Chegamos ao fundo do poço? #OpiniãoDoTorcedor

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

#OpiniãoDoTorcedor

 

Antes de mais nada, gostaria de salientar o meu respeito pelas pessoas ligadas à direção do Atlético, afinal, são seres humanos tentando desempenhar da melhor forma possível o seu trabalho, além de serem quase que na sua totalidade atleticanos, salvo alguns casos isolados.

Mesmo assim, venho através desse texto trazer um pouco da minha opinião acerca do atual momento vivido pelo Galo, que não é nada animador.

É claro que toda diretoria se vê obrigada a dar resultado dentro de campo, ainda mais se tratando de um clube grande como o nosso. Há também a questão do estádio que está para sair, mas isso não me impede de dizer que o problema do Galo não é só o comando técnico (treinador).

Se voltarmos um pouco na história, vamos observar que o clube vem cometendo erros de avaliação desde o final de 2015 e início de 2016, quando demitimos um treinador, Levir Culpi, que havia sido campeão da Recopa Sul-Americana e Copa do Brasil 2014 e vice-campeão brasileiro de 2015, interrompendo uma sequência de trabalho sem o menor planejamento para a contratação de um outro treinador com as mesmas características para dar continuidade a um projeto que, na minha opinião, não deveria ter sido interrompido.

Voltando ainda mais atrás, durante a era Cuca, onde tivemos credibilidade e aposta no trabalho após um começo ruim do treinador, a diretoria naquela oportunidade bancou o nome escolhido, e o fruto dessa continuidade acabou sendo o maior título da nossa história: a conquista da Libertadores, em 2013.

Passada essa época, os erros de avaliação e a interrupção de uma continuidade no trabalho começaram a fazer parte das decisões das próximas diretorias. Veja o aproveitamento dos treinadores que passaram pelo Atlético nos últimos anos, sem contar as duas passagens de Levir Culpi:

Autuori – 57%
Diego Aguirre – 67%
Marcelo Oliveira – 49%
Giacomini (passagem rápida)
Róger Machado – 62%
Rogério Micale – 50%
Oswaldo de Oliveira – 55%
Thiago Larghi – 55%

Para avaliar todo esse período, seria necessário uma sequência de textos para respeitar uma ordem cronológica e ir enumerando os fatos um a um, mas se pegarmos um deles como exemplo, além de Levir Culpi que já foi comentado um pouco acima, destacaria Róger Machado, que com 62% de aproveitamento foi mandado embora após ter sido campeão mineiro, figurar como líder geral da Libertadores e ainda ter vencido o jogo de ida da Copa do Brasil naquela oportunidade. Este foi um erro de avaliação grotesco, algo que já havia sido cometido antes como no caso do Marcelo Oliveira, por exemplo, em que você que é atleticano sabe muito bem que o cenário foi praticamente o mesmo quando ocorreu a sua demissão.

Assim estamos hoje em um círculo vicioso, onde a diretoria traz um treinador para arrumar o ataque, outro para arrumar a defesa, um outro para fazer o meio de campo jogar, outro para conter os chamados medalhões, mais um para valorizar a base. Sendo assim, não há uma filosofia real de trabalho, não há um planejamento traçado, nem tempo para o cumprimento dessas metas que, na verdade, nem existem no Atlético.
Nos últimos anos ocorreram muitos erros de avaliação constantemente, erros estes que fazem com que hoje o problema do clube não seja só treinador, mas sim um comando estrutural de ideias e ações que possam dar credibilidade e respaldo aos funcionários do Atlético de uma maneira geral, para que os mesmos possam vir a desempenhar da melhor forma o seu trabalho.

Depois que você compreende que o buraco é mais embaixo, fica mais fácil entender porque, por exemplo, o jovem zagueiro Igor Rabello, que é muito bom jogador e fez uma excelente temporada no Botafogo, aqui não rende o mesmo futebol. Ou mesmo o porquê de um jogador do nível do Fred, que não conseguiu desempenhar um bom futebol quando aqui esteve, hoje está “arrebentando” no rival. Há também muitos outros exemplos de grandes jogadores que por aqui já passaram e ainda passam que não conseguem mostrar em campo o que têm de melhor, e assim seguimos improvisando as decisões e o preenchimento de cargos dentro do clube que, na grande maioria das vezes, vêm sendo ocupados por pessoas que não estão devidamente habilitadas para a função como o que aconteceu por tanto tempo no departamento de futebol do clube.

Se chegamos ao fundo do poço? Talvez em termos de resultados já estejamos quase lá. Talvez falte apenas mais um rebaixamento, como o que ocorreu em 2005, para completar os muitos fracassos que a atual diretoria vem acumulando.

Espera-se que os erros sejam assimilados, as metas traçadas e os responsáveis por conduzir o clube possam trilhar caminhos que efetivamente tirem o Galo desse buraco no qual se meteu, voltando o quanto antes a figurar entre os grandes do país, brigando de igual para igual por títulos.

Reage, Galo!

 

Por: Alberto Castelli

Revisado: Jéssica Silva

 

NA LIVE DEBATE 46 ENTREVISTAMOS O CONSELHEURO MÁRCIO CADAR, ASSISTAM E COMENTEM:https://youtu.be/t2EfTw-3lvo

Angel Baldo

Mineiro de nascença, Paulista de criação! Fanático pelo Galo e pelo Fala Galo! Apaixonado pela minha família e Deus, o resto é mimimi!

12 comentários em “Chegamos ao fundo do poço? #OpiniãoDoTorcedor

  • 26 de abril de 2019 em 12:16
    Permalink

    Ainda não…. mas estamos bem perto……

    Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 12:32
    Permalink

    O Atlético já está no fundo do poço a muito tempo,os jogadores não jogam mais com amor ao clube são um bando de mercenários,e a diretoria nem se fala de tão inoperante que é só faz besteira.

    Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 12:49
    Permalink

    Esse seria meu pacote de ações para início do Brasileiro:
    1 – Anúncio do novo treinador hoje, ainda que seja a manutenção do Santana.
    2 – Lançamento da camisa Le Coq amanhã com apresentação de Gustavo Bou ou um outro nome impactante. Ainda que não esteja a venda, jogaria de camisa nova sábado para mudar já a chave com a torcida.
    3 – Anunciaria a negociação de Patric, Elias, Cazares, Pastor e Chará. Ainda que Chará seja renovar por mais 2 anos para devolver por 1 ao Barranquilla. Além é claro de afastamento definitivo de Rea, Leandrinho, Nathan e outros que sejam relacionados ao ídolo e que deve ser respeitado, Alexandre Gallo.
    4 – Anunciaria a chegada de 5 novos jogadores pra chegar e jogar. Usaria muito da base no banco já que o assunto é falta de grana e podemos lucrar com Guga, Maidana, Neto, Marquinhos, Alerrandro.

    Isso seria um recomeço pra massa. Camisa. Elenco. Treinador novos.

    Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 12:59
    Permalink

    Muita especulação, que Rui Costa tenha serenidade para contratar nosso técnico ou quem sabe trazer de volta Roger ou Thiago e deixar fluir com calma e nos torcedores não ficar pegando no pé de jogadores.

    Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 13:02
    Permalink

    JÁ ESTAMOS NO FUNDO DO POÇO. AGORA É HORA DE TOMAR AS DURAS MEDIDAS NECESSÁRIAS PARA SAIR DESSA LAMA EM QUE NOS JOGARAM.
    O EXCESSO DE LUXO E MORDOMIA DA CIDADE DO GALO PODE TER SE TRANSFORMADO EM UM PROBLEMA. A FALTA DE COBRANÇA TAMBÉM.
    OS JOGADORES ACOSTUMADOS COM ESSA MORDOMIA E A MAIS COMPLETA FALTA DE COBRANÇA , FICAM VICIADOS , FAZEM PANELINHA E NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA O CLUBE.
    É PRECISO COBRAR COM MUITA ENERGIA DESSES MILIONÁRIOS JOGADORES QUE HONREM O SEU SALÁRIO E CUMPRAM COM TODAS AS SUAS OBRIGAÇÕES COM O CLUBE.
    MAS , ESSE ATUAL ELENCO NÃO TEM MAIS JEITO. PORTANTO DEVE SER FEITA UMA GRANDE LIMPEZA EXIGIDA POR TODA A TORCIDA , E A PARTIR DAÍ MUDAR COMPLETAMENTE A ATITUDE.
    OS NOMES DOS QUE PRECISAM SER DISPENSADOS TODOS CONHECEM :
    ELIAS.
    L.SILVA.
    R.OLIVEIRA.
    CAZARES.
    F.SANTOS.
    FAZENDO RAPIDAMENTE ESSA LIMPEZA , DÁ PARA PENSAR EM REFORMULAR RAPIDAMENTE O ELENCO.
    E TAMBÉM CONTRATAR IMEDIATAMENTE UM NOVO TÉCNICO , E A PRINCIPAL CARACTERÍSTICA DEVE SER PULSO PARA COBRAR DESSES PARASITAS.
    BRASILEIRÃO E COPA DO BRASIL É OBRIGAÇÃO NESSE ANO.

    Resposta
    • 26 de abril de 2019 em 18:44
      Permalink

      “BRASILEIRÃO E COPA DO BRASIL É OBRIGAÇÃO NESSE ANO”
      Cara, com todo respeito, você deve estar de brincadeira…. obrigação é não ser rebaixado!!! não existe a menor chance, come esse time, de brigarmos por título….

      Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 13:36
    Permalink

    Primeira coisa q deveria ser feito era no conselho, depois contratar um treinador, depois fazer a lista de dispensa e vendas q é facil…
    Elias venda ou faz trocas boas com outro time
    Leo silva nao renova e deixa trabalhar no galo
    ricardo oliveira troca com santos pelo sasha
    fabio santos tenta trocar com flamengo pelo trauco
    patric doa
    lucas candido dispensa
    carlos cesar dispensa
    hulk dispensa

    Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 14:03
    Permalink

    Uma das maiores crises de todos os tempos… portanto ja’ passou a muito do fundo!!!!!!!!!!!

    Nota zero pra tudo e todos dentro do CAM!!!!!!!!

    Fadados ao fracasso nessa gestao desastrosa do Presidente!!!!!!!!!!

    #fora7c

    Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 14:19
    Permalink

    Sim, já chegamos ao fundo do poço, mas por nossa própria incompetência, logo, logo conseguiremos escavar um pouco mais.

    Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 17:17
    Permalink

    Me preocupa demais esse jogo contra o Avaí se perdermos esse jogo vamos ter uma sequência pesada e a chance de ficar entre os 4 últimos é gigantesca.
    Espero que esse bando de pipoqueiros deem um sanguinho e saiam com os 3 pontos.
    Se não fizer uma REFORMULAÇÃO nesse elenco todo remendado pode trazer o Guardiola que não arruma nada.
    Alguns jogadores já estão fazendo hora extra no Galo como Elias, Cazares e Fábio Santos já passou da hora de acabar com a panelinha no Galo e montar um time decente.

    Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 18:57
    Permalink

    Estamos è vendo o fundo do poço da parte de baixo!E incompreensìvel,pelo menos para mim,um time da grandeza do Galo ter em seu elenco,e titulares,jogadores como leo silve,fabio santos,elias e o pastor dos infernos.a idade aliada a baixa qualidade tècnica sao motivos mais que claros para uma dispensa imediata.agora o presidente do santos voltou a procurar o pastor e so espera o sim do Galo.se nao sair eu juro que nao vou a nenhum jogo do Galo.Chega!estamos sendo coniventes com estes trastes se formos aos jogos.

    Resposta
  • 26 de abril de 2019 em 19:55
    Permalink

    VÍTOR – 36 ANOS.
    L.SILVA – 40 ANOS.
    F.SANTOS – 33 ANOS.
    ELIAS – 34 ANOS.
    R.OLIVEIRA – 39 ANOS.
    ALGUÉM AÍ ACREDITA QUE UM ASILO DESSE PODE DAR CERTO.??
    TODOS ESTÃO VELHOS PARA A PRÁTICA DO FUTEBOL E ALEM DISSO SÃO DESLEIXADOS EM CAMPO E DESRESPEITAM AS TRADIÇÕES E A CAMISA DO
    C.A.M.
    PORTANTO TODOS DEVEM SER DISPENSADOS IMEDIATAMENTE POIS SÃO OS RESPONSÁVEIS PELO FRACASSO DO TIME EM CAMPO E JOGARAM O NOME DO GALO NA LAMA .

    CADÊ O TÉCNICO.??
    QUE SUJEITO MOLE ESSE RUI COSTA. TÁ ESPERANDO O QUÊ??

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *