A pausa para a Copa América e a abstinência

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Por Aline Cristina / Revisado por Jéssica Silva

A parada para a Copa América me fez refletir o que é torcer para o Galo. Nunca um mês demorou tanto para passar, nunca um mês foi tão comprido ou triste.

Me fez entender o quanto a minha vida é pautada pelo Clube Atlético Mineiro. Dias de domingo? Fiquei perdida e sem saber o que fazer… Quarta-feira à noite? Longa e tenebrosa.

É impressionante a importância do clube na minha, nas nossas vidas.  Só quando ficamos sem é que percebemos.

Foram dias de ansiedade, tristeza, depressão (sério!). Foram dias vazios e sem sentido. Procurando qualquer notícia para aliviar a saudade, qualquer coisa servia. Contratações, o retorno do Otero, vídeo motivacional do Patric! Só queria voltar a ouvir falar do Galo.

Mas acabou!!! Aeeeeeeeê!

A Copa América acabou, o Galo voltou. A sensação de paz vai aos poucos retornando. Uma paz que vai durar somente até quinta-feira, dia 11, às 20h, começa tudo de novo. Ansiedade, calafrios, desespero… Agora não pela ausência de jogo, mas justamente por ter.

Só que é bom demais. A luta para comprar ingressos, o nervosismo pré-jogo, a excitação pela escalação do time, a dor na derrota, a euforia da vitória.

Adeus, Copa América! Seja bem-vindo, Galo! Sete jogos no mês sete.

E eu estou feliz demais!

 

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS
Instagram: instagram.com.br/falagalo13
Facebook: facebook.com.br/falagalo13
Twitter: twitter.com.br/falagalo13
Youtube: youtube.com.br/falagalo13

Angel Baldo

Mineiro de nascença, Paulista de criação! Fanático pelo Galo e pelo Fala Galo! Apaixonado pela minha família e Deus, o resto é mimimi!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *