelo contrário,as tratam como coisa corriqueira e não se percebe nenhum jogador ou diretor indignado com elas. A falta de conhecimento do que é futebol num clube grande por parte da diretoria, falta técnica,brio e vergonha nas fuças para os jogadores. É puro amadorismo continuar fazendo as mesmas trapalhadas e achar que irão colher resultados diferentes. Este pessoal que está apequenando a Instituição não tem DNA para as conquistas, são tangas frouxas fracassados. E sim, sou um crítico assumido desta diretoria amadora. SAN

          Resposta
    • 14 de julho de 2019 em 10:01
      Permalink

      bom dia massa. não sei para k poupar os jogadores considerados titulares. este é o problema desta diretoria fraca e amadora.poupar estes peladeiros que ficou 30 dias de férias. não acredito neste futebol de várzea que o time do galo classifica na copa do Brasil contra as freguesas. quero mais 30 pontos no brasileirão e não espero mais nada destes amontoados de peladeiros e ex jogadores que andam a mamar no galo. diretoria incompetentes vocês são os culpados.

      Resposta
  • 14 de julho de 2019 em 10:27
    Permalink

    Bom dia amigos do Galo. Estão apequenando NOSSO GALO, se conseguirem um empate com a Chape vão comemorar o resultado. Elenco que não se cansa de decepcionar o sofrido torcedor do Galo.

    Resposta
    • 14 de julho de 2019 em 11:56
      Permalink

      DESCANSAR.?? ESSES MALANDROS QUE NÃO CORREM EM CAMPO , FICARAM 30 DIAS PARADOS , VOLTAM , DÃO UM VEXAME CONTRA O CRUZEIRO E JÁ PRECISAM DE DESCANSO.?? COMO?? SE NEM CORRERAM CONTRA O RIVAL.??
      FAÇA-ME O FAVOR.

      Resposta
  • 14 de julho de 2019 em 19:50
    Permalink

    SETTE CÂMARA TÁ ARRASANDO O ATLÉTICO. SE DEIXAR VAI TRANSFORMAR O NOSSO GALO EM UM TIME PEQUENO.
    PRIMEIRO CONTRATOU ALEXANDRE gallo QUE FEZ UM ESTRAGO IRRECUPERÁVEL.
    AGORA CONTRATOU RUI COSTA , QUE SÓ POR CONTRATAR ESSES DOIS URUGUAIOS MARTÍNEZ E HERNANDES , JÁ DEMONSTROU TODA A SUA INCOMPETÊNCIA E IRRESPONSABILIDADE.
    ESSES DOIS GRINGOS NEM JEITO DE JOGADOR TEM , A VER PELO PRIMEIRO TEMPO CONTRA A CHAPECOENSE. OS DOIS GRINGOS NÃO SABEM NEM MATAR UMA BOLA.
    E MAIS UMA DO RUIM COSTA , MANTER O FRAQUÍSSIMO R. SANTANA COMO TÉCNICO.
    ESTAMOS DE LADEIRA ABAIXO.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *