Captação agressiva, valores e promoção ao profissional! Saiba algumas verdades sobre a base

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Angel Baldo, Silas Gouveia e Betinho Marques
Do Fala Galo
15/01/2020 – 12h50
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

Quando Júnior Chávare chegou no Atlético em maio da última temporada, uma grande expectativa foi criada, afinal, o dirigente tem em seu currículo um histórico alto de grandes revelações. Com um estilo agressivo na captação, uma grande reformulação aconteceu, mais de 40 atletas chegaram para o Sub-15, Sub-17 e Sub-20.

Enquanto a reformulação acontecia, nas redes sociais víamos muitos torcedores preocupados, principalmente com os “custos”.

 

CUSTOS:

90% dos atletas que chegaram ao Atlético por empréstimo, estão dentro do teto de R$ 300 mil reais (passe fixado por 70% dos direitos). Raríssimas exceções tem o passe superior aos R$ 400 mil. Valores acima disso chegam por metas: convocações, gols e títulos.

 

EQUIPE DE TRANSIÇÃO:

Neste momento estão junto com o time principal os zagueiros Léo Griggio e Gustavo Henrique, o goleiro Matheus Mendes, além dos atacantes Bruno Silva e Bruno Michel.

Por ora, não será efetivado nenhum jogador no time principal, os atletas estão ali para serem usados e ganharem rodagem. Entre quinta-feira e domingo da última semana, foram utilizados 11 jogadores da equipe de transição junto com o time profissional.

 

EXCURSÃO PELA EUROPA:

A equipe de transição deverá viajar para Portugal em março, para uma série de amistosos. Além de divulgar a marca como outros grandes clubes do futebol brasileiro fazem, os amistosos servirão para gerar uma maior rodagem aos atletas.

 

COPINHA:

O Atlético segue forte na captação e nas próximas semanas teremos novidades vindas da Copinha.
Todos nos mesmos moldes : sem custos e com passe fixado.

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

6 comentários em “Captação agressiva, valores e promoção ao profissional! Saiba algumas verdades sobre a base

  • 15 de janeiro de 2020 em 14:21
    Permalink

    top demais essa metodologia do Chávare, grandes coisas estão por vir!

    Resposta
  • 15 de janeiro de 2020 em 17:30
    Permalink

    No portal Uai saiu a informação que o Calebe foi emprestado pelo São Paulo até 2021, com o passe fixado em 700 mil. Procede?

    Resposta
  • 15 de janeiro de 2020 em 17:50
    Permalink

    A base do galo há anos virou cabide de emprego,tipo repartição pública.ha muito tempo não revela um jogador,assim que fosse achado numa peneirada do próprio clube,quando aparece alguém,veio de outro clube ,com 15,17 ou mais anos.na década de 70, numa região metropolitana que tinha cerca de 500 mil habitantes, barbatana e o Zé das camisas revelava 5,6 jogadores bons por ano,o galo era clube revelador e comprador.atualmente se gasta cerca de 35 milhões por ano na base e numa região metropolitana de 4 milhões de pessoa não se consegue abastecer o time principal nem de zagueiro,volantes,quanto mais um atacante de qualidade.decisivamente precisamos achar outro Zé das camisas,que perambulava pela periferia de BH,nos campos de várzea,atraz de garotos bons de bola.

    Resposta
  • Pingback:Profissional segue treinando e garotos eliminados - Canto do Galo

  • 17 de janeiro de 2020 em 09:56
    Permalink

    Base do galo é horrorosa. Sem mais.

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2020 em 16:12
    Permalink

    É muito triste ver um investimento tão alto e nada de retorno.
    Porque será?
    Não pode existir investimento sem retorno, a menos que alguém esteja retirando dinheiro do galo.
    Devemos cobrar usando as redes sociais.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *