Cazares brilha, Galo vence o Corinthians e garante permanência na Série A

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Jéssica Silva
Do Fala Galo, em Montes Claros
01/12/2019 – 21h
Siga nosso Instagram: @FalaGalo13

Finalmente o Atlético está livre da possibilidade de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Vencendo o Corinthians por 2 a 1, em jogo válido pela 36ª rodada do Brasileirão, o time de Vagner Mancini garantiu os 45 pontos em jogo super movimentado e se mantém na primeira divisão da competição nacional.

Foto: Bruno Cantini
Foto: Bruno Cantini

No início da partida, o Corinthians conseguiu dominar o Atlético e chegou em lances perigosos. Apesar de ser visitante, o time do técnico Dyego Coelho estava no Independência a fim de jogar de igual para igual com o Galo, o que foi notado desde o começo. Com o passar do tempo o Atlético foi entrando no jogo e fazendo frente ao time paulista.

Mais uma vez, Cazares e Marquinhos se mostraram os mais interessados em colaborar com o triunfo. O meia equatoriano já deixou claro que joga somente quando quer, mas também que desequilibra qualquer partida com seu talento. Já o jovem da base atleticana vem colecionando boas apresentações com o manto alvinegro, se mostrando uma grata surpresa de fim de ano.

Jogando com ímpeto e empurrado pela Massa, o Galo forçava o Corinthians a errar e conseguiu balançar as redes com Cazares. Roubando bem a bola, Jair rolou a redonda para Marquinhos, que encontrou o equatoriano. O camisa 10 marcou um golaço da entrada da área e colocou o Galo na frente no Independência. Antes do tento o Atlético já havia tido um gol anulado, o que mostra que a chegada do time de Mancini não foi por acaso.

Já vem sendo comum ver o Galo abrir o placar e sofrer o empate logo em seguida, o que deixa claro o quanto falta equilíbrio a este time de Vagner Mancini. Contra o Corinthians, a tristeza do empate veio um minuto após a alegria do gol. Janderson chutou no ângulo do gol de Cleiton, após lançamento feito nas costas de Fábio Santos. Tudo igual em Belo Horizonte e mais uma frustração para o atleticano.

Galo e Corinthians fizeram uma partida muito equilibrada. Ambas as equipes buscaram o resultado a todo custo e não foi um jogo difícil de se acompanhar. Jair, Marquinhos e Cazares foram destaques positivos pelo lado atleticano e não foi surpresa vê-los participando diretamente do resultado alcançado.

O Atlético conseguiu alcançar o resultado positivo em cobrança de pênalti convertida por Fábio Santos, provando que a lei do ex não falha. Após Cazares ser derrubado na área, o lateral-esquerdo assumiu a responsabilidade de bater a penalidade máxima, fazendo a única coisa que o permite colaborar positivamente com a equipe.

Vagner Mancini ainda teve tempo de sacar Di Santo da equipe para trazer Leonardo Silva ao jogo, mostrando mais uma vez toda a sua covardia e falta de competência. O centroavante atleticano não fazia boa partida e pouco acrescentou ao time, porém, se fechar no campo de defesa, mesmo que seja por alguns minutos, nunca é a melhor opção, pois isso dá confiança ao adversário e pode comprometer um bom resultado.

Nem todos os jogadores atleticanos foram bem durante a partida, na verdade, muitos deles se mantém nivelados por baixo. Mesmo assim, os tão esperados 45 pontos vieram e o Atlético cumpriu com sua obrigação de permanecer na primeira divisão. É importante destacar mais uma bela partida de Juani Cazares, já que o meia já se mostrou muito desinteressado em jogar futebol, de fato, mas é inegável que um talento como o seu não se encontra em qualquer lugar. O camisa 10 do Galo é capaz de desequilibrar um jogo e garantir triunfos, assim como fez contra o Corinthians, o único problema é isso não acontecer mais frequentemente.

O tenebroso ano de 2019 praticamente acabou para o Galo, e deve ficar como exemplo do que não fazer nas próximas temporadas. Não é fácil acreditar em dias melhores com uma diretoria omissa, comissão técnica de baixa qualidade e jogadores descompromissados, mas cabe a nós esperar temporadas menos difíceis e escolhas mais decentes por parte de todos que compõem o clube.

Na próxima quarta-feira, o Galo recebe o Botafogo, no Mineirão, às 19H30. É a penúltima rodada do campeonato que já tem campeão, times quase ou já rebaixados e classificados para a próxima Libertadores. Ao Atlético cabe alcançar a vitória, a fim de amenizar o desempenho pífio que apresentou até aqui.

ATLÉTICO 2 X 1 CORINTHIANS

Atlético:
Cleiton, Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison e Jair (Otero, aos 36/2°T); Luan, Cazares (Ramón Martínez, aos 42/2°T) e Marquinhos; Di Santo (Leonardo Silva, aos 32/2°T)
Técnico: Vagner Mancini

Corinthians:
Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto; Gabriel e Júnior Urso (Boselli, aos 30/2°T); Janderson (Vagner Love, aos 33/2°T), Pedrinho e Clayson (Mateus Vital, aos 22/2°T); Boselli
Técnico: Dyego Coelho

Gols: Cazares, aos 18/1°T; Janderson, aos 19/1°T; Fábio Santos, aos 28/2°T
Cartões amarelos: Maicon Bolt, aos 45/1°T; Gustavo, aos 19/2°T; Fábio Santos, aos 28/2°T

Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Independência
Público: 18.062
Renda: R$ 149.295,00
Data e horário: Domingo (01/12/2019), às 18h

Árbitro: Paulo Roberto Alves (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Rafael Trombeta (PR)
Árbitro de vídeo: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

6 comentários em “Cazares brilha, Galo vence o Corinthians e garante permanência na Série A

  • 2 de dezembro de 2019 em 11:52
    Permalink

    Bom dia!
    Sempre bom ganhar de um time da CBFglobolixo!!
    Cazares é o único diferenciado no Galo e em Minas, não obstante à sua irresponsabilidade. Não pode sair. Os gambás estão querendo levá-lo em troca de Jadson. Mais um velho e ultrapassado. Que a diretoria não cometa mais essa burrice. Na verdade não tem ninguém dos gambás que sirvam pra vestir a camisa do Galo.
    Que levem Otero, RO, Elias e essas babas todas que estamos cansados de falar aqui.

    Resposta
    • 2 de dezembro de 2019 em 17:20
      Permalink

      Boa tarde Galo Roberto. Acredito que o Cazares só não produz mais porque nestes anos que está no CAM só foi comandado por estagiários, interinos e aposentados. Com um técnico de alto nível ( Sampaoli por exemplo) historia pode ser outra. Entretanto não acredito em uma mudança de rumo por parte da atual diretoria, ou seja, um técnico de bom nível não aceitará a contratação de refugos.

      Resposta
      • 2 de dezembro de 2019 em 21:01
        Permalink

        Boa noite, Ricardo!
        Concordo com você!
        SAN!

        Resposta
  • 2 de dezembro de 2019 em 11:52
    Permalink

    Cazares tá querendo ser negociado e ir jogar no corinthians. Por isso ele jogou aquilo tudo. Mais uma mostra que ele só joga quando quer. Devem pegar uma boa grana e vender. Obrigado e tchau!

    Resposta
    • 2 de dezembro de 2019 em 14:10
      Permalink

      Reforçar concorrente como fizeram com Prato? Isso é burrice!!

      Resposta
  • 2 de dezembro de 2019 em 13:11
    Permalink

    CHEGOU A HORA DE UMA AMPLA E GERAL REFORMULAÇÃO DA DIRETORIA , COMISSÃO TÉCNICA E ELENCO.
    UMA MUDANÇA NA MENTALIDADE DE TIME PEQUENO E “VENDEDOR”.
    TEMOS QUE SER UM GALO VENCEDOR.
    SAIR DEFINITIVAMENTE DO ACANHADO E MINÚSCULO INDEPENDÊNCIA , ESTÁDIO DE TIME PEQUENO , E IR DEFINITIVAMENTE PARA O MINEIRÃO QUE SEMPRE FOI A NOSSA CASA.
    TÉCNICOS PARA 2020. :
    MARCELLO GALLARDO.
    BECCACCESSE OU
    ARIEL HOLAN.
    DOS BRASILEIROS SÓ TEMOS UM NOME : CARILLI.
    RUI COSTA JÁ SE MOSTROU DESPREPARADO E IMCOMPETENTE PARA COMANDAR O FUTEBOL EM 2020. É DIRETOR COMANDADO POR EMPRESÁRIOS. PRECISA SER DEMITIDO.
    2020 – TUDO NOVO.
    AQUI É GALO.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *