Atlético alternativo perde para o Bahia e invencibilidade no Horto cai

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Bruna Vargas
Do Fala Galo, em Paineiras
25/08/2019 – 00h57

O Atlético recebeu o tricolor baiano hoje às 11h, no Horto, abrindo a 16ª rodada do Brasileirão. Jogando com time reserva, pensando na partida de volta contra o La Equidad, pela Sul-Americana, o alvinegro segue na sua sina de gols perdidos e é derrotado pelo Bahia frente ao Horto lotado.

 

O JOGO:
O Atlético com a posse de bola, envolvia o adversário na troca de passes, mas pecava bastante nas finalizações. O Bahia tentava encaixar o contra-ataque e fez o Cleiton fazer duas boas defesas até os 19’. Mas depois daquela pressão na saída de bola, Gilberto não perdoou; Nino cruzou para o centroavante abrir o placar no Independência.

Após o gol, o Galo fez o goleiro adversário trabalhar duas vezes em jogadas de Geuvânio, indo pra cima e querendo o empate, mas a sina de gols perdidos é a protagonista do futebol do Atlético. (Continua…)

LEIA TAMBÉM:

A base vem forte

Atlético recusa proposta por Alerrandro

Zagueiro colombiano chama atenção do Atlético

 

Nos 45′ finais o Galo deu uma melhorada e até chegou a pressionar, mas o nervosismo de estar atrás no placar e perdendo muitos gols aumentou e o alvinegro não conseguiu furar a defesa de Douglas, que fez uma excelente partida no Independência.

Fim de jogo e Atlético interrompe sequência de 23 jogos sem perder no Independência e o Bahia conquista a primeira vitória fora de casa.

 

 

AGENDA:
O Atlético vai a Bogotá na próxima terça-feira, enfrentar o La Equidad pelo jogo de volta das quartas de final da Sul-Americana, às 21h30, no Estádio El Campín. 

Já pelo Campeonato Brasileiro, o alvinegro enfrenta o Corinthians pela 17ª rodada, no próximo domingo (01), às 19h, na Arena Corinthians.

FICHA TÉCNICA:
Atlético (0): Cleiton; Guga, Léo Silva, Igor Rabello e Lucas Hernández; Zé Welison; Nathan, Luan (Terans), Otero (Maicon Bolt) e Geuvânio; Alerrandro (Franco Di Santo).

Bahia (1): Douglas; Giovani, Juninho, Lucas Fonseca e Nino Paraíba; Ronaldo (Guerra), Gregore, Flávio, Artur; Gilberto (Fernandão) e Lucca (Élber).

ARBITRAGEM:
Rodolpho Toski Marques apitou o jogo no Horto, auxiliado por Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos. José Cláudio Rocha Filho foi o responsável pelo VAR. 

Público na Arena Independência: 22.401 torcedores. 
Renda: R$ 471.083,00 Reais 

 

Siga nossas redes sociais e fique por dentro dos bastidores do Atlético.

Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
YouTube: youtube.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Site: falagalo.com.br

Edição de imagem: André Cantini

 

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

9 comentários em “Atlético alternativo perde para o Bahia e invencibilidade no Horto cai

  • 24 de agosto de 2019 em 17:26
    Permalink

    Boa tarde, apesar de mais vexame desse time que adora derrubar as esperanças do torcedor mais apaixonado e otimista que exite. Como já havia dito antes esse elenco não ultrapassará a sétima posição no brasileirão. Na verdade o elenco é de mediano para baixo, com sérias deficiências técnicas, um treinador inexperiente e que não demonstrou até aqui capacidade para mudar o ritmo de jogo do time e uma diretoria que ninguém merece e que geralmente mexe mal na equipe.
    Alguns até podem dizer que o time jogou bem e teve muitas chances, a sorte não apareceu. Ora bolas que raio de sorte é essa se a mesmice vem se repetindo há vários jogos. Os defeitos ficam evidentes e a excepcional capacidade da comissão técnica não consegue alterar nada e o ciclo dos defeitos perpetuam em cada rodada que passa.
    Sem querer desmerecer os adversários, mais perder para bahia, athletico paranaense, grêmio com time reserva, empatar com fortaleza goias e perder sem comprometimento como fora contra parmerias e santos, não dá para esperar nada dessa equipe.
    Esse hoje é o retrato do time de futebol que o torcedor atleticano está tendo de aguentar. Com isso, o volume de resultado ruins e vexames quase que regulares vai torando a paciência de qualquer um.
    A verdade é dura, mas não iremo comemorar nada este ano e o Rodrigo Santana corre sério risco de ter o mesmo desempenho e destino do Thiago Larghi. Basta aguardar até a vigésima sétima rodada para ver se isto não acontecerá.

    Resposta
    • 24 de agosto de 2019 em 17:33
      Permalink

      desconsidere o texto acima , pois acabei enviando antes da revisão. Segue abaixo o texto correto:
      ” Boa tarde Atleticanos, apesar de mais um vexame desse time que adora derrubar as esperanças do torcedor mais apaixonado e otimista que existe. Como já havia dito antes, esse elenco atual do Atlético não ultrapassará a sétima posição no brasileirão. Na verdade o elenco é de mediano para baixo, com sérias deficiências técnicas, um treinador inexperiente e que não demonstrou até aqui capacidade para mudar o ritmo de jogo do time e que geralmente mexe mal na equipe aliado a uma diretoria que ninguém merece.
      Alguns até podem dizer que o time jogou bem contra o poderoso bahia e teve muitas chances; a sorte não apareceu. Ora bolas, que raio de sorte é essa se a mesmice vem se repetindo há vários jogos. Os defeitos ficam evidentes e a excepcional capacidade da comissão técnica não consegue alterar nada; o ciclo dos defeitos perpetuam em cada rodada que passa.
      Sem querer desmerecer os adversários, mais perder para bahia, athletico paranaense, grêmio com time reserva, empatar com fortaleza, goias e perder sem comprometimento como fora contra parmerias e santos, não dá para esperar nada dessa equipe.
      Esse time de hoje é o retrato do time de futebol que o torcedor atleticano está tendo de aguentar. Com isso, o volume de resultados ruins e de vexames quase que regulares vai torrando a paciência de qualquer um.
      A verdade é dura, mas não iremos comemorar nada este ano e o Rodrigo Santana corre sério risco de ter o mesmo desempenho e destino do Thiago Larghi. Basta aguardar até a vigésima sétima rodada para ver se isto não acontecerá.

      Resposta
      • 25 de agosto de 2019 em 06:55
        Permalink

        Provavelmente, após o término da rodada estaremos já fora do G6, caindo para a 7 posição. Pontos perdidos em casa, já são 7, já fazem falta. Dificilmente iremos comemorar títulos este ano. E o RS está caminhando a passos largos para o mesmo caminho do Thiago Larghi.
        .

        Resposta
  • 24 de agosto de 2019 em 18:41
    Permalink

    Ridículo time fudido treinador horrível

    Resposta
    • 24 de agosto de 2019 em 21:47
      Permalink

      PARA A VERGONHA TOTAL ESSES PERNAS DE PAU SERÃO ELIMINADOS NA SULAMERICANA

      Resposta
  • 24 de agosto de 2019 em 21:46
    Permalink

    QUEM CONTRATOU ESSE HERNANDES E ESSE DI SANTO??
    ESSES DOIS SUJEITOS NÃO SABEM NEM CORRER. ISSO NUNCA FOI JOGADOR NA VIDA.
    QUE TIME HORROROSO.

    Resposta
  • 25 de agosto de 2019 em 09:40
    Permalink

    Alessandro Vinícius é muito melhor que esses pernas de pau que empresários defecaram na Cidade do Galo, mas misteriosamente o muleque sumiu e ninguém dá notícias.
    Outra coisa, se não tiver na base ninguém melhor que esse LE, que Nathan, Bolt, Terans, então pára tudo, manda todo mundo embora, porque estão rasgando dinheiro no clube. Ahh…chama a lava-jato e uns 10 camburões pra prender esse monte de ladrões que estão delapidando o clube.
    Senhor diretor Ruim Costa! Por favor, vá se distrair e pare de ficar “atento ao mercado”, pq vc só faz merda.

    Resposta
    • 25 de agosto de 2019 em 12:44
      Permalink

      Bom dia

      Alessandro Vinícius passou por duas cirurgias delicadas em abril, está em fase final de recuperação.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *