Atlético “acelera” nas saídas mas a falta de contratações deixa o torcedor apreensivo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Angel Baldo e Ruth Martins
Do Fala Galo
05/01/2020 – 15h13
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

O planejamento para a temporada 2020 já vem de longa data, porém, a “agressividade” nas saídas e não nas contratações deixaram os torcedores impressionados.

Entre atletas que estavam no elenco e que estavam emprestados, até o momento 10 jogadores deixaram ou foram dispensados do time e outros três tem situações encaminhadas.

 

SITUAÇÕES RESOLVIDAS

Luan – O meia-atacante foi negociado com o futebol japonês ainda em 2019.

Yimmi Chará – O colombiano não rendeu o esperado com a camisa do Galo e foi negociado com o Portland Timbers, dos Estados Unidos.

Alerrandro – O jovem atacante vice artilheiro do Atlético na temporada foi negociado com o Red Bull Bragantino.

Jesiel – O zagueiro estava emprestado ao Kawasaki Frontale e foi negociado em definitivo.

Nathan – O volante disputou a última temporada pelo Atlético Goianense e foi emprestado para o Coritiba, que disputará a Série A este ano.

Wilson – O goleiro contratado “erroneamente” pela diretoria teve seu contrato encerrado e foi devolvido para o Coxa.

Elias – Volante experiente, o jogador não teve o seu contrato renovado e está livre para assinar com outra equipe.

Léo Silva – Ídolo da Massa Atleticana, o zagueiro também não teve seu contrato renovado, porém, ele ainda não decidiu se aposenta ou se segue como jogador em outra equipe. O Atlético ofereceu um cargo ao experiente zagueiro, que analisa a proposta.

Geuvânio – O atacante não rendeu o esperado e não teve a cláusula de renovação acionada.

Matheus Mancini – O jogador foi uma aposta que até aqui não vingou. Após uma passagem apagada pela Académica de Coimbra, o zagueiro jogará a Série B pelo Confiança.

 

SITUAÇÕES AVANÇADAS

Danilo Barcelos – O lateral-esquerdo negocia sua transferência para o Sport. Sua situação será resolvida nos próxima dias.

David Terans – O meia encaminhou acerto com o Peñarol por empréstimo de uma temporada.

Vinícius Góes – O meia tem com negociações avançadas com o Ceará. Até o fechamento desta matéria a oficialização estava por detalhes.

 

SITUAÇÕES INDEFINIDAS

Cazares – Tem contrato vencendo no fim da temporada e já demostrou o desejo de não querer a renovação. O Atlético aguarda propostas para negociá-lo, porém não será por mixaria que o meia deixará o clube.

Ricardo Oliveira – O experiente centroavante recebeu sondagens de equipes como Ceará, Goiás e Inter de Limeira, mas o alto salário impossibilita um acerto. O Atlético não descarta uma rescisão ou até mesmo pagar parte do salário para que ele possa ser emprestado.

Maicon Bolt – Contratado com status de “velocista”, Maicon foi outra aposta que não rendeu o esperado. Clubes como América Mineiro, Ceará, Fortaleza e Goiás sondaram o atleta, mas se assustaram com o alto salário, na casa dos € 100 mil euros mensais (Eh, Marquês)! Maicon é outro atleta que o Galo terá que bancar grande parte dos salários, pois, caso contrário, não encontrará interessados.

Carlos “Hulk” Gabriel – O jovem lateral-esquerdo também não permanecerá no clube para a temporada. O Atlético entende que um empréstimo dará experiência ao jovem. Equipes portuguesas sondaram o jogador, mas nenhuma proposta surgiu até agora.

Lucas Cândido – O volante recebeu sondagens do Coritiba, mas não avançou. Dois clubes do interior, que vão disputar o Paulistão, também sondaram o atleta.

Lucas Hernández – Foram R$ 12 milhões de reais queimados com esta contratação! O lateral pouco jogou e já será emprestado, o que mostra o tamanho do erro cometido pela diretoria. O Peñarol aparece como grande interessado.

Nathan – A permanência do meia deve ser definida nos próximos dias. A diretoria já se reuniu com o estafe do jogador e quer a sua permanência em 2020. A ideia é renovar o contrato de empréstimo, porém uma aquisição dos direitos do atleta, que já demonstrou o desejo de ficar, não está descartada.

 

PREOCUPAÇÃO DOS TORCEDORES

Se a “barca” de saída está lotada (e tem o aval do torcedor), em contrapartida a de chegada até o momento continua vazia. Apenas o lateral-direito Mailton foi apresentado para a temporada e o jovem Dylan Borrero pode ser anunciado a qualquer momento. A informação é de que Borrero já passou pelos exames médicos, mas, por causa da pouca idade, ainda não poderia ser oficializado. O atleta completa 18 anos na data de hoje (05).

Outra contratação confirmada, e mais que aguardada, foi a do técnico venezuelano Rafael Dudamel. O treinador é uma aposta no futebol brasileiro e precisará de tempo para implantar sua metodologia de trabalho. A chegada de Dudamel foi contestada por parte da imprensa e alguns torcedores, mas o treinador deve ser observado e cobrado ao longo da temporada, já que, ao que parece, o planejamento do ano começou sem ele.

Alguns nomes estão sendo especulados, mas sem a confirmação da diretoria atleticana. O meio-campista Allan, destaque do Fluminense na temporada passada, é uma das aquisições pretendidas pelo clube. Allan surgiu no Internacional e atualmente tem os direitos vinculados ao Liverpool, da Inglaterra. É um jogador com experiência europeia, com passagem pelo SJK (Finlandia), Sint-Truiden (Bélgica), Hertha Berlin e Eintracht Frankfurt (ambos da Alemanha), e Apollon Limassol (Chipre). Allan seria uma boa contratação para compor o meio com Jair.

Em entrevista à Rádio da Massa, o presidente do Atlético, Sergio Sette Camara, admitiu o interesse do clube no meia-atacante Hyoran e no lateral-esquerdo Victor Luís, ambos jogadores do Palmeiras. O presidente alvinegro, que disse ter boa relação com o mandatário palmeirense, admitiu que alguns jogadores de lá podem vir para cá. Ao que tudo indica, o clube está em negociações com estes jogadores, mas a reapresentação dos atletas acontece na próxima semana e nada de anúncios e confirmações por parte da diretoria.

O certo é que o Atlético precisa de muitos reforços e de alguns nomes de peso para elevar o nível do seu futebol e fazer da temporada de 2020 o retorno do clube ao topo. É preciso investir em reforços pontuais, usar mais a base, gastar certo e errar menos. 

O time necessita de, no mínimo, um bom bom camisa 9, um camisa 10 de ofício, um primeiro volante (chega de improvisos), laterais que saibam fazer a recomposição da defesa e cruzamentos e um bom zagueiro. E se a base já pode suprir algumas dessas posições, chegou a hora de colocar a molecada para jogar.

 

Angel Baldo e Ruth Martins
Do Fala Galo
05/01/2020 – 15h13
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

7 comentários em “Atlético “acelera” nas saídas mas a falta de contratações deixa o torcedor apreensivo

  • 5 de janeiro de 2020 em 20:21
    Permalink

    Na verdade acho que precisamos è de um camisa 10 de oficio pois o Di Santo è,para mim,um bom centroavante.ELE È JOGADOR DE ÀREA,NÂO PARA VOLTAR,RECEBER A BOLA E ARMAR.O GALO SEMPRE TEVE CAMISAS 9 ASSIM(EXCEÇAO DO GENIO REINALDO).livres no mercado nâo vejo ninguèm melhor;COISA BOA:A VOLKS TOMOU O ONIBUS DAS MARIAS POR FALTA DE PAGAMENTO!

    Resposta
  • 6 de janeiro de 2020 em 08:33
    Permalink

    Tudo que está indo embora e peso morto se fosse bom ficava, porque tanta preocupação.
    O time precisa de 30 JOGADORES no máximo.
    O resto e só para desviar dinheiro.
    Os caras treinan o dia inteiro durante o ano todo e ainda não melhoram e porque não sabe.
    Já vai tarde.

    Resposta
    • 7 de janeiro de 2020 em 15:54
      Permalink

      Falou tudo, quem saiu é peso morto mesmo, agora vamos esperar os reforços, aqui é GALO.

      Resposta
  • 6 de janeiro de 2020 em 10:13
    Permalink

    Meu sonho é ver o Galo forte e cheio de jogadores da base, nosso futuro depende da base pois é retorno técnico e financeiro e precisamos revelar bons jogadores.
    Boa sorte ao Cleiton, Vitor Mendes, Gabriel, Bruno Michel, Bruno Silva, Marquinhos, Bruninho, Alessandro Vinicius, etc

    Resposta
  • 6 de janeiro de 2020 em 13:17
    Permalink

    Bom dia amigos do Galo. Em qualquer instituição com gestão profissional, os responsáveis pela contratação de Maicon Bolt com salario de 100.000 ( Cem mil euros? ) e Lucas Hernádez, cujo “passe” custou R$12.000.000,00 ( quanto será o salário hen?) já estariam na RUA, seriam sumariamente demitidos.

    Resposta
  • 7 de janeiro de 2020 em 21:41
    Permalink

    O que tenho a dizer é:
    Fora Rui Costa!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *