Segue o líder: e vem ver a crônica do jogo na Arquibancada Feminina!

Foto: Flickr oficial do Atlético

 

 

Malu Preciso e Roberta Santiago
20/09/2020 – 17h55
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

Clique e siga nosso Facebook

Mais uma vez de virada! Parece que já virou rotina contra o xará goianiense, já que as últimas 4 partidas foram assim. Com essa vitória em Goiás, o Galo iguala o número total de vitórias fora de casa no ano de 2013. Com a derrota do Internacional, assumimos a ponta da tabela com um jogo a menos!

Hoje quem conversa comigo é a Robertinha, bibliotecária, apaixonada pelo Galo desde sempre e residente de Belo Horizonte.

Malu: Depois de uma semana complicada, o Galo entrou em campo pela liderança. Como você avalia o primeiro tempo da equipe?

Robertinha: Eita semaninha custosa viu!?
Mas conseguimos amenizar a situação com apoio da torcida.
O primeiro tempo foi ruim, o Dragão bem fechadinho o que dificulta a fluidez do nosso jogo. O meio de campo ainda sente a falta de criação.

Malu: Sampaoli fez algumas alterações na equipe no intervalo. Você achou que fez efeito?

Robertinha: Sampaoli é a nossa maior contratação.
Ele mexeu de forma que o Nathan assumisse o protagonismo do meio de campo o que favoreceu o Keno. Fez muito efeito.

Malu: Semana passada, na Arquibancada Feminina, destacamos que o Keno vinha em uma ótima crescente. Ontem foram 3 gols. Finalmente o Keno estreou?

Robertinha: Sim. Ele vinha sendo criticado, mas tem qualidade. O que se espera dele é isso: gols.

Malu: Apesar de ter tomado 3 gols, Everson foi bem seguro e fez importantes defesas. Como você avalia o jogo do nosso goleiro?

Robertinha: Everson foi muito bem e demostra segurança. Mostrou que é bom com as mãos também.

Malu: Impossível não ressaltar o quanto a volta de Nathan melhorou o time. Sampaoli destacou que ele ainda não está 100%, mas foi bem colaborativo. O que você achou da atuação no segundo tempo de jogo?

Robertinha: Nathan é multifuncional e isso encaixa muito na filosofia de jogo do Sampaoli. Aplicação e consciência tática são diferenciais dele além do preparo físico. Esse preparo possibilitou a volta antecipada dele aos gramados após a lesão que sofreu. Ele está na espinha dorsal desse time com Alonso, Réver, Franco, Arana e Sasha.

O próximo desafio é contra o Grêmio, um adversário nada fácil, em Belo Horizonte. Temos que vencer para manter a liderança e a invencibilidade em casa!

Tomara que essa liderança tenha vindo para ficar! A Equipe Fala Galo agradece a Robertinha e deixa mais uma vez o convite para qualquer atleticana fanática que queira participar com a gente da Arquibancada Feminina!