A culpa é de quem? #OpiniãoDoTorcedor

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Galo está de técnico novo, pelo menos até segunda ordem, no seu velho estilo de apagar incêndios provocados pelos seus próprios diretores que acabam por enterrar mais ainda o Clube Atlético Mineiro em seu emaranhado de erros (em vários níveis), fato que vem se repetindo temporada após temporada.

Ao observar o cenário atual de uma nova troca de treinador é necessário voltar a 2015 quando tínhamos um treinador, coincidentemente o mesmo Levir Culpi, demitido recentemente e que havia sido vice-campeão do CampeonatoBrasileiro e teve seu processo de trabalho (continuidade) interrompido pelo então presidente Daniel Nepomuceno, que entendeu naquela oportunidade que era hora de trocar o comando técnico da equipe e não renovou seu contrato.

Daí por diante o Atlético buscou um novo treinador a cada seis meses, em média. Foram muitos contratos rescindidos com jogadores também contratados sem a menor avaliação prévia. Muitos deles, aliás, nunca deveriam ter vestido a camisa do Atlético…

Assim se passou o tempo onde Fred era um “cone”, Lucas Pratto não servia, Rafael Carioca e Robinho também não. Tantos outros também acabaram se “queimando” com o torcedor por não haver um planejamento bem definido, um projeto consistente de trabalho onde liderança e liderados falem a mesma língua e onde apenas aqueles que são capacitados para as respectivas funções deveriam estar no comando.

Marcos Rocha também não servia, e nos dias mais atuais também não servem Elias, Fábio Santos, Patric e tantos outros. Além disso, há de se contar que logo logo deveremos passar por uma nova troca de treinador, até porque esse que aí está também não serve e assim vamos passando pelos Oswaldos, Thiagos e por tantos outros sem que haja nenhuma coerência nas filosofias apresentadas.

Se defendo ou critico algum jogador? Não se trata disso, se trata de observar os mesmos erros de avaliação e conduta sendo repetidos temporada após temporada e enquanto outros crescem nós vamos regredindo. Um clube que vive aos lampejos de 2013, aos milagres de um Horto que hoje não tem mais superpoderes, e assim continua esperando que a luz do estádio se apague, na esperança de que o time volte com outra postura quando elas se restabelecer.

É nítido quando olhamos para outros clubes de futebol, que mesmo com investimentos menores fazem trabalhos muito mais consistentes e que dão muito mais resultados do que o nosso. Seria isso o retorno da tão falada continuidade? De nada ela valerá se não hover uma filosofia bem definida, planejamento, profissionalismo, metas e resultados sólidos, e assim continuamos com os chamados “amigos da galera”, os protegidos, os heróis do passado que hoje não mais entregam aquilo que deles é esperado, e seguimos inflando o nosso ego e comemorando viradas históricas diante de times infinitamente inferiores ao nosso.

Mas afinal, de quem é a culpa? Essa pergunta é respondida com algumas dessas ponderações que aqui explanei, além de tantas outras das quais talvez nem nós que acompanhamos o Galo tão de perto temos conhecimento. Assim sendo, talvez possamos pegar tudo isso, jogar em um liquidificador, bater por um ou dois minutos e quem sabe encontrar as respostas.

Pela frente, ficaremos à espera de um milagre na fatídica campanha até aqui apresentada pelo clube na Copa Libertadores, além de dois clássicos que valerão o título do estadual, contra um rival organizado, que sabe o que faz em campo, tem um treinador longevo no cargo, um grupo forte, investimentos, filosofias e padrões bem definidos, além, é claro, de muito trabalho.
Temos chances de avançar à próxima fase da competição internacional e ainda sermos campeões do estadual?
Tire suas próprias conclusões!

Por: Alberto Castelli
Revisado por: Jéssica Silva

Angel Baldo

Mineiro de nascença, mas Paulista de criação. 30 anos, Administrador e Engenheiro Mecânico. Atualmente residindo na cidade de Uberlândia.

11 comentários em “A culpa é de quem? #OpiniãoDoTorcedor

  • 13 de abril de 2019 em 15:07
    Permalink

    Crônica de uma tragédia anunciada.
    Criaram recentemente uma frase idiota, dizendo para não torcer contra, para deixar o homem trabalhar. Essa besteira foi dita com relação à área política, não vou entrar nesse mérito. Entretanto, algo parecido foi dito quando no início do ano o presidente do Galo, nervosamente, rebatida as críticas que o clube recebia. Faço aqui minhas análises sobre o momento recente do clube:

    – com o falecimento do Eduardo Maluf, o clube contratou o Alexandre Gallo. Passagem tenebrosa, com contratações pífias;
    – manutenção do ultrapassado técnico Osvaldo de Oliveira;
    – efetivação do auxiliar Thiago Largi, sem nenhuma experiência em comando de times de futebol, quanto mais da grandeza e cobranças do Galo.
    – contratação do Levir Culpi. Esse com boas e más passagens pelo clube. Sua última com grandes títulos, mas seus trabalhos recentes por Fluminense e Santos, não o credenciariam a uma volta;
    – montagem do elenco:
    a) ter somente um goleiro experiente, ainda assim muito longe de sua melhor forma, que o elevou ao posto de um dos melhores de nossa história. O Victor vem mal a anos;
    b) manter em seu plantel um jogador na faixa dos 30 anos, já com quase 10 anos de contrato, que é uma lástima tecnicamente: Patric. inciar o ano somente com um lateral esquerdo, Fábio Santos, que não sabe fazer um cruzamento e tb vem muito mal a anos;
    c) o melhor zagueiro do clube tem quase 40 anos. Os outros, com exceção ao Réver, mesmo sendo altos, não ganham bolas aéreas defensiva nem ofensivamente. Volta com o Mancini, que não vingou em nenhum time e fica com o uruguaio que não havia jogado, Martin Rea. Quando entrou em campo mostrou pq não havia estreado ainda, fraquíssimo;
    d) tem no Adilson um dos volantes mais lentos que já vi em toda minha vida: não consegue cobrir as subidas dos laterais e nem dar velocidade nos contra ataques ou voltar para a defesa rapidamente. O Zé Wellison, confunde raça com violência, muito burro. O Jair é bem fraquinho. O Lucas Cândido em 6 anos no time profissional, acho que ficou uns 3 anos machucado;
    e) Elias: esse merece um capítulo à parte. Demonstrou claramente que queria sair. Jogador sem vontade, raça. Joga como se estivesse fazendo um favor ao clube.
    f) para a criação de jogadas temos somente os lampejos do Cazares. Jogador com indiscutível talento, mas de uma irregularidade e aparente falta de comprometimento e profissionalismo impressionantes. Manter Nathan e Terans é uma brincadeira de muito mal gosto: péssimos;
    g) para o ataque temos o Ricardo Oliveira com seus quase 40 anos. Não divide uma bola sequer com os zagueiros. Faz seus gols se estiver em condições de nem esbarrar, para não se machucar, apesar disso, ainda perde gols incríveis. Manter esse tal de Leandrinho e achar que Papagaio será algum tipo de solução, não dá. O Chará ainda não fez valer nem metade do que foi gasto com ele, pois seus números são pífios, como gols, assistências e boas partidas. Esse tal de Maicon Bolt não faz jus ao apelido nem de longe, pois não demonstra velocidade ou capacidade de decisão alguma;
    h) Ressalvas faço ao Luan, que dizem que queria sair, mas joga com a garra de sempre e tem sido o menos pior de todos. O Gustavo Blanco poderia estar sendo nosso melhor jogador de meio campo, mas sua contusão o afastou dos gramados este ano. Quando o Alerrando começou a fazer gols, foi sacado e não retornou mais.

    Enfim, esse negócio de ter austeridade financeira é importante e necessário, mas um clube do tamanho do CLUBE ATLÉTICO MINEIRO e das NECESSIDADES de conquistas de títulos, não pode se dar ao luxo de ficar errando tanto em suas contratações, manutenção de péssimos jogadores e sem revelar em suas categorias de base jogadores que possam entrar e serem titulares em um plantel tão fraco como o nosso atualmente.

    Vamos Galo, se levante e reencontre seu caminho de glórias e conquistas.Esse povo preto e branco te ama muito e merece te ver forte e vingador.

    Resposta
    • 13 de abril de 2019 em 17:16
      Permalink

      Muito bom!
      Expressou neste texto o que a maioria da crônica esportiva profissional não tem capacidade de ver, ou é omissa por burrice mesmo!
      Parabéns!

      Resposta
  • 13 de abril de 2019 em 15:29
    Permalink

    As sucessivas trocas de técnicos não podem servir de bengala para jogadores como Elias, Fábio Santos e Cazares não corresponderem nunca.
    Todos tentaram fazer com que eles apresentassem um bom futebol mas continuam os mesmos de sempre.
    Fábio Santos já era é um ex jogador em atividade.
    O Elias nunca quis jogar no Galo, nem deveria ter vindo joga com uma má vontade danada.
    E o Cazares some em jogo grande não tem poder de decisão nenhum é super acomodado.
    Essa panelinha tá acabando com o Galo e essa imprensa fraca fica tentando ressuscitar essas amebas a cada troca de técnico e o Galo só se ferrando.
    Junta-se a isso o péssimo trabalho do Sette Câmara, as péssimas contratações, a austeridade burra, a falta de um diretor de futebol competente, etc

    Resposta
  • 13 de abril de 2019 em 15:40
    Permalink

    Só escolhas equivocadas. 50 anos na fila.

    Resposta
  • 13 de abril de 2019 em 16:23
    Permalink

    É evidente que administrativamente o Atlético está muito mal dirigido , confuso , inseguro e sem nenhum planejamento. SETTE CÂMARA até hoje não disse a que veio e fica muito claro que o time ao que parece está sendo comandado por empresários inescrupulosos que estão sangrando os cofres do Clube. Temos também uma categoria de Base que não presta para nada , pessimamente administrada e que não revela ninguém , e o mais grave , comandada por empresários também.
    AGORA , O PRINCIPAL CULPADO PELOS SEGUIDOS VEXAMES DENTRO DAS QUATRO LINHAS SÃO OS JOGADORES.
    VÁRIOS TÉCNICOS FORAM DERRUBADOS POR ESSA VERDADEIRA PANELINHA DE VELHOS EX JOGADORES APOSENTADOS EM ATIVIDADE.
    SÃO OS CASOS DE L.SILVA , F.SANTOS , ELIAS ( esse o pior de todos ) , R.OLIVEIRA E O PREGUIÇOSO CAZARES. ESSES SÃO OS VERDADEIROS CULPADOS
    ESSES PSEUDO JOGADORES GANHAM VERDADEIRAS FORTUNAS , PARA O PÉSSIMO E DESINTERESSADO DESEMPENHO EM CAMPO , EM UM VERDADEIRO DESRESPEITO COM O CLUBE E A TORCIDA.
    PORTANTO ESSE GRUPO DE JOGADORES SÃO OS PRINCIPAIS CULPADOS PRECISAM SER DEMITIDOS , POIS VÃO DERRUBAR OUTROS TÉCNICOS QUE VIEREM A SER CONTRATADOS.

    Resposta
  • 13 de abril de 2019 em 17:08
    Permalink

    Na minha opiniao os culpados em primeiro lugar sao os treinadores que nao deram padrao de jogo ao time,a diretoria que via o que estava acontecendo e nao fez e nem faz nada e os jogadores.os donos de vestiario nao querem perder a boca e os mais novos que nao tem personalidade.somos sem duvida o time mais velho do Brasil e mesmo assim a diretoria nao toma providencia.tenho ate medo do treinador que vai chegar.e o famoso caiu no Horto ta morto tinha um nome,Ronaldinho Gaucho.ainda acho que com um camisa 10 bom(cazares nunca) podemos ter alguma esperanca este ano.mas sem o quarteto matusalem.e algum dia vamos saber a verdade do Tardeli nao vir.

    Resposta
  • 13 de abril de 2019 em 18:26
    Permalink

    O que me entristece e envergonha, é a sequência interminável de lambanças. Por que o Galo entrou nessa de tentar tirar Tiago Nunes do CAP? O cara está bem lá. Fazendo um grande trabalho, com grandes possibilidades de avançar na competição e o Galo entra nessa? Pra que? Pra levar mais um “não” em rede nacional? Por que essa diretoria expõe o clube e a torcida a tantos vexames?

    Quanto ao jogo amanhã, se o jovem treinador interino tiver carta branca pela diretoria e ao mesmo tempo tiver ousadia, poderemos ter algo diferente, mas tudo indica que vai ser conservador e entrar com:
    Victor, Guga, Rever, Igor RAbelo e Fabio Santos; Adilson, Elias e Cazares; Luan, Ricardo Oliveira e Bolt.
    Sendo assim, meus amigos, é melhor prepararmos os lombos, porque vai ser ardido.

    Resposta
  • 13 de abril de 2019 em 20:05
    Permalink

    Parando para uma reflexão bem complicada: quando procuramos/ falamos de culpados, por que não pensar que a nossa torcida tem , também, uma grande parcela de culpa, especialmente após o crescimento das redes sociais ?? E não estou falando em utilização de protestos, alguns com ameaças de violência pessoal!!! É muito fácil acharmos que nós torcedores( e eu torço para o GALO desde 1963…)não temos nenhuma responsabilidade sobre o atual estágio ( e não é de hoje…), mas isso é uma tremenda ignorância!!!

    Resposta
  • 13 de abril de 2019 em 20:40
    Permalink

    Não vou me delongar aqui. Vou direto ao ponto. Todos que culparam os jogadores preguiçosos estão certos, assim como os que culparam os jogadores medalhões, os pernas de pau, os técnicos ultrapassados, a ausência de diretores de futebol… Todos estão certos. Mas eu pergunto: quem contratou esse povo todo? Quem manda nessa casa da mãe Joana que virou o Galo pós Kalil? Nepomuceno e Setter Câmara. Esses são os culpados por uma razão simples: assumiram uma responsabilidade gigante, a de comandar o Galo, sem NENHUMA experiência com futebol. São parte de um grupo de advogados milionários aventureiros que tomou conta do clube. Depois vai vir Lásaro, depois Gropen, e assim vamos continuar na lama, enquanto chegam e saem jogadores e técnicos sem que haja qualquer planejamento.

    Resposta
  • 13 de abril de 2019 em 22:31
    Permalink

    Boa Noite,

    Com todo o respeito, mas, o Galo desde 2015 anda ao ritmo do nosso armador (armador é aquele jogador diferenciado que organiza as ações ofensivas da equipe), viram esta definição, então substitua ela pelo nome de Cazares e sua instabilidade e irresponsabilidade, daí, o resultado é nosso Atlético-MG de hoje.
    Somado ao Cazares, tivemos contratações pífias, jogadores velhos e outros descompromissados, muitos eis jogadores mamando nas tetas e gozando de contratos quase vitalícios, que não permite a diretoria desfazer deles, não esquecendo do Gallo.
    Acho que como na vida, tudo são fases, chegou a hora de pensar muito bem na contratação de um treinador que possua poder de decisão e capacidade para efetuar as mudanças necessárias (barrar figurões e acomodados), uma pena que o Emerson Leão não é mais treinador, porque ele era um dos poucos que tinha este perfil.
    Hoje o que temos de treinadores no mercado é o seguinte, treinadores novatos que não querem se expor a ira dos paneleiros, treinadores velhos e acomodados que não querem fazer deste, o seu último emprego, daí, se alia a essa corja para ver até onde vai.
    Dentro de tudo isto está nossa diretoria que além de contratar mal jogadores, repetem os erros também nos treinadores.
    Neste momento já que o Tiago Nunes não aceitou essa furada, vejo o Rogério Ceni como um bom nome, pois, além que querer subir na profissão ele conhece as mumunhas dos vestiários, e sempre teve sua personalidade como marca registrada, haja visto se ele aceitaria esta furada. E de quebra poderia tomar uma decisão na vida profissional do Victor, ou melhora ou aposenta(tinha esquecido, mais um que renovou o contrato, vitalício).
    Estes que estão no galo atualmente são detonadores de técnicos, são eles, Presidente, diretor e jogadores.
    Daqui a pouco nenhum técnico aceitará trabalhar no Galo, daí, talvez contrataremos técnicos de times pequenos para assim igualar ao elenco que é oferecido para quem vem trabalhar atualmente por aqui.
    Essa é nossa simples realidade.

    Resposta
  • 27 de setembro de 2019 em 14:34
    Permalink

    boa tarde massa!
    A pergunta é! de quem é a culpa? não sei de quem é a culpa, mas uma coisa eu sei, nós torcedores precisamos urgentemente retomar o nosso clube, pois desde a Paulo cury, Afonso Paulino, Nelio Brant este senhores tiveram grande parte da culpa pelo nosso galo estar assim até hj, sele galo que nao deu liga, jogadores mediucres, rebaixamento, goleadas sofridas, e a mais dolorosa o fatigo 6 a 1 para o nosso maior rival. Isso tudo eu tento absorver no meu dia a dia, pois tivemos momentos gloriosos nos anos 2012.2013.2014 e parte de 2015, dps foi so decepção a começar pelo mundial que tanto lutamos e sonhamos, mais quando chegamos lá para variar algo sempre dá errado no nosso glorioso e ninguem vem a publico se explicar e assim está até hoje,
    eu nos meus 47 anos já nem tenho tesao para assistir o galao, pois hj é um time que não tem raça, não tem alma, e pouco importa para eles se vão ganhar ou não. ha um tempo atrás existia uma diretoria que não aceitava desordem e por isso o galo foi o que foi, hj essa diretoria não tem coragem nem de vim a publico se explicar o porque desta situação. o pior que a coisa que mais me deixa triste é ver noticia de que o galo deve salarios, ai não tem jogador meus queridos que vão dar sangue para o clube, falar que não tem nada haver, isso é papo furado de boleiro, ninguém trabalha de graça. e assim vem desde os presidentes anteriores, salvo kalil que amenizou o problema um pouco, mas que tbm deixou dividas, mais por outro lado fez a massa sorri com titulos jogos memoraveis.
    Então diante disso tudo a culpa é nossa mesmo, pois deveriamos ter agido quando a coisa estava indo para o brejo, agora é ajuntar os cacos e torcer para fazermos 47 pontos e consolidar na primeirona. o titulo nosso neste ano poderá ser o dencencia das marias para 2 divisão. quem sabe né? abraços e vamos lutar sempre com nosso galo par que dias melhores virá. se deus quiser.
    saudaçoes

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *