Atlético,111 anos, hoje! #OpiniãoDoTorcedor

Spread the love

Atlético, 111 anos, hoje!

É, Galo, esse amor por você começou cedo, desde que nasci.
Com Marques e Guilherme no ataque eu vi meu pai ajoelhado chorando e pedindo aos céus para você virar um jogo, e isso aconteceu, e eu ali sem entender o porquê de ele estar fazendo aquilo.

Os anos se passaram e então veio 2005, um ano trágico e doloroso, e eu, muito inocente, não entendia!
Em 2006 empurrado pela Massa você subiu, em 2007 fiquei apaixonado depois da Série B, um sentimento inexplicável foi crescendo em mim, um sentimento que até hoje é maior que tudo.

O amor e paixão que tenho por você, Atlético, é enorme! Como está na letra do rap “contra o vento”: “Nos chamam de cachorro porque nós enxergamos em preto e branco”, e isso é a maior das verdades, somos diferentes, somos apaixonados, somos doentes por você, Clube Atlético Mineiro.

Com o passar dos anos veio a épica Libertadores em 2013, a sofrida Copa do Brasil de viradas inimagináveis em 2014 e a Recopa, no mesmo ano!
Percebi que de fato eu era mais que apaixonado, eu nunca precisei de títulos para ter esse sentimento, isso nasceu e cresceu comigo, está eternizado na minha alma e na minha pele com um Galo Volpi.

E como foi escrito por Roberto Drummond: “nós torcemos contra o vento”, e acrescento que nós não nos transformamos em atleticanos, nós já nascemos assim, com este sentimento.

E na moral, agradeço a Deus por ter nascido atleticano. O Atlético e mais que um clube, é uma religião, é algo que vai além da paixão…
Atleticano não de corpo, mas sim de alma, pois o corpo um dia vai embora, já alma é eterna.

Parabéns, Clube Atlético Mineiro, o maior de Minas!

Por: Vinícius Brioschi

4 comentários em “Atlético,111 anos, hoje! #OpiniãoDoTorcedor

  • 25 de março de 2019 em 16:01
    Permalink

    Eu por ser curitibana e morar em Curitiba não tive a honra de nascer atleticana, mas algum dia alguém sem saber o que seria aquilo pra mim (nem eu sabia) plantou uma semente dentro do meu coração me dando uma bandeirinha do Galo, passaram os anos, minha vida mudou , mas essa semente cresceu sem que eu percebesse , virou um arvore que invadiu meu coração, hoje sei que é amor , amor por um clube , amor por uma torcida, amor sem explicação !
    Obrigado meu Galo por vc existir na minha vida!
    Obrigado Eder Aleixo por me dar aquela bandeirinha com teu autografo.
    obs: eu tinha 15 anos 🙂

    Resposta
  • 25 de março de 2019 em 19:55
    Permalink

    Minha paixão,acho que começou já quando nasci ,kkk. Mas eu sou de uma família onde eram 12 pessoas ,mas meus pais já falecidos a dois anos, sendo atleticana fanatica ,contagiei Toda a família de 14 netos 15 bisnetos ,todos atleticanos ,e veja que apenas três cruzeirenses que São cunhados e nem assim ,conseguiram me vencer. Obrigada a geração de Reinaldo e cia. Amo meu galão da massa. Parabéns .

    Resposta
  • 26 de março de 2019 em 00:17
    Permalink

    Lindo texto! O amor pelo Atlético vem passando pelas gerações da minha família, como um legado, uma herança. Depois de alguma tentativas meu avô conseguiu realizar seu sonho, ter um filho no dia do aniversário do Atlético. Hoje meu pai faz 55 anos de amor por esse clube maravilhoso!! Parabéns galo, você corre em minhas veias.

    Resposta
    • 3 de abril de 2019 em 15:36
      Permalink

      Obrigado Débora, siga nossas redes sociais e fique ligada em novos conteúdos: @falagalo13

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *