Após gol no clássico, Nathan projeta novas oportunidades no Atlético

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Por Maria Precioso 

De uma renovação de empréstimo muito conturbada até um gol no clássico mineiro. A coletiva de hoje na Cidade do Galo ficou por conta do Nathan! A maioria das perguntas foi direcionada à permanência do atleta do Chelsea aqui no Brasil. Confira!

 

Motivação

Para o jovem, é muito importante para ele conquistar essa oportunidade. Após a parada da Copa América, Nathan ficou aproximadamente 3 semanas sem poder fazer o treino com os colegas. Apesar disso, ele fazia o preparo físico separado para tentar manter a forma. Ele agradece durante toda a entrevista, desde os preparadores ao treinador do Atlético. 

O meia do Chelsea também diz que acredita no método do Santana, então, como ele ficou fora dos treinos, os companheiros estavam melhor que ele e ganharam mais oportunidades, mas ele não deixou de trabalhar duro até conseguir alguns minutos em campo. 

Nathan limpa Robinho e finaliza

Posição

Ponta, meia, armador, primeiro ou segundo volante e até lateral. Nathan já foi usado de tudo quanto é coisa aqui no Galo. Antes da pausa, ele estava tendo mais oportunidades como volante e, no clássico do último domingo, foi instruído a jogar de meia, posição de origem.  Ele conta dando risada que não entendeu muito, mas gostou da oportunidade. 

As instruções do técnico Rodrigo Santana foram claras: ajude na marcação e tenha velocidade para atacar. Cumpriu direitinho, né?

Nathan diz que não sabe onde prefere jogar, mas brincou com Santana quando ele pediu para que entrasse como lateral pra ficar cruzando. Nathan nunca tinha treinado de lateral e não gostou muito da experiência, mas afirma que do meio pra frente ele se sente seguro em qualquer posição, menos centroavante.

 

O Atlético depois da Copa América

Em 2018, ainda sobre o comando de Thiago Larghi, o pós-Copa foi terrível. Perdemos nosso meio de campo para lesões, alguns jogadores negociados e o time não deu mais liga. Talvez esse fosse um dos maiores temores do atleticano para essa temporada. 

Apesar de eliminados da Copa do Brasil, Nathan reforça que com muito treinamento o time encontrou equilíbrio, absorvendo ao máximo o que o Santana passa. Ele garante que vamos chegar fortes no Campeonato Brasileiro e na Copa Sul-americana. 

 

Oportunidades

Com os colegas, Nathan tinha comentado que ele não tinha jogado nenhum clássico, assim como o goleiro Cleiton, que também fez sua estreia contra o rival no último domingo e deu uma entrevista falando sobre isso, que era importante manter a cabeça no lugar. Desse ponto em diante, o meia começou a sentir coisas boas sobre o confronto.

Sobre o gol que marcou, ele diz que não tem como explicar a sensação. Nathan chegou em casa e falou com a mãe dele que não dava para acreditar, demora para cair a ficha. Como ele ficou muito tempo sem entrar e jogou poucos minutos passa um filme na cabeça, principalmente depois de uma renovação complicada, que ele afirmava que queria ficar, e das idas ao CT ver o Galo treinar, sendo que ele ainda não podia. 

Nathan marcou o seu primeiro gol em clássicos pelo Atlético

Mesmo com esse momento difícil, ele diz que tem cabeça boa e que o Galo sempre apoiou, então não ficou preocupado. O Rui Costa sempre conversava com ele, explicava o andamento do processo e Nathan dizia que ficaria muito feliz em cado de permanência no Atlético. 

Ele conta que continuou treinando na academia no CT e mesmo quando estava em casa saia para correr um pouco, a fim de não ter nenhuma perda física para retornar bem. Ele fica muito agradecido pela equipe do Galo de preparo físico, ao Santana e ao Rui Costa.

Por fim, conta que tem uma expectativa muito grande para conquistar um título, já que o Galo está muito vivo no Campeonato Brasileiro e a Sul-americana, então não vai faltar foco nas duas competições!

Isso é tudo que foi trabalhado na coletiva do dia 07 de agosto de 2019. Ficou alguma dúvida? Não deixe de interagir com o Fala Galo nas redes sociais! Estamos no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e no nosso site

 

ATLÉTICO TEM INTERESSE NO ATACANTE YONY GONZÁLEZ, DO FLUMINENSE.

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *