Maílton pode ser a solução da lateral direita do Atlético? - FalaGalo

Maílton pode ser a solução da lateral direita do Atlético?

 

 

Mariana Araújo
14/02/2020 – 19h
Clique e siga nosso Instagram
Clique e siga nosso Twitter
Clique e siga nosso YouTube

Clique e siga nosso Facebook

Com o objetivo de solucionar o problema da lateral direita do Galo, foi realizada a contratação do jovem promissor Maílton, junto ao Mirassol. O atleta realizou um ótimo trabalho em 2019, na Série B do Campeonato Brasileiro pelo Operário/PR.

Maílton tem 21 anos e, sua característica marcante é ser um lateral mais ofensivo, presente no ataque e com facilidade de chegar à linha de fundo. Mas já destacou em entrevistas que também é hábil na marcação e que pode, caso seja preciso, jogar na lateral esquerda do campo.

Em sua estreia pelo Atlético, diante o Tupynambás, o jovem apresentou um futebol agradável aos olhos. Recompôs bem e apresentou alguns de seus pontos fortes: a boa batida na bola, que é forte e precisa, ótimos cruzamentos e passes. Serviu inclusive os companheiros em duas oportunidades, bem como deixou sua marca ao realizar um dos gols da partida. Foi possível perceber que se trata de um jogador fisicamente forte e de entrega em campo.

Desde a saída de Marcos Rocha, em 2017, a lateral direita do Galo não tem um titular absoluto. A espera é que Maílton possa suprir essa necessidade, dando fim a mais uma posição de carência no elenco. Ele disputará a vaga com Guga, que tem características de jogo semelhantes às dele, e com Patric, veterano na equipe.

Dado o início de temporada e a chegada de peças novas para o elenco, somado ao começo dos trabalhos de Dudamel no comando do grupo, Maílton tem revezado na posição com Patric, enquanto Guga estava fora defendendo a Seleção Olímpica.

Revelado no Palmeiras, o jogador destacou em entrevista à TV Galo que não pensou duas vezes em aceitar a proposta do Atlético, que sabe da importância da história do mineiro e do peso de sua torcida. Maílton deseja seguir o caminho de Emerson e Guga, e chegar a Seleção Brasileira, para isso ele tem consciência de que precisa se dedicar por inteiro em fazer um bom trabalho pelo alvinegro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *